fbpx

segunda, 01 de maro de 2021

‘Delivery está proibido’, orienta Associação de Bares e Restaurantes

Entidade destaca que dentro do período estipulado pelo governo, o funcionamento de restaurantes continua sendo para atendimento via delivery, take away, drive thru e balcão.

15 de janeiro de 2021

Compartilhe

Bares e restaurantes de Manaus cumpriram à risca as determinações no primeiro dia de vigência do decreto (Foto: Reprodução)

Após a publicação do Decreto n.° 43.282, que restringiu o funcionamento de serviços e circulação de pessoas entre 19h e 6h da manhã por 10 dias em todo o Amazonas, o presidente da Associação Brasileira de Bares e Restaurantes no Amazonas (Abrasel-AM), Fábio Cunha, orientou os associados sobre as novas regras de funcionamento do setor.

“A situação nos hospitais está fora de controle. Não há nada que o presidente da Abrasel possa fazer. Estamos orientando que se cumpra o Decreto. O delivery está proibido. É essa a orientação que a gente dá”, explica Cunha.

Ainda segundo a Abrasel, os bares e restaurantes de Manaus cumpriram à risca as determinações no primeiro dia de vigência do decreto.

Fábio Cunha acrescenta ainda que, dentro do período estipulado pelo governo (entre 6h da manhã e 18h59) o funcionamento continua sendo para atendimento exclusivamente via delivery, take away, drive thru e balcão.

Sobre o Decreto

O Decreto n.° 43.282, publicado nesta quinta-feira (14) pelo governador Wilson Lima (PSC), suspende todas as atividades não essenciais e circulação de pessoas no período entre 19h e 6h da manhã do dia seguinte.

De acordo com o texto, a restrição na circulação de pessoas em espaços e vias públicas, em todos os municípios do Estado do Amazonas, valerá por 10 dais, contados a partir da publicação do Decreto no Diário Oficial do Estado.

Entre as determinações do Decreto está a autorização para “serviços de entrega, exclusivamente de produtos farmacológicos, medicamentos e insumos médico-hospitalares

Um dos setores diretamente afetados pela medida foi o setor de alimentos, que já estava funcionando parcialmente, apenas nas modalidades de entrega ou balcão desde o dia 26 de dezembro.

Reportagem: Lucas Raposo

Leia mais:

Leia mais sobre Política

Vereador lança plataforma gratuita de educação política para a população

Inicialmente serão abordados assuntos como a Constituição Federal, a divisão dos poderes, a competência legal dos vereadores e como funcionam as eleições no Brasil.

1 de março de 2021

Defensoria Pública quer “delessários” de volta às atividades policiais

Wilson Lima (PSC) encaminhou à ALE-AM um novo Projeto de Lei para recolocar os delegados no cargo de comissários de polícia. O projeto não foi analisado por falta de quórum.

1 de março de 2021

Compra direta de vacinas terá tramitação rápida e fácil na Câmara Municipal de Manaus

Vereadores ouvidos pelo RealTime1 já se mostraram favoráveis a participação de Manaus no consórcio da Frente Nacional de Prefeitos para compra dos imunizantes.

1 de março de 2021

Ministério da Saúde tem um sério problema com registro de datas

Essa e outras notícias na coluna TEMPO REAL do portal RealTime1: Informação com credibilidade sobre política e os últimos acontecimentos do Amazonas.

1 de março de 2021

Senado debate lei que incentiva empresas a vacinar os trabalhadores

Projeto de lei garante as empresas incentivos fiscais para aquelas que por vontade própria adotem medidas para vacinar os trabalhadores delas

1 de março de 2021

Reunião com governadores pautará a PEC emergencial e socorro à saúde

A conversa do presidente da Câmara Federal, Artur Lira (PP-AL) com os chefes do executivo estadual vai de encontro as falas de Jair Bolsonaro (sem partido) nos últimos dias.

1 de março de 2021

Horário restrito deve causar aglomeração de praticantes nas academias de Manaus

A avaliação é de vereadores de Manaus que não concordam com o horário estabelecido pelo Governo. Eles defendem que o horário seja ampliado.

1 de março de 2021

Ministério Público dá posse aos novos membros do Conselho Superior

Novos conselheiros serão responsáveis pelas ações administrativas do Ministério Público do Estado do Amazonas e também pela discussão de diretivas internas

1 de março de 2021