fbpx

domingo, 14 de agosto de 2022

Comissão de Meio Ambiente analisa projeto que libera caça esportiva

Projeto que regulamenta a caça esportiva no Brasil mira na proliferação do "javaporco", única espécie cuja caça é autorizada, mas ambientalistas temem a "passada da boiada".

14 de dezembro de 2021

Compartilhe

Javaporcos são o resultado da cruza entre javalis selvagens e porcos urbanos. A espécie se reproduziu de maneira descontrolada no interior de São Paulo e se tornou alvo dos caçadores (Foto: Reprodução)

A presidente da Comissão de Meio Ambiente da Câmara Federal, deputada Carla Zambelli (PSL/SP), pautou para análise do colegiado, nesta terça-feira (14), o projeto de lei 5544/20, que autoriza a caça esportiva no Brasil.

A iniciativa é do deputado Nilson F. Stainsack (PP-SC) e traz como justificativa a necessidade de regulamentar a atividade e conter a proliferação de espécie que ofereça riscos sanitários a população.

Ambientalistas, contudo, defendem que a proposta abre a temporada de caça generalizada no país.

A justificativa do projeto mira nos javalis selvagens que cruzaram, no interior de São Paulo, com porcos comuns e criou uma subespécie urbana, popularmente chamada de “javaporco”, que dissemina pragas urbanas, como o carrapato.

Por conta disso, o abate deste animal é o único que é autorizado pelo Instituto Brasileiro do Meio Ambiente e dos Recursos Naturais Renováveis (Ibama).

O que diz o projeto

O projeto regulamenta a prática da caça esportiva de animais no Brasil, envolvendo atos de perseguição, captura e abate. Segundo o texto, para atuar como caçador esportivo, o interessado deve ter mais de 21 anos, ser registrado como Colecionador, Atirador e Caçador (CAC) e possuir licença de caça, que terá validade de três anos e será emitida por órgão federal de meio ambiente.

Atualmente, por ser espécie exótica, invasora e com grande poder reprodutivo, adaptativo e predatório, apenas o javali tem a caça permitida no Brasil.

O que pensa um ambientalista

Para o ecologista da Universidade Federal do Amazonas Marcelo Gomes, o risco de se abrir a porteira para a caça esportiva no Brasil é grande, bastando para isso alguém acusar uma espécie de estar em superpopulação ou disseminando doenças.

“Jacarés da Amazônia e do Pantanal são os próximos alvos de quem defende este tipo de regulamentação”, prevê o ambientalista.

“Quem vai defender uma espécie predadora como essa? Ninguém, todo mundo vai querer sair matando jacaré por aí. Essa lei é uma inconsequência e está inserida na loucura deste governo de armar ainda mais a população”, completou Marcelo.

“A proibição da caça no Brasil não parece oferecer ganhos práticos em relação à conservação das espécies e manutenção de habitats. A falta de regulamentação e a aversão ao tema, que é extremamente polarizado, retira a possibilidade do Estado brasileiro conhecer a realidade da fauna, suas limitações e possibilidades de manejo”, responde o autor do projeto.

Texto: Gerson Severo Dantas

Leia Mais:

Leia mais sobre Política

TRE-AM dá nome a cartório eleitoral de indigenista assassinado em Atalaia do Norte

O pleno do TRE-AM reconheceu, por unanimidade, colaboração do indigenista Bruno Pereira, assassinado em junho no Vale do Javari, par a instalação de novas seções eleitorais.

13 de agosto de 2022

Michelle assume protagonismo na marcha para Jesus com evangélicos

Durante a marcha, presidente falou em 'luta contra o comunismo' e convocou população para ato em Copacabana no Sete de Setembro.

13 de agosto de 2022

Wilson adere ao TikTok para ampliar comunicação com eleitores

Wilson Lima anuncia adesão ao TikTok convocando seguidores e fazendo dancinha, para buscar o eleitorado mais jovem, maioria dos perfis do aplicativo.

13 de agosto de 2022

Com medo de rejeição, aliados escondem Bolsonaro nas redes sociais

Aliados oficiais do PL não mencionaram o mandatário nenhuma vez no atual semestre. Dos 27 palanques que Bolsonaro já garantiu, 10 não fazem menção a ele nas redes sociais.

13 de agosto de 2022

Floração dos ipês cria disputa entre os aliados Arthur e Amazonino na web

A floração dos ipês deu destaque às plantas nas redes sociais e os ex-prefeitos - e aliados de momento - aproveitaram para tentar associar seus nomes à autoria do projeto.

13 de agosto de 2022

Chico Preto pede registro de candidatura avulsa ao Senado

Ex-vereador deverá enfrentar dificuldade para obter registro por fora da coligação de apoio ao governador Wilson Lima, que escolheu coronel Menezes como candidato ao Senado.

13 de agosto de 2022

Prazo para pedir voto em trânsito termina na próxima quinta

Requerimento para votar em trânsito precisa ser feito presencialmente, em qualquer cartório eleitoral, sem necessidade de agendamento para o primeiro, o segundo ou ambos.

13 de agosto de 2022

Carol Braz quer destinar 30% dos cargos do Governo aos jovens

Carol Braz apresentou propostas para o incentivo dos jovens ao primeiro emprego e oferta de cargos comissionados para este público, caso seja eleita governadora.

12 de agosto de 2022