fbpx

quarta, 21 de abril de 2021

Em plena pandemia, projetos de deputada priorizam a causa animal

Na sessão desta quarta-feira (24) quatro projetos da deputada Joana Darc (PL), com esse fim, foram retirados de pauta e ironizados pelos parlamentares.

24 de fevereiro de 2021

Compartilhe

Enquanto amazonenses padecem pela falta de insumos básicos na saúde, a deputada Joana Darc (PL) se preocupa em aprovar projetos de lei (PL) voltadas para a causa animal, o que agrada seu principal reduto eleitoral.

Nesta quarta-feira (24), durante a sessão plenária da Assembleia Legislativa do Amazonas (ALE-AM), quatro PLs da deputada relacionados ao assunto foram retirados de pauta com um tom de ironia na voz dos colegas.

Uma delas, subescrita por Saullo Vianna (PTB), definia o “Dia do Animal Sem Raça Definida” e foi esnobado no plenário. A presidente da Comissão de Meio Ambiente, Alessandra Campelo (MDB), em tom irônico disse que, por ela, a discursão não seria priorizada e a aprovação na comissão não debateu apenas se haveria ou não danos ambientais e “o mérito é outra história”.

Piada

O presidente da casa Roberto Cidade chegou a dar risada ao pedir ao relator da pauta a Comissão de Constituição e Justiça (CCJ), Delegado Péricles (PSL), os esclarecimentos solicitados por Sinésio Ramos (PT) e Belarmino Lins (MDB), sobre quais animais seriam comtemplados pela comemoração.

Eleita sob a pauta da defesa animal, Joana ao longo da sua legislatura estadual aprovou mais de 16 projetos com esse fim. Nesse ano, em plena pandemia, a deputada encaminhou R$ 200 mil em emendas impositivas para a compra de rações para cães e gatos.

Indignada

“É uma questão de saúde pública”, alegou a deputada sobre a iniciativa. Joana se disse indignada com a repercussão negativa que a questão animal vem recebendo. Segundo ela, a Covid-19 é um exemplo para o mundo compreender a importância do cuidado com a fauna, pois os animais sem cuidados podem transmitir doenças.

Recentemente, Manaus registrou casos de esporiose em gatos. A doença, causada por um fungo que além de afetar os felinos também pode ser transmitida para humanos. A cidade também registra uma grande quantidade de animais abandonados. Em um levantamento feito, a Ong Anjos de Rua estimou que aproximadamente  40 mil gatos e cachorros vivem em situação de rua.

Joana argumentou que o montante para a compra de ração é parte das emendas reservadas para o meio ambiente. Em sua defesa, ela apontou que no ano passado colaborou para a compra de cestas básicas para famílias carentes e repassou R$ 1 milhão para a saúde.

‘Preferem morrer de fome’

Sobre a destinação dos valores para os cuidadores de animais, ela considerou que a crise na pandemia prejudicou também renda dessas pessoas que são deixadas de lado pelo poder público. “Se for ver a vida dessas pessoas, elas preferem morrer de fome do que deixar os seus animais morrerem de fome”.

“Sim, está sendo feito em plena pandemia, mas não foi feito agora na pandemia não. E que bom que está sendo feito porque esses protetores e essas pessoas que cuidam de animais vão poder respirar, porque são pessoas também carentes, que passam fome e que vivem em condições inadequadas”, completou a deputada.

Os recursos das emendas foram repassados a Secretaria Estadual de Meio Ambiente (Sema) e em parceria com a Fundação Amazonas Sustentável (FAS) estão sendo distribuídos para os cidadãos cadastrados no Cadastro Estadual de Protetores e Cuidadores de animais de Manaus, Novo Airão e Manacapuru e Áreas Protegidas Estaduais (RDS Rio Negro, RDS Puranga).

Esse banco de dados está em funcionamento desde 2020 no Amazonas e dá base para o governo promover o repasse de dinheiro estadual e o estabelecimento de parcerias público-privadas no que diz respeito a cuidado com os bichos.

Leia mais:

Leia mais sobre Política

Sobre a ‘homenagem ao presidente’: ‘O momento não é de festejar nada’

Omar Aziz diz que não costuma questionar as decisões da Aleam, mas diz que o momento não é de festa e sim de focar todos os esforços no combate à Covid-19 no Amazonas.

21 de abril de 2021

“CPI da Covid vai fazer justiça e não vingança”, diz senador Omar Aziz

Presidente da CPI que vai investigar atos e omissões da União, estados e município durante a pandemia, Omar Aziz, falou com exclusividade ao Real Time1 nesta quarta-feira.

21 de abril de 2021

Abaixo-assinado pede revogação do título de Cidadão Amazonense de Bolsonaro

Documento foi criado pelo ex-vereador de Manaus, Waldemir José, na tarde desta quarta-feira (21). Iniciativa já conta com mais de 200 assinaturas em menos de 24 horas.

21 de abril de 2021

Movimentos sociais repudiam título de Cidadão do Amazonas a Bolsonaro

O documento, assinado por 40 entidades sociais do estado, lembra a tragédia ocorrida em janeiro no estado, quando centenas de amazonenses morreram devido à falta de oxigênio.

21 de abril de 2021

Contrário a título, Serafim classifica Bolsonaro como ‘inimigo do Amazonas’

Apesar do voto contrário de Serafim Corrêa, a concessão do título de Cidadão Amazonense a Bolsonaro foi aprovado com votos favoráveis de 19 dos 24 deputados estaduais.

21 de abril de 2021

Wilson Lima se reúne com ministro para tratar da compra de vacinas

Segundo o governador, é necessário avançar no processo de liberação pela Anvisa, para que a vacina possa vir para o Brasil. As tratativas são para doses da Sputink V.

21 de abril de 2021

Eduardo Girão faz campanha para tirar Omar da presidência da CPI

Senador cearense é da ala bolsonarista da Comissão Parlamentar de Inquérito da Covid, mas não aparenta ter força para tirar Omar Aziz do comando dos trabalhos.

20 de abril de 2021

Bolsonaro tem até quinta para sancionar lei de apoio a empregos

Com a aprovação do projeto, o Ministério da Economia anunciou que, destinará, nos próximos dias, R$ 10 bilhões para o BEm e até R$ 5 bilhões para o Pronampe.

20 de abril de 2021