fbpx

terça, 30 de novembro de 2021

Avaliação negativa de Bolsonaro sobe entre católicos, diz pesquisa

Pesquisa da Genial/Quaest divulgada nesta quarta-feira (1º) mostra que Lula vence em todos os cenários de segundo turno na eleição presidencial do próximo ano.

1 de setembro de 2021

Compartilhe

Jair Bolsonaro perde para Lula no segundo turno, segundo pesquisa, mas segue bem entre eleitores evangélicos (Foto: Agência Brasil)

A avaliação negativa do governo do presidente Jair Bolsonaro (sem partido) entre os eleitors católicos subiu 4% no mês de agosto e alcançou 50% deste segmento, conforme indicou a pesquisa da Genial/Quaest divulgada nesta quarta-feira (1º/9). Entre as pessoas que disseram não ter religião, o número saltou de 54% para 57%.

A pesquisa Genial/Quaest foi realizada em 27 capitais do país, entre os dias 26 e 29 de agosto, com duas mil pessoas. A margem de erro do levantamento é de dois pontos percentuais, com nível de 95% de confiança. Foram entrevistadas pessoas com mais de 16 anos e de modo presencial.

Entre os eleitores evangélicos, o percentual dos que reprovam o governo Bolsonaro caiu um ponto porcentual e estacionou em 36%. Este é segmento eleitoral mais fiel ao governo até então.

Entre pessoas com outras denominações religiosas, o percentual negativo que era de 58% caiu para 56%.

Problemas do país

Sobre o principal problema que o país enfrenta, 28% dos entrevistados disseram que saúde e pandemia compõem o maior entrave para Bolsonaro. Na sequência aparece a debilidade da economia, apontada por 21% dos eleitores ouvidos.

Os entrevistados também avaliaram a performance da economia brasileira neste ano. Para 68% dos ouvidos a economia piorou; 17% avaliaram que está na mesma e 2% não sabem ou não souberam responder.

Lula x Bolsonaro

A pesquisa também avaliou a intenção de votos em um eventual segundo turno nas eleições presidenciais de 2022 entre o ex-presidente Lula e Bolsonaro. Lula teria 55% dos votos, contra 30% para Bolsonaro. Votos brancos, nulo ou em nenhum deles somaram 11%. Não souberam ou não responderam foram 3%.

Leia Mais:

Leia mais sobre Política

David pede, Bolsonaro dá: Manaus vai receber R$ 1,2 bilhão do Governo Federal

Prefeito de Manaus, David Almeida falou com o RealTime1 ao sair do encontro com o presidente no qual apresentou uma lista de projetos prioritários para a cidade.

29 de novembro de 2021

Sindicalistas dizem que Alckmin fez acenos a uma chapa com Lula

O ex-governador de São Paulo elogiou o ex-presidente Lula pela capacidade de articulação e defendeu uma união para sair da crise.

29 de novembro de 2021

De saída do PL, Marcelo fala em ‘situação insustentável’ com Bolsonaro na sigla

Amanhã (30), acontece a filiação do presidente no partido em que está Marcelo Ramos. A expectativa é de que, neste dia, o parlamentar entregue sua carta de desfiliação.

29 de novembro de 2021

Governador condiciona realização do Carnaval 2022 à situação da Covid

Wilson Lima afirmou que está discutindo a realização de grandes eventos com aglomerações, como o Carnaval, com os órgãos de saúde observando o cenário da pandemia.

29 de novembro de 2021

Vereadores aprovam criação do Dia do Obreiro da Igreja Universal

A proposta de lei aprovada é de autoria do vereador Márcio Tavares, que é pastor da Igreja Universal do Reino de Deus. Comemoração será no primeiro domingo de julho.

29 de novembro de 2021

Wilson Lima garante que vai buscar solução para atividade garimpeira

Governador disse que está tentando viabilizar uma alternativa para legalização dessa atividade que poderia garantir benefícios diretos para o estado através de impostos.

29 de novembro de 2021

Câmara de Manaus discute possibilidade de cancelar festa de Réveillon

O surgimento da variante Ômicron preocupou os vereadores que começaram a debater os riscos da realização do Réveillon na Ponta Negra, além do Carnaval no ano que vem.

29 de novembro de 2021

Garimpeiros recebem ajuda para voltar às cidades de Borba e Manicoré

Segundo a Prefeitura de Autazes, cerca de 70 pessoas - que ficaram isoladas no município após destruição das balsas - recebem ajuda material e para o retorno ao lar.

29 de novembro de 2021