fbpx

sexta, 20 de maio de 2022

David lança pacote de obras ambicioso em Manaus com recurso de R$ 1,2 bi

Pacote bilionário anunciado pelo prefeito terá investimentos em áreas, como infraestrutura, habitação, mobilidade urbana, saúde, educação e será executado em 19 meses.

17 de junho de 2021

Compartilhe

Chefe do Executivo Municipal prometeu um crescimento econômico e social nos dois primeiros anos da sua gestão (Foto: Divulgação)

Como se ainda estivesse em campanha eleitoral, o prefeito David Almeida (Avante) lançou, na manhã desta quinta-feira (17), o programa mais ambicioso da sua gestão até o momento, o “Mais Manaus”. Prometendo levar a capital a um ‘boom’ econômico e social em 19 meses, o chefe do Executivo Municipal anunciou dezenas de obras e ações nas áreas de infraestrutura, habitação, mobilidade urbana, saúde, educação e entre outras, com um aporte total de R$ 1,2 bilhão.

O orçamento bilionário para executar o “Mais Manaus”, conforme Almeida, é proveniente de recursos próprios da Prefeitura, de empréstimos autorizados pela Câmara Municipal (CMM), de verba do Governo do Estado, de emendas parlamentares da bancada do Estado no Congresso Nacional e também de convênios com o Governo Federal. Apenas em obras de infraestrutura [R$ 438 milhões] e urbanização [R$ 407 milhões], serão gastos R$ 845 milhões, cerca de 70,4% do custo previsto de todo o programa. 

“Esse plano e apresentação de investimentos que estamos fazendo é exatamente em função daquilo que nós fizemos [prometemos] na campanha: de mudar a história da cidade de Manaus em todos os aspectos”, exaltou David Almeida, que até a construção de um mirante com teleférico [Mirante da Ilha] prometeu. “Esses recursos já estão disponíveis no caixa da Prefeitura. Isso não é um sonho é uma realidade que está próxima de ser concretizada”

E antes de elencar parte do “pacotão” de obras que a Prefeitura de Manaus colocará com urgência em prática, o prefeito voltou afirmar que o início da sua gestão foi impactada pelos efeitos da segunda onda da pandemia da Covid-19 na cidade e mais recentemente pela enchente histórica registrada neste ano.

“Nos dois primeiros meses, trabalhamos para nos livrar da pior crise sanitária mundial”, lamentou Almeida. “Acredito que [Manaus] foi a cidade do Brasil que mais sofreu na chamada segunda onda. Essa segunda onda veio explodir exatamente com uma semana de administração minha e do [Marcos] Rotta (vice-prefeito de Manaus) e dos secretários [municipais]”, completou.

Empregos e educação

De cara, o prefeito David Almeida afirmou que o programa “Mais Manaus” gerará mais de mais de 60 mil empregos diretos e indiretos na capital. Na educação será investido R$ 80 milhões, que são o aporte do Governo do Amazonas. A retomada das obras em seis creches e a construção de novas três creches; e ampliação e reforma de escolas e a construção de mais três escolas municipais. 

Habitação

Já na habitação, a Prefeitura de Manaus construirá mil apartamentos com uma verba de R$ 110 milhões, oriunda de emendas do senador Omar Aziz (PSD), que David Almeida fez questão de destacar.

Feiras e mercados

Nas feiras e mercados, o investimento será de R$ 35 milhões para as obras de construção de duas novas feiras e a inauguração de duas feiras itinerantes, além das reformas de 25 feiras, da Galeria Popular e da Feira Itinerante. 

Infraestrutura 

Em relação à infraestrutura da cidade, Almeida revelou uma despesa de R$ 438 milhões, sendo o setor que irá abocanhar a maior parte do orçamento do programa “Mais Manaus”.

As obras englobam: complexos viários na Bola do Produtor e na Arena da Amazônia; interligações viárias da Avenida Brasil com a Avenida Coronel Teixeira e da Rua Barão de Rio Branco a Avenida das Torres, com duas passagens de nível; recuperação de 10 mil ruas; reforma de 100 praças esportivas; reforma e adequação do Distrito de Micro e Pequenas Empresas (DIMICRO); e requalificação urbana dos igarapés dos bairros São Lázaro, Redenção e Colônia Oliveira Machado, com construções de muros e taludes, serviços de drenagens, contenções e galerias.

