fbpx

sábado, 08 de maio de 2021

Braga é indicado pelo MDB à CPI da Covid e está de olho em relatoria

Essa e outras notícias na coluna TEMPO REAL do portal RealTime1: Informação com credibilidade sobre política e os últimos acontecimentos do Amazonas.

13 de abril de 2021

Compartilhe

O MDB já bateu martelo: os senadores Eduardo Braga e Renan Calheiros são os indicados pelo partido para compor a CPI da Covid, tão temida pelo presidente Jair Bolsonaro. O senador Jader Barbalho seria o indicado do partido para ser suplente. De olho na vaga de relator da CPI, Eduardo Braga já fez declarações elencando pelo menos dois motivos para que a relatoria fique com o MDB e, mais especificamente, com o próprio senador. Um dos motivos é o fato de que o partido é detentor da maior bancada no Senado. O outro, segundo o senador Eduardo Braga, é que o fato determinado da CPI é o Amazonas.

___

REVANCHE

O interesse do MDB na relatoria da CPI é apontado por analistas como uma atitude revanchista por conta das últimas eleições à presidência do Senado. Na ocasião, a legenda reivindicava para si o direito de presidir a Casa, sob o mesmo argumento de que tem a maior bancada, com 15 senadores. Com o apoio do Palácio do Planalto, o MDB viu seus planos derreterem e teve de retirar a candidatura da senadora Simone Tebet. O próprio Braga chegou a ser cotado para concorrer à presidência do Senado pelo MDB.

___

UM INTERESSE A MAIS

Para Eduardo Braga, ser relator da CPI da Covid tem pelo menos um interesse a mais: as eleições 2022. Sempre lembrado como um dos principais adversários da reeleição do governador Wilson Lima (PSC) no ano que vem, Braga teria a oportunidade de atingir o adversário já este ano, uma vez que, mesmo que a CPI não estenda sua investigação aos estados e municípios, a atuação do Governo Federal na pandemia passa invariavelmente pela crise do oxigênio no Amazonas.

___

MAIS UM AMAZONENSE

Dono da segunda maior bancada no Senado, o PSD também já sinalizou quem deve indicar para compor a CPI da Covid: Omar Aziz e Otto Alencar, os dois senadores do partido que assinaram o requerimento da CPI. Seria mais um senador da bancada do Amazonas na CPI. Omar Aziz, entretanto, tem sido um aliado do governo Wilson Lima até agora. Ao contrário de Eduardo Braga, que pretende assumir o governo no lugar de Wilson, Omar Aziz vai concorrer à reeleição pro Senado em 2022 e pode até compor chapa com o atual governador.

___

ISOLADOS

Cada vez mais isolados em seu discurso de oposição sistemática ao governo Wilson Lima, os deputados estaduais Wilker Barreto e Dermilson Chagas, ambos do Podemos de Amazonino Mendes, foram os únicos a assinar até agora o pedido de CPI da Pandemia na Assembleia Legislativa do Amazonas (Aleam). Wilker ameaçou voar até Brasília para levar o material que tem até o senador Eduardo Girão (Podemos-CE), pedindo desculpas e acusando seus colegas da Aleam de omissão.

___

SOBE E DESCE

O Amazonas volta a surgir em primeiro lugar em um ranking relativo à vacinação no Brasil. Desta vez, contudo, o primeiro lugar é negativo. Com 31% é o Estado onde mais pessoas estão com a segunda dose da vacina atrasada. Levantamento feito pelo Ministério da Saúde aponta que, em todo o Brasil, são 1,5 milhões de pessoas que deixaram de tomar a segunda dose da vacina. O resultado do primeiro lugar em abstenção da segunda dose é que o Amazonas caiu mais duas posições no ranking da vacinação. Agora é o 7º estado que mais vacinou no Brasil.

____

IRÔNICO

Poucos depois do grupo francês Vinci Airports arrematar o Aeroporto Internacional Eduardo Gomes e anunciar que pretende transformá-lo no primeiro hub internacional do País, a França anunciou que suspendeu todos os voos com o Brasil até novas ordens. Chega a ser irônico. O motivo da suspensão dos voos é o medo da nova variante do coronavírus, a P1. O anúncio foi feito nesta terça-feira pelo primeiro-ministro Jean Castex, na Assembleia Nacional.

___

SEIS MÃOS

O deputado estadual Serafim Corrêa (PSB) comemorou a decisão da ministra do STF Rosa Weber que, atendendo pedido do PSB, suspendeu trechos dos quatro decretos sobre porte e posse de arma editados pelo presidente Jair Bolsonaro em fevereiro. “Para que alguém precisa de seis armas? Ele só tem duas mãos. Isso é para armar milícias, isso é para desviar armas. Esse é o verdadeiro objetivo e o PSB combate isso. Quero dizer da nossa alegria por essa decisão da ministra Rosa Weber”, comemorou o deputado na tribuna da Aleam.

Leia mais sobre Política

Codajás recebe quase R$ 400 mil em projetos de crédito rural do Governo

Os valores foram destinados para pesca artesanal (R$301.656,85) e agricultura familiar (R$96.288,00), sendo financiados pela Agência de Fomento do Amazonas (Afeam).

7 de maio de 2021

Pacheco escreve a embaixador chinês e fala em ‘relação construtiva’

O presidente do Senado finaliza a carta convidando Yang Wanming para uma visita à Casa Legislativa assim que as condições pandêmicas tornarem o encontro favorável.

7 de maio de 2021

Auxílio Enchente começa a ser pago em Anamã pelo governador Wilson Lima

Operação Enchente leva ajuda humanitária, água potável e ações nas áreas social, de saúde e de fomento aos municípios em Situação de Emergência.

7 de maio de 2021

Gasolina do Cotão dos 24 deputados estaduais enche 300 tanques

No período em que a presença física nas sessões é facultativa, dois dos 24 deputados consumiram gasolina suficiente para ir e voltar sete vezes a Boca do Acre.

7 de maio de 2021

Carlos Almeida não deve ser ouvido pela CPI da Covid no Senado

Essa e outras notícias na coluna TEMPO REAL do portal RealTime1: Informação com credibilidade sobre política e os últimos acontecimentos do Amazonas.

7 de maio de 2021

Vereadores gastam R$ 272 mil com assessoria e divulgação

O vereador campeão nesse gasto foi Ivo Neto (Patriota), que utilizou R$ 19.800 nessas atividades. No entanto, assessoria não evitou que ele apresentasse um projeto repetido.

7 de maio de 2021

Não vai ter ‘pizza’: para 38% dos brasileiros, CPI atingirá objetivos

Segundo levantamento EXAME/IDEIA, 38% acreditam que a CPI vai apontar culpados pelas falhas no combate à pandemia, aumentar o ritmo da vacinação e a elevar valor do auxílio.

7 de maio de 2021

Mourão diz que Pazuello foi ‘risco’ à Saúde e o quer em ‘traje civil’ na CPI

Para o vice-presidente, decisão em colocar o general Pazuello à frente do Ministério foi um risco e que ser general 'da ativa ou reserva' não o impede de ir ao Senado depor.

7 de maio de 2021