fbpx

terça, 21 de setembro de 2021

Em vídeo, Amazonino Mendes confirma que será candidato em 2022

O vídeo foi divulgado para comprovar que o ex-governador está bem de saúde. No final, entretanto, Amazonino declara que está "preparado para tirar o Estado do sufoco".

14 de setembro de 2021

Compartilhe

O "até breve" utilizado por Amazonino em campanhas anteriores volta a vigorar (Foto: Divulgação)

Em vídeo divulgado no final da tarde desta segunda-feira (13), com o principal objetivo de mostrar que sua saúde está estável, o ex-governador Amazonino Mendes (sem partido) acabou fazendo o que sua assessoria vinha tentando evitar: deixou bem claro que será candidato ao Governo do Amazonas em 2022.

Amazonino ainda não havia declarado que é pré-candidato ao governo. Ao contrário, por meio de sua assessoria, vinha dizendo que não.

Pré-candidato mais ativo até agora, com uma verdadeira campanha de resgate dos feitos de sua vida política por meio de vídeos muito bem produzidos por uma equipe estrelada, o “Negão” vinha alegando que tratava-se apenas de “um resgate histórico de seu legado”.

Amazonino preparado

No vídeo, o ex-governador diz que está “muito bem, com a graça de Deus”. E, talvez por um ato falho – já que vinha adiando a declaração de que é pré-candidato –, ele afirma com todas as letras: “Estou preparado para tirar o Estado desse sufoco. Para tirar você desse sufoco”.

Segundo a assessoria, Amazonino segue sem estar filiado a quaisquer partidos. E todos os custos relacionados à campanha que faz o “resgate” de suas obras têm sido bancados pelo próprio Amazonino Mendes a um “custo baixíssimo”.

Amazonino decidiu resgatar símbolos já utilizados por ele em outras campanhas, como o “A” estilizado e a abelha. Os vídeos, muitos utilizando a estética da rede social Tik Tok, têm sido divulgados regularmente em redes sociais e aplicativos de mensagens.

Agora, depois da divulgação do vídeo no final da tarde de ontem, deixou claro seu objetivo com a campanha de “resgate”. Ou, melhor posto, pré-campanha ao Governo do Estado.

Veja a íntegra do vídeo:

Texto: Omar Gusmão

Leia Mais:

Leia mais sobre Política

Wilson diz que é inocente e crê em absolvição em processo no STJ

Governador diz que agora terá oportunidade para apresentar defesa e provar que não teve participação no processo de compra de respiradores com valor superfaturado no Amazonas

20 de setembro de 2021

Mais uma: CMM dispensa licitação e contrata materiais de cozinha por R$ 17 mil

Até o dia 1º de setembro, os contratos sem licitação de David Reis na CMM já somavam mais de R$ 4,2 milhões, o que levou o Comitê de Combate à Corrupção a entrar em jogo.

20 de setembro de 2021

Criação da 1ª biblioteca pública virtual de Manaus é aprovada na CMM

Biblioteca Pública Virtual de Manaus Francisco Calheiros homenageia um dos grandes poetas que o Amazonas já teve, o amazonense Francisco Calheiros, que morreu de Covid-19.

20 de setembro de 2021

Pojeto que cria ‘Brechó da Construção’ segue para sanção do prefeito

Os produtos deverão ser recolhidos no local da doação e encaminhados a uma central de distribuição para classificação, armazenamento e entrega aos beneficiários.

20 de setembro de 2021

STJ acata denúncia da PGR, mas mantém Wilson no Governo do Amazonas

O processo envolve a compra de 28 respiradores por mais de R$ 2 milhões durante a segunda onda da Covid-19 no Amazonas. A denúncia conclui que o valor pago foi superfaturado.

20 de setembro de 2021

CMM reage mal à cobrança de oposicionistas contra ‘puxadinho’

Vereadores da base governista do prefeito David Almeida (Avante) na CMM provocaram Rodrigo Guedes e Amom Mandel que conseguiram na Justiça barrar o avanço da obra.

20 de setembro de 2021

Controlador-geral da União: Wagner Rosário depõe à CPI nesta terça

Ministro-chefe da Controladoria-Geral da União terá de responder porque o órgão tinha informações sobre a Precisa Medicamentos, mas não fez nada a respeito.

20 de setembro de 2021

Renan adia entrega do relatório final da CPI da Covid no Senado

Relator da Comissão Parlamentar de Inquérito (CPI) revelou que documentos apreendidos na Precisa Medicamentos ainda estão sendo analisados.

20 de setembro de 2021