fbpx

domingo, 14 de agosto de 2022

Bolsonaro ganha na espontânea, mas perde na estimulada, indica Perspectiva

Pesquisa divulgada na tarde desta terça-feira (14) confirma a polarização entre Bolsonaro e Lula, com os dois se revezando na liderança entre a população do Amazonas.

14 de setembro de 2021

Compartilhe

Bolsonaro lidera quando não são apresentados nomes ao eleitor, mas quando uma lista de candidatos é apresentada, Lula fica na frente (Foto: Divulgação)

O presidente Jair Bolsonaro (sem partido) lidera a pesquisa espontânea no Amazonas com 24 pontos percentuais contra 20,9% do ex-presidente Lula (PT). Uma vantagem de 3,1%. No entanto, na pesquisa estimulada Lula passa a frente com 36.6% e Bolsonaro fica com 34,1%. Uma vantagem pró-Lula de 2,5%.

Na espontânea, a Perspectiva fez a seguinte pergunta para os entrevistados: Em 2022 teremos eleições para presidente. Em quem você votaria se a eleição fosse hoje? A maioria mencionou o nome do atual chefe do Executivo Federal, deixando Bolsonaro com uma pequena vantagem sobre Lula.

Na capital, Bolsonaro vence Lula por 39% a 28%. No interior do Estado, Lula ganha de 46% a 29%. O levantamento foi feito pela empresa Perspectiva, Mercado e Opinião e foi divulgado nesta terça-feira (14).

Empate técnico em eventual segundo turno

No cenário de segundo turno entre Lula e Bolsonaro, Lula vence por 42,4% a 37,9% de Bolsonaro, empate técnico dentro da margem de erro.

Depois de Bolsonaro, outros oito nomes foram citados: Lula (20,9%); Ciro Gomes/PDT (1,2%); Sérgio Moro (0,8%); Datena (0,4%); Guilherme Boulos/PSol (0,2%); João Amoêdo/Novo (0,1%); João Dória/PSDB (0,1%) e Simone Tebet/MDB (0,1%).

Os entrevistados que não souberam dizer em quem votariam são maioria na pesquisa espontânea: 48,4%.

Na pesquisa estimulada, oito nomes foram sugeridos aos eleitores para que eles escolhessem um para dar o voto caso fosse o dia da eleição. Nela, Lula é o primeiro colocado, com 36,6%. O petista também aparece como líder em potencial de votos, marcando 40,6%. Veja a avaliação dos demais nomes apresentados aos entrevistados:

Mesmo por pouco, Bolsonaro ainda é o mais rejeitado na pesquisa

Com uma diferença de apenas 0,4% do seu principal adversário, Bolsonaro é, na pesquisa divulgada hoje, o nome mais rejeitado para o cargo de presidente da República.

Questionados sobre em quem não votariam “de jeito nenhum para presidente em 2022”, o nome de Jair Bolsonaro é indicado com 40,8% de potencial de rejeição, contra 40,4% do ex-presidente Lula.

Depois dos candidatos mais polarizados do pleito, quem aparece como mais rejeitado é João Dória, com 21,5%. Confira:

Metodologia

A pesquisa ouviu 1.800 eleitores de Manaus e outras 10 cidades do Amazonas (Manacapuru, Itacoatiara, Parintins, Tefé, Coari, Maués, Iranduba, São Gabriel da Cachoeira, Manicoré e Tabatinga).

Realizada entre os dias 5 e 13 de setembro, tem confiabilidade de 95%, apresentando margem de erro de 2,3% para mais ou para menos.

A empresa alerta que a soma dos percentuais pode não totalizar 100%, devido ao critério de arredondamento, “visto que não utiliza nos relatórios os dados com casas decimais”.

Veja a pesquisa completa AQUI.

Texto: Rosianne Couto

Leia Mais:

Leia mais sobre Política

TRE-AM dá nome a cartório eleitoral de indigenista assassinado em Atalaia do Norte

O pleno do TRE-AM reconheceu, por unanimidade, colaboração do indigenista Bruno Pereira, assassinado em junho no Vale do Javari, par a instalação de novas seções eleitorais.

13 de agosto de 2022

Michelle assume protagonismo na marcha para Jesus com evangélicos

Durante a marcha, presidente falou em 'luta contra o comunismo' e convocou população para ato em Copacabana no Sete de Setembro.

13 de agosto de 2022

Wilson adere ao TikTok para ampliar comunicação com eleitores

Wilson Lima anuncia adesão ao TikTok convocando seguidores e fazendo dancinha, para buscar o eleitorado mais jovem, maioria dos perfis do aplicativo.

13 de agosto de 2022

Com medo de rejeição, aliados escondem Bolsonaro nas redes sociais

Aliados oficiais do PL não mencionaram o mandatário nenhuma vez no atual semestre. Dos 27 palanques que Bolsonaro já garantiu, 10 não fazem menção a ele nas redes sociais.

13 de agosto de 2022

Floração dos ipês cria disputa entre os aliados Arthur e Amazonino na web

A floração dos ipês deu destaque às plantas nas redes sociais e os ex-prefeitos - e aliados de momento - aproveitaram para tentar associar seus nomes à autoria do projeto.

13 de agosto de 2022

Chico Preto pede registro de candidatura avulsa ao Senado

Ex-vereador deverá enfrentar dificuldade para obter registro por fora da coligação de apoio ao governador Wilson Lima, que escolheu coronel Menezes como candidato ao Senado.

13 de agosto de 2022

Prazo para pedir voto em trânsito termina na próxima quinta

Requerimento para votar em trânsito precisa ser feito presencialmente, em qualquer cartório eleitoral, sem necessidade de agendamento para o primeiro, o segundo ou ambos.

13 de agosto de 2022

Carol Braz quer destinar 30% dos cargos do Governo aos jovens

Carol Braz apresentou propostas para o incentivo dos jovens ao primeiro emprego e oferta de cargos comissionados para este público, caso seja eleita governadora.

12 de agosto de 2022