fbpx

terça, 15 de junho de 2021

CPI quebra sigilos de Marcellus Campelo e dois ex-ministros de Bolsonaro

Ex-secretário de Saúde teve os sigilos telefônico e telemático (internet) quebrados pelos senadores, que esperam pelo depoimento dele na próxima terça-feira.

10 de junho de 2021

Compartilhe

Ex-secretário já é investigado pela Polícia Federal e poderá pedir um habeas corpus ao STF para não depor na próxima semana (Foto: Reprodução)

A Comissão Parlamentar de Inquérito da Covid-19 aprovou, nesta quinta-feira (10), a quebra dos sigilos telefônico e telemático (internet) do ex-secretário de Estado da Saúde, Marcellus Campêlo, que tem depoimento previsto para a próxima terça-feira (15). Também tiveram estes tipos de sigilos quebrados os ex-ministros da Saúde, Eduardo Pazuello; e das Relações Exteriores, Ernesto Araújo, além do ex-secretário-executivo da Saúde, Élcio Franco, que prestou depoimento ontem (9).

Os senadores também aprovaram a convocação do ministro-chefe da Controladoria-Geral da União, Wagner Rosário; e o primeiro pedido de acareação, que será feita entre a médica Luana Araújo e a enfermeira Francielle Fancinatto.

Justificativa para acareação

Luana ocupou informalmente por 10 dias a recém criada Secretaria Nacional de Enfrentamento à Covid, mas não teve a nomeação dela referendada nas instâncias políticas do governo Jair Bolsonaro (sem partido). Francielle é a coordenadora do Programa Nacional de Imunização.

Essa acareação vai servir para tirar dúvidas dos senadores sobre uma nota técnica assinada por Francielle, autorizando a vacinação em mulheres grávidas com a vacina AstraZeneca, embora a bula deste imunizante não recomende este uso. Em depoimento na CPI, Luana Araújo disse que foi contra a nota técnica, que foi emitida mesmo assim pelo Ministério da Saúde.

Sigilos bancários

Na mesma direção, os senadores também aprovaram requerimentos quebrando sigilos bancários para seguir o que chamaram de “trilha do dinheiro”. Entre os que tiveram este tipo de sigilo quebrado estão a secretária de Gestão do Trabalho e da Educação na Saúde do Ministério da Saúde, Mayra Pinheiro, a “Capitã Cloroquina”; o assessor especial da Presidência da República, Filipe G. Martins; e das empresas PPR, Profissionais de Publicidade Reunidos, Kalia Propaganda e Marketing, Y2 e Artplan. As três últimas, que prestam serviço para Secretária de Comunicação da Presidência da República, também tiveram aprovados as quebras de sigilo telefônico e telemático

Confira a lista de outros que tiveram sigilos quebrados

Carlos Wizard Martins;

José Hardman Araújo;

Túlio Silveira;

Paolo Zanoto;

Luciano Dias Azevêdo;

Hélio Angotti Neto;

Francisco Ferreira Filho;

Francisco Emérson Maximiano;

Flávio Werneck;

Camille Saketi;

Arnaldo Medeiros;

Alexandre Figueiredo Costa e Silva;

Associação Dignidade Médica de Pernambuco.

Esse grupo de pessoas são ligadas ao chamado gabinete paralelo de aconselhamento do presidente Jair Bolsonaro para o enfrentamento da pandemia, grupo que seria liderado pelo deputado federal Osmar Terra (MDB-RS) e pelo ex-assessor da presidência Arthur Weintraub.

Leia Mais:

Leia mais sobre Política

Prefeita e ex-secretário de Coari são denunciados pelo MPAM

De acordo com o MPAM, há indícios de uso do programa social 'Direito a Cidadania' para fins eleitoreiros, devido à possibilidade das Eleições suplementares no município.

14 de junho de 2021

Wizard poderá ser levado à CPI por condução coercitiva, caso falte na quinta

Caso o empresário não compareça, o auditor do TCU, Alexandre Figueiredo Costa Silva Marques, estará de sobreaviso para antecipar depoimento à comissão investigadora.

14 de junho de 2021

Entusiasmo de governador e prefeito esbarra na vontade da população

Essa e outras notícias na coluna TEMPO REAL do portal RealTime1: Informação com credibilidade sobre política e os últimos acontecimentos do Amazonas.

14 de junho de 2021

PEC da Guarda Municipal avança, mas sem trechos inconstitucionais

A proposta para regulamentação da Guarda Municipal armada no Amazonas tramita em regime de urgência na Assembleia Legislativa e deve entrar em pauta nesta quarta-feira (16).

14 de junho de 2021

Supremo abre crise na CPI com decisões divergentes sobre sigilos

Analisando casos de quebras dos sigilos telefônico e telemático, Luís Roberto Barroso, Alexandre de Moraes e Ricardo Lewandowski tomaram decisões bastante diferentes.

14 de junho de 2021

Parceria com David na imunização vai ter ‘bis’ nos próximos dias, diz Wilson

Governador e prefeito comemoraram os números alcançados na ação do final de semana e agradeceram aos profissionais da saúde envolvidos na operação.

14 de junho de 2021

Depoimento de Marcellus Campêlo pode evidenciar omissões de Bolsonaro

O ex-secretário de Saúde do Amazonas deve ser questionado acerca da crise de oxigênio vivida em janeiro e da imposição do tratamento precoce pelo Ministério da Saúde.

14 de junho de 2021

Deputados levam indícios de crime de responsabilidade de Bolsonaro ao TCU

Os dados foram apresentado pelo deputado Elias Vaz (PSB-GO) também à CPI da Covid. O desvio de valores destinados a publicidade seriam de R$ 52 milhões.

14 de junho de 2021