Mobilidade urbana

Para a mobilidade urbana, a Prefeitura de Manaus gastará R$ 49 milhões na construção do Terminal de Integração 7 (T7), do bairro Galiléia, reforma de 20 plataformas e 26 terminais de ônibus em bairros; instalação de semáforos inteligentes; novas sinalizações viárias; construção de passarelas; e a correção da ciclofaixa na Ponta Negra, em parceria com o Exército através do Batalhão de Engenharia e Construção.

Saúde

Sobrecarregada durante a segunda onda da pandemia em Manaus, a saúde básica terá um investimento de R$ 129 milhões do Poder Executivo Municipal. No plano de obras, a construção de três Unidades Básicas de Saúde (UBS) porte IV [destinada e apta a abrigar, no mínimo, 4 equipes de Atenção Básica]; reforma e ampliação de sete UBS; e mais a reforma de 68 UBS.

“Em um ano [queremos] estar entre as melhores saúde básica do país”, disse o prefeito David Almeida, que implantará tecnologia de Israel.

Urbanização

Com investimento de R$ 407 milhões para obras de revitalização do Centro Histórico de Manaus; construção do Mirante da Ilha com teleférico, no antigo prédio da concessionária Amazonas Energia, na Avenida Sete Setembro, no Centro; requalificação do parque da Ponta Negra; recuperação dos parques do CSU, Lagoa do Japiim e Cidade da Criança; integração de novo modelo de Parque Integrado com a Ponte dos Bilhares, com parceria com a iniciativa privada.

O prefeito anunciou também a regularização fundiária de aproximadamente 20 mil lotes urbanos; a arborização e jardins suspensos nas vias urbanas; Centro de Produção de Mudas e construção do Parque Municipal Sauim Castanheiras; instalação do pórtico da cidade de Manaus; construção do Museu da Zona Franca de Manaus, com recursos federais da Suframa; revitalização urbanística do PIM, com 17 km de ciclovia no Distrito Industrial.

Texto: Diogo Rocha

Leia Mais:

Leia mais sobre Política

Bolsonaro ataca o STF, e Moraes fala em luta contra antidemocráticos

Bolsonaro também afirmou que as Forças Armadas foram convidadas a participar do processo eleitoral e que suas observações "não vão ser jogadas no lixo".

19 de maio de 2022

Em pré-campanha, Arthur busca apoio de influenciadores digitais

O ex-prefeito reuniu com influenciadores digitais do Amazonas, que já o apoiaram durante sua gestão na Prefeitura. A ideia é ampliar sua rede de apoio nas redes sociais.

19 de maio de 2022

‘Não vou dar mole para essa empresa’, diz Sinésio sobre AM Energia

Ao comentar decisão que libera a AM Energia a instalar medidores, Sinésio afirma que os aparelhos são vergonhosos e que não vai deixar a empresa livre para cometer abusos.

19 de maio de 2022

João Pedro ‘bate o pé’ e lança seu nome ao Senado pelo PT-AM

O ex-senador afirmou que irá registrar candidatura ao Senado, contrariando Sinésio Campos, que afirmou que o PT não terá candidato ao posto para apoiar Omar Aziz.

19 de maio de 2022

General Franklimberg quer levar experiência militar para Aleam

Filiado ao União Brasil, o militar colocou seu nome à disposição da sigla para tentar uma vaga na Asembleia. Ele ajudou a atual gestão durante o período de transição.

19 de maio de 2022

Populares reagem a vídeo de Amazonino dizendo não ter dinheiro; confira

Depois de quatro mandatos como governador e três como prefeito, Amazonino Mendes disse, em vídeo, não ter dinheiro. O ex-governador quer voltar a chefiar o Estado.

19 de maio de 2022

Homeschooling: Átila, Bosco, Alberto Neto e Pablo dizem sim à educação domiciliar

A bancada do Amazonas na Câmara ficou dividida na votação do homeschooling. Os destaques do texto-base serão votados nesta quinta e depois segue para o Senado.

19 de maio de 2022

‘Gestor tem que ser jovem, andar e estar perto do povo’, diz Liliane Araújo

Liliane Araújo é a nova entrevistada da série do Real Time 1 com os pré-candidatos para a Câmara dos Deputados em Brasília onde faz a defesa de suas bandeiras.

19 de maio de 2022