fbpx

sábado, 08 de maio de 2021

Aleam é acusada de afrontar a memória de vítimas da Covid no Amazonas

Essa e outras notícias na coluna TEMPO REAL do portal RealTime1: Informação com credibilidade sobre política e os últimos acontecimentos do Amazonas.

22 de abril de 2021

Compartilhe

A decisão de conceder o título de Cidadão Amazonense ao presidente Jair Bolsonaro (sem partido) gerou duras críticas à Assembleia Legislativa do Amazonas (Aleam). Nas redes sociais, a principal acusação é que a Casa Parlamentar estaria tripudiando sobre a dor das famílias que perderam entes queridos pela falta de oxigênio em Manaus. Entidades representativas de diversas classes e movimentos sociais emitiram notas de repúdio. Pessoas que já foram homenageadas anteriormente pela Aleam fizeram ato de protesto, devolvendo os títulos recebidos na manhã desta quinta-feira (22).

___

NÃO FUI EU

A repercussão negativa foi tão grande que vários deputados se apressaram em esclarecer que não votaram a proposta. A lista que havia sido divulgada, na qual apenas o deputado Serafim Corrêa (PSB) votou contra e Dermilson Chagas (Podemos) se absteve, diminuiu bastante. Agora, apenas 13 deputados votaram a favor da proposta: Adjuto Afonso (PDT), Belarmino Lins (Progressistas), Carlinhos Bessa (PV), Delegado Péricles (PSL), Dr. Gomes (PSC), Felipe Souza (Patriota), João Luiz (Republicanos), Ricardo Nicolau (PSD), Roberto Cidade (PV), Saulo Vianna (PTB), Therezinha Ruiz (PSDB), Tony Medeiros (DEM) e Wilker Barreto (Podemos).

___

CONFUSÃO SÓ CRESCE

Com a nova lista divulgada pela Aleam, resta uma dúvida não esclarecida: por que na lista anterior os deputados Abdala Fraxe (Podemos), Álvaro Campelo (Progressistas), Cabo Maciel (PL), Mayara Pinheiro (Progressistas) e Fausto Junior (MDB) e Nejimi Aziz (PSD) constavam como votos favoráveis à proposta? Na lista que agora foi desmentida, apenas o deputado Sinésio Campos (PT) não aparecia porque, mesmo sendo petista, perdeu a oportunidade de figurar junto a Serafim Corrêa no cômputo de votos contrários a conceder o título de Cidadão Amazonense a Jair Bolsonaro.

___

TÍTULO ‘MIOJO’

Chama a atenção a rapidez com que a proposta do deputado Delegado Péricles de conceder o título a Bolsonaro tramitou e foi aprovado na Aleam. O projeto foi votado em ritmo de urgência, a toque de caixa. Tanto assim, que a cerimônia de entrega do título não havia sido definida até a manhã desta quinta-feira (22). O título de Cidadão do Amazonas será entregue a Bolsonaro na manhã desta sexta-feira (23), no Centro de Convenções Vasco Vasquez, mesmo local onde vai inaugurar um novo anexo.

___

HERANÇA DE JOSUÉ

A prática de realizar a tramitação e votar questões importantes em tempo recorde se tornou uma constante na gestão de Josué Neto frente à presidência da Aleam. Foi assim para instalar CPIs que acabaram sendo anuladas pela Justiça, foi assim na mudança da Constituição Estadual para a eleição do novo presidente da Casa (na manobra que ficou conhecida como a PEC Miojo), foi assim também para votar a indicação do próprio Josué ao cargo de conselheiro do Tribunal de Contas do Estado. Trata-se, contudo, de uma prática a ser revista, sob pena de se rasgar o regimento da Casa Legislativa.

___

SERAFIM LUCRA

Único voto contra a concessão do título de Cidadão Amazonense a Bolsonaro, o deputado Serafim Corrêa colheu os louros de sua atitude nas redes sociais. Chegou a ser chamando de “última reserva de coerência na Assembleia Legislativa”. O deputado colheu os dividendos também publicando em suas redes sociais os motivos pelos quais votou contra: constantes ataques a Zona Franca de Manaus (ZFM); não tem sido amigo da Amazônia nem de Manaus; subestimou a pandemia; não comprou vacina quando era para comprar e seu ministro negligenciou na crise do oxigênio.

___

CORO COM OMAR

Serafim também fez coro com o senador Omar Aziz (PSD), que afirmou que não é tempo de festejar nada, lembrando que uma homenagem como essa é um tipo de comemoração. Para “Sarafa”, não há nada o que comemorar com a vinda do presidente. “Ele negou a pandemia, ele negou a eficácia da vacina, não comprou a vacina na hora certa. Claudicou na questão do oxigênio, insistiu com o povo para que tomassem cloroquina”, declarou.

___

OBRA ALHEIA

A 2ª etapa do Centro de Convenções Vasco Vasques é uma obra financiada pelos governos de Dilma Rouseff e Michel Temer. É uma obra que antecipa a Copa do Mundo. Ela começa, portanto, lá no Governo Dilma, passou pelo Governo Michel Temer e os recursos para a obra que ele vem inaugurar foram transferidos ao Governo do Amazonas. Bolsonaro vem a Manaus em um momento em que a população quer é vacina, emprego e desenvolvimento.

___

‘MARCELO É O ESTEIO’

Na Aleam, na manhã desta quinta-feira (22), durante a Audiência Pública sobre Regularização Fundiária de Áreas Rurais no Amazonas, o deputado federal Bosco Saraiva (Cidadania) se rasgou em elogios ao colega e vice-presidente da Câmara dos Deputados Marcelo Ramos (PL). “Marcelo é nosso esteio, esteio de toda a bancada na Câmara Federal na defesa da Zona Franca de Manaus”, disse Bosco Saraiva.

Leia mais sobre Política

Codajás recebe quase R$ 400 mil em projetos de crédito rural do Governo

Os valores foram destinados para pesca artesanal (R$301.656,85) e agricultura familiar (R$96.288,00), sendo financiados pela Agência de Fomento do Amazonas (Afeam).

7 de maio de 2021

Pacheco escreve a embaixador chinês e fala em ‘relação construtiva’

O presidente do Senado finaliza a carta convidando Yang Wanming para uma visita à Casa Legislativa assim que as condições pandêmicas tornarem o encontro favorável.

7 de maio de 2021

Auxílio Enchente começa a ser pago em Anamã pelo governador Wilson Lima

Operação Enchente leva ajuda humanitária, água potável e ações nas áreas social, de saúde e de fomento aos municípios em Situação de Emergência.

7 de maio de 2021

Gasolina do Cotão dos 24 deputados estaduais enche 300 tanques

No período em que a presença física nas sessões é facultativa, dois dos 24 deputados consumiram gasolina suficiente para ir e voltar sete vezes a Boca do Acre.

7 de maio de 2021

Carlos Almeida não deve ser ouvido pela CPI da Covid no Senado

Essa e outras notícias na coluna TEMPO REAL do portal RealTime1: Informação com credibilidade sobre política e os últimos acontecimentos do Amazonas.

7 de maio de 2021

Vereadores gastam R$ 272 mil com assessoria e divulgação

O vereador campeão nesse gasto foi Ivo Neto (Patriota), que