fbpx

segunda, 08 de agosto de 2022

Empresa vai receber R$ 6 milhões para asfaltar ruas em Novo Aripuanã

Coincidentemente, o valor é quase o mesmo que será gasto pela Prefeitura de Iranduba com serviços de recapeamento de vias. Porém, em Iranduba, o serviço será em área menor.

18 de setembro de 2021

Compartilhe

(Foto: Divulgação)

Assim como o prefeito de Iranduba, Augusto Ferraz (DEM), o atual prefeito de Novo Aripuanã, Jocione dos Santos Souza (PSDB), vai pagar mais de R$ 6 milhões por serviços de recapeamento e pavimentação asfáltica no município.

O extrato de termo de contrato com a empresa M S Construções e Terraplenagem LTDA. foi publicado na edição do dia 15 de setembro do Diário Oficial Eletrônico (DOE) dos Municípios do Estado do Amazonas.

A empresa tem o prazo de 180 dias, contados a partir do dia 10 de setembro, para a execução dos serviços.

Os recursos oriundos da Prefeitura do Município de Novo Aripuanã e que serão repassados à M S Construções e Terraplenagem somam R$ 888.991,47. O restante, no valor de R$ 6.060.705,75 são oriundos do Ministério do Desenvolvimento Regional.

A M S Construções e Terraplenagem terá como principais atividades a abertura, drenagem e pavimentação de ruas e avenidas no município.

A empresa tem sede em Manaus, no conjunto Vieiralves, bairro Nossa Senhora das Graças, Zona Centro-Sul de Manaus.

Valor é quase o mesmo que a Prefeitura de Iranduba pagará à empresa investigada pela PF

Coincidentemente, o valor é quase o mesmo que será gasto pela Prefeitura de Iranduba com serviços de recapeamento de vias. Porém, em Iranduba, a empresa vencedora do certame vai atuar em apenas uma área específica, conhecida como Distrito de Ariau.

A Iza Construções e Comércio Eireli vai receber mais de R$ 6,1 pelo serviço em Iranduba, conforme extrato de contrato assinado pelo prefeito Augusto Ferraz e publicado na edição da última quinta-feira (16) do DOE.

A empresa foi alvo de investigação da Polícia Federal (PF) em processo que investigava esquema fraudulento em licitações no município de Coari, na gestão do ex-prefeito Adail Pinheiro – condenado por exploração de crianças.

O prejuízo aos cofres públicos, conforme revelou a PF, foi de R$ 25 milhões. Para ler mais sobre a Operação Vorax, da PF, clique aqui!

Texto: Isac Sharlon

Leia Mais:

Leia mais sobre Política

Wilson Lima se reúne com agricultores no Ramal do Brasileirinho

Governador conversou com cerca de 1 mil agricultores do ramal do Brasileirinho, na zona rural de Manaus, onde ouviu demandas do setor primário do Estado.

7 de agosto de 2022

Multidão invade ruas de Maués em apoio à comitiva do PSD e aliados

A comitiva percorreu ruas do município e foi seguida por uma multidão de apoiadores que prestigiaram o lançamento da candidatura de Sidney Leite à reeleição na Câmara.

7 de agosto de 2022

Bolsonaro paga R$ 89 milhões em campanhas que elogiam sua gestão

Três campanhas institucionais são as mais caras pagas pelo Governo Bolsonaro. 60% do valor gasto até o momento é com ênfase nas redes sociais.

7 de agosto de 2022

Campanha de Lula quer Petrobras fora de privatização e ações da Eletrobras

Proposta da campanha de Lula inclui ainda a fusão da Petrobras com a Eletrobras criando uma estatal da energia. Assessores veem erros nas privatizações de Bolsonaro.

7 de agosto de 2022

Ambev pode sair do Amazonas e causar desemprego, alerta senador

Omar Aziz alertou que decretos de redução do IPI de concentrados ameaçam empregos em Maués, pois a Ambev, que compra guaraná do município; pode sair do Amazonas.

7 de agosto de 2022

Michelle Bolsonaro diz em culto que Planalto já foi ‘consagrado a demônios’

Michelle Bolsonaro reforça aspecto evangélico da campanha de Bolsonaro e tenta diminuir rejeição do presidente junto ao eleitorado das mulheres.

7 de agosto de 2022

1º debate com candidatos ao Governo do AM acontece neste domingo

Band Amazonas mantém tradição com debate e com o formato, anunciando o fim do botão de tempo que era administrado pelos próprios candidatos.

7 de agosto de 2022

Mais de 23 milhões de eleitores estão aptos a votar voluntariamente

A Constituição Federal estabelece o voto facultativo, ou seja, opcional, para os jovens de 16 e 17 anos de idade; pessoas com 70 anos ou mais e também para analfabetos.

7 de agosto de 2022