fbpx

sábado, 29 de janeiro de 2022

Bolsonaro ganha na espontânea, mas perde na estimulada, indica Perspectiva

Pesquisa divulgada na tarde desta terça-feira (14) confirma a polarização entre Bolsonaro e Lula, com os dois se revezando na liderança entre a população do Amazonas.

14 de setembro de 2021

Compartilhe

Bolsonaro lidera quando não são apresentados nomes ao eleitor, mas quando uma lista de candidatos é apresentada, Lula fica na frente (Foto: Divulgação)

O presidente Jair Bolsonaro (sem partido) lidera a pesquisa espontânea no Amazonas com 24 pontos percentuais contra 20,9% do ex-presidente Lula (PT). Uma vantagem de 3,1%. No entanto, na pesquisa estimulada Lula passa a frente com 36.6% e Bolsonaro fica com 34,1%. Uma vantagem pró-Lula de 2,5%.

Na espontânea, a Perspectiva fez a seguinte pergunta para os entrevistados: Em 2022 teremos eleições para presidente. Em quem você votaria se a eleição fosse hoje? A maioria mencionou o nome do atual chefe do Executivo Federal, deixando Bolsonaro com uma pequena vantagem sobre Lula.

Na capital, Bolsonaro vence Lula por 39% a 28%. No interior do Estado, Lula ganha de 46% a 29%. O levantamento foi feito pela empresa Perspectiva, Mercado e Opinião e foi divulgado nesta terça-feira (14).

Empate técnico em eventual segundo turno

No cenário de segundo turno entre Lula e Bolsonaro, Lula vence por 42,4% a 37,9% de Bolsonaro, empate técnico dentro da margem de erro.

Depois de Bolsonaro, outros oito nomes foram citados: Lula (20,9%); Ciro Gomes/PDT (1,2%); Sérgio Moro (0,8%); Datena (0,4%); Guilherme Boulos/PSol (0,2%); João Amoêdo/Novo (0,1%); João Dória/PSDB (0,1%) e Simone Tebet/MDB (0,1%).

Os entrevistados que não souberam dizer em quem votariam são maioria na pesquisa espontânea: 48,4%.

Na pesquisa estimulada, oito nomes foram sugeridos aos eleitores para que eles escolhessem um para dar o voto caso fosse o dia da eleição. Nela, Lula é o primeiro colocado, com 36,6%. O petista também aparece como líder em potencial de votos, marcando 40,6%. Veja a avaliação dos demais nomes apresentados aos entrevistados:

Mesmo por pouco, Bolsonaro ainda é o mais rejeitado na pesquisa

Com uma diferença de apenas 0,4% do seu principal adversário, Bolsonaro é, na pesquisa divulgada hoje, o nome mais rejeitado para o cargo de presidente da República.

Questionados sobre em quem não votariam “de jeito nenhum para presidente em 2022”, o nome de Jair Bolsonaro é indicado com 40,8% de potencial de rejeição, contra 40,4% do ex-presidente Lula.

Depois dos candidatos mais polarizados do pleito, quem aparece como mais rejeitado é João Dória, com 21,5%. Confira:

Metodologia

A pesquisa ouviu 1.800 eleitores de Manaus e outras 10 cidades do Amazonas (Manacapuru, Itacoatiara, Parintins, Tefé, Coari, Maués, Iranduba, São Gabriel da Cachoeira, Manicoré e Tabatinga).

Realizada entre os dias 5 e 13 de setembro, tem confiabilidade de 95%, apresentando margem de erro de 2,3% para mais ou para menos.

A empresa alerta que a soma dos percentuais pode não totalizar 100%, devido ao critério de arredondamento, “visto que não utiliza nos relatórios os dados com casas decimais”.

Veja a pesquisa completa AQUI.

Texto: Rosianne Couto

Leia Mais:

Leia mais sobre Política

Justiça suspende aumento do ‘cotão’ aprovado pela Câmara de Manaus

A decisão da Justiça sobre o Cotão, que saiu na tarde desta sexta-feira (28) e cabe recurso, prevê também multa diária de R$ 50 mil em caso de descumprimento.

28 de janeiro de 2022

Damares libera ‘Disque 100’ para não-vacinados relatarem discriminação

Em nota, ministra da Mulher, Família e Direitos Humanos ainda se manifestou contra a obrigatoriedade da vacinação de crianças contra a Covid.

28 de janeiro de 2022

Moraes nega recurso da AGU e mantém obrigação de Bolsonaro depor na PF

Depoimento estava marcado por Moraes para esta sexta-feira, mas o presidente novamente decidiu faltar com intervenção da Advocacia Geral da União (AGU).

28 de janeiro de 2022

PT entra com ação no STF por ampliação de prazo para federações

O PT entende que o prazo previsto na Lei para a formação das federações é muito curto e pede que seja estendido pelo STF pelo menos até maio deste ano, ou até agosto.

28 de janeiro de 2022

Bolsonaristas apelam para reajuste de professores para cativar votos

Reajuste de 33,24% concedido pelo presidente Jair Bolsonaro ignorou técnico do Ministério do Educação e não considerou a pressão nas contas dos governadores e prefeitos.

28 de janeiro de 2022

Pré-candidato a deputado federal, Saullo Vianna caminha com Wilson e David

À TV RealTime1, o deputado revelou os planos dele para disputar uma vaga na Câmara Federal, bastidores da política local e quem está na frente na corrida presidencial no AM.

28 de janeiro de 2022

Bolsonaro avalia com AGU se vai ou não prestar depoimento à PF

O ministro Bruno Bianco analisa os precedentes que podem ser aplicados a Bolsonaro para tentar minimizar o desgaste que poderia sofrer ao prestar depoimento.

28 de janeiro de 2022

Justiça do Distrito Federal arquiva caso do tríplex contra Lula

O MPF afirma que os crimes imputados ao ex-presidente Lula prescreveram. O petista tem 76 anos e, mesmo se condenado, a pena estaria prescrita até que pudesse ser cumprida.

28 de janeiro de 2022