fbpx

sexta, 23 de julho de 2021

Com menos comida no prato, brasileiro está mais insatisfeito com o governo

A mesma pesquisa que indica mais brasileiros insatisfeitos com a gestão do presidente Jair Bolsonaro, mostra também que a percepção de aumento de preços é maior.

3 de julho de 2021

Compartilhe

Itens como o óleo e o café tem elevado o preço da cesta básica e mudado hábitos do consumo no país (Foto: reprodução)

O descontrole da inflação no governo do presidente Jair Bolsonaro pode estar relacionado com o aumento da insatisfação do brasileiro com a sua gestão. Dados do Instituto Ideia para a revista Exame mostram que na mesma pesquisa em que presidente foi avaliado como ruim ou péssimo por 54% dos brasileiros, 71% dos cidadãos têm sentido os impactos da inflação no dia a dia.

A percepção do aumento dos preços no país em razão da inflação é vista, principalmente, na hora de fazer as compras do mês. Esse quadro fica claro, quando o Ideia revela que 86% dos entrevistados citaram alimento e bebidas como setor com maior percepção do aumento nos preços. Outro fator que tem pesado no bolso é são os combustíveis indicado por 79% dos respondentes e a conta de energia elétrica por 77%.

“Quando olhamos o segmento de renda média e alta, eles têm sido bastante afetados por esses dois itens e também pelos combustíveis. É interessante notar que, comparada com as pesquisas anteriores, a energia elétrica tem se colocado em uma percepção de aumento de preço bastante relevante para a opinião pública”, diz Maurício Moura, fundador do Idea.

Para tentar equilibrar os gastos, 63% dos brasileiros precisaram mudar seus hábitos de consumo de alimentos por conta do aumento inflacionário. O preço da cesta básica no Brasil cresceu de 20 a 30% no Brasil nós últimos 12 meses. Preço esse elevado principalmente pelo preço do óleo de cozinha dependente das commodities de soja e do café que também direcionada sua produção para o exterior.

Já os combustíveis como a gasolina, mais utilizada em carros de passeio, obteve um crescimento de R$ 0,15 somente no mês de junho . A energia elétrica por sua vez, teve um aumento de 52% na bandeira vermelha devido a seca nas regiões Sul, Sudeste e Centro-Oeste.

Texto: redação

Leia mais:

Leia mais sobre Política

Wilson Lima quer ‘transformar Amazonas’ com 13 projetos do Educa+

Abrangendo 13 projetos, o Educa+ busca transformar a educação em todos os 62 municípios com o intuito de formar estudantes com pensamentos mais críticos.

23 de julho de 2021

E-mails da Saúde atestam que Manaus serviu como ‘cobaia’ na pandemia

Documentos encaminhados a CPI da Covid mostram que Ministério mandou 11 médicos para Manaus no auge da segunda onda com a missão de disseminar uso do tratamento precoce.

23 de julho de 2021

Joice Hasselman é agredida e recebe solidariedade da bancada feminina

Deputada federal por São Paulo revelou que sofreu um possível 'atentado' enquanto assistia séries de televisão na sala do apartamento funcional onde mora em Brasília.

23 de julho de 2021

Criação de leis relacionadas à pandemia não foi prioridade na Aleam

Mesmo com 12% dos projetos de lei apresentados pelos deputados estaduais tratando de temas relacionados à pandemia, apenas seis deles foram transformados em Lei.

22 de julho de 2021

Flávio Bolsonaro é vacinado no Rio e agradece ao pai ‘negacionista’

Após publicar, em janeiro, post em rede social dizendo que não se vacinaria, filho do presidente foi, nesta quinta-feira, a um posto de saúde e recebeu a dose da AstraZeneca.

22 de julho de 2021

Parceria entre Governo e Infraero vai modernizar aeródromos do AM

Há 13 aeródromos em oito calhas do Amazonas. Haverá a execução de projetos, captação de recursos e fiscalização de obras aeroportuárias no Estado.

22 de julho de 2021

Tenente do Exército fala em ‘meter fogo’ em índios isolados no AM

"Vocês têm de cuidar dos índios isolados, porque senão eu vou, junto com os marubos, meter fogo nos isolados”, disse Henry, durante reunião na aldeia Paulinho.

22 de julho de 2021

Guedes: Onyx e Nogueira melhoram laços de Bolsonaro com Senado

O anúncio dos nomes de Lorenzoni e Nogueira para comandar as duas pastas foi feito nesta quinta-feira pelo presidente Jair Bolsonaro.

22 de julho de 2021