fbpx

terça, 25 de janeiro de 2022

Conta de luz longe de baixar: crise hídrica não acaba em 2021

Dados apontam que o nível das represas seguirá diminuindo até dezembro, podendo fechar o ano com menos de 10% da capacidade total. Conta de luz não deve baixar tão cedo.

6 de setembro de 2021

Compartilhe

O que já está ruim pode ficar ainda pior (Foto: Reprodução)

A crise hídrica não será superada até o final deste ano, segundo o Ministro de Minas e Energia, Bento Albuquerque. A conta de luz, portanto, também não deve baixar tão cedo. O ministro afirmou também que o presidente Jair Bolsonaro foi notificado da situação energética do país em outubro de 2020 numa reunião com representantes da Agência Nacional de Energia Elétrica (Aneel) e da Eletrobrás.

“Evidentemente, nós não estamos preocupados só com 2021. Mas também com 2022, 2023, 2024. Porque os nossos reservatórios estão em níveis baixos e ficarão ainda mais baixos até o fim do ano. As coisas não vão se resolver em dezembro, muito menos em abril de 2022”, disse o ministro durante a entrevista.

Dados do Operador Nacional do Sistema Elétrico (ONS) apontam que o nível das represas do Sudeste e Centro-Oeste seguirá diminuindo até dezembro, e podem fechar o ano com menos de 10% de água da capacidade total.

De acordo com o ministro, o mês de setembro será decisivo para avaliar o resultado das medidas tomadas pelo governo em agosto, como a criação da bandeira da escassez hídrica e as campanhas de diminuição do consumo, sobretudo em horários de pico. Novos reajustes na conta de luz podem voltar a ser considerados ainda este ano.

“Se a demanda não reduzir, ou se o programa de resposta da demanda não corresponder à expectativa de reduzir o consumo na ponta (pico), vamos ter que trabalhar na oferta, na ampliação da geração”, explicou. Para quem achou que a conta de luz não poderia ficar mais alta, eis a má notícia.

Texto: Com informações do Portal Congresso em Foco

Leia mais:

Leia mais sobre Política

Reviravoltas e confirmações fortalecem chapa do Avante para Câmara

Partido do prefeito David Almeida, Avante tem praticamente fechada a lista dos candidatos que disputarão uma vaga na Câmara Federal na acirrada eleição de outubro deste ano.

25 de janeiro de 2022

Wilson Lima entrega itens para agricultores e promete novo terminal pesqueiro

O governador entregou mais de 16 mil sementes, kits para seringueiros e serrarias portáteis. Durante a entrega Wilson Lima prometeu construir o novo terminal pesqueiro.

25 de janeiro de 2022

Amazonino Mendes anuncia que testou positivo para o novo coronavírus

Ex-govenador e pré-candidato nas eleições deste ano, Amazonino Mendes informou que está com Covid-19 e já iniciou o período de isolamento social sob orientação médica.

25 de janeiro de 2022

Guru do governo Bolsonaro, Olavo de Carvalho morre nos Estados Unidos

Escritor e ex-astrólogo, Olavo de Carvalho foi classificado pelo presidente Jair Bolsonaro como "farol para milhões de brasileiros". A morte foi anunciada pela família.

25 de janeiro de 2022

Ciro Gomes volta a acenar a Marina Silva para vice-presidência

Pré-candidato à Presidência pelo PDT, Ciro voltou a dizer que gostaria de Marina Silva (Rede) com ele em uma chapa, ao mesmo tempo em que atacou Lula e Bolsonaro.

25 de janeiro de 2022

‘Muito acima do necessário’, diz Zé Ricardo sobre Fundão de R$ 4,9 bi

Zé Ricardo disse que é a favor do financiamento público de campanha, mas defendeu que a quantia fosse calculada com base na eleição anterior, resultando em um valor menor.

25 de janeiro de 2022

Governo do AM vai lançar pacote de R$ 1,5 bilhão em investimentos

O governador Wilson Lima anunciou que 87% das promessas de campanha já foram cumpridas e a meta é que até dezembro deste ano 100% das promessas sejam cumpridas.

25 de janeiro de 2022

Governo investe R$ 3,8 milhões para levar água potável à população de Maraã

No município, a água é captada por meio de 17 poços submersos, sendo que 13 estão ativos e quatro inativos. O investimento de R$ 3,8 milhões será usado para tratar os poços.

25 de janeiro de 2022