fbpx

sábado, 24 de julho de 2021

‘Caguei pra CPI’, diz Bolsonaro ao negar resposta às acusações de Luís Miranda

Nesta quinta-feira, durante live semanal, o presidente Jair Bolsonaro disse que não irá dar resposta à CPI da Covid sobre acusações de Luis Miranda sobre contratos da Covaxin

9 de julho de 2021

Compartilhe

O presidente é acusado de prevaricação, após os irmãos Miranda revelarem que ele sabia do esquema para contratos com a Covaxin (Foto: reprodução)

O presidente da República disse, nesta quinta-feira (08), que não vai responder à carta da Mesa Diretora da Comissão Parlamentar de Inquérito (CPI) da Covid para que ele confirme ou negue as acusações do deputado Luis Miranda (DEM-DF) sobre o possível esquema para a compra a vacina da Covaxin.

Em sua live semanal, Jair Bolsonaro indicou que não cooperará com a comissão de senadores, e acusou o relator da comissão, Renan Calheiros (MDB-AL) de estar alinhado a seu principal opositor nas eleições de 2022. “Você sabe qual é a minha resposta, pessoal? Caguei. Ca-guei para a CPI”, respondeu o presidente.

“Eu não vou responder nada pra esses caras”, disse Bolsonaro, acompanhado do ministro da Ciência e Tecnologia, Marcos Pontes. “Eu não vou responder nada para este tipo de gente, em hipótese alguma, que não estão preocupados com a verdade. Eles querem desgastar o governo porque…o Renan, por exemplo, é aliadíssimo do Lula, à volta do Lula a qualquer preço. Por isso, não vou responder CPI para esses caras.”

O desafio para esclarecimentos do presidente foi feito pelo senador Omar Aziz (PSD), em resposta aos ataques feitos pelo presidente Jair Bolsonaro (sem partido). O vice-presidente, senador Randolfe Rodrigues (Rede-AP), e o relator, senador Renan Calheiros (MDB-AL) enviaram uma carta ao Palácio do Planalto pedindo que Bolsonaro respondesse se o deputado federal Luís Miranda mentiu na CPI.

Com informações do Congresso em Foco

Leia mais:

Leia mais sobre Política

CPI atuou ’em todas as angústias do povo brasileiro’ avalia Confúcio

24 de julho de 2021

Bancada gastou R$ 5,2 milhões com verba de gabinete em Brasília

Verba é destinada para a contratação de funcionários diretamente por cada um dos deputados do Amazonas em Brasília ou em escritórios montados no Estado.

24 de julho de 2021

Aleam concede 28 autorizações de viagens no recesso parlamentar

Após o início do recesso parlamentar a Aleam autorizou o pagamento de viagens e diárias para servidores da Casa. Destinos no Sul e Sudeste e Tabatinga foram os preferidos.

23 de julho de 2021

Luis Miranda chora após fim da parceria entre Precisa e Bharat Biotech

Chorando, o deputado Luis Miranda questionou ser chacota dos colegas e estar no conselho de Ética após depoimento à CPI da Covid-19.

23 de julho de 2021

David prorroga ‘Auxílio Manauara’ e amplia para outras 410 famílias

A prorrogação do auxílio será por mais três meses e foi anunciada nesta sexta-feira (23) pelo prefeito de Manaus, David Almeida. Benefício vai comtemplar mais 410 famílias.

23 de julho de 2021

Bi Garcia confirma propostas para ser candidato a vice-governador

Embora esteja focado na administração municipal, o prefeito de Parintins, Bi Garcia, disse que tem avaliado propostas para compor uma chapa como vice-governador nas eleições.

23 de julho de 2021

Deputado quer auxílio para catadores no valor de R$ 275, no AM

Estudo apresentado pelo parlamentar estima que catadores são responsáveis pela coleta de 90% de tudo que é reciclado hoje no país e que a categoria trabalha em meio ao risco.

23 de julho de 2021

Lideranças do DEM e do PP no Amazonas divergem sobre ‘superpartido’

Enquanto Pauderney Avelino (DEM) nega a fusão entre os partidos, Belarmino Lins (PP) não descarta a possibilidade de criação do 'superpartido'.

23 de julho de 2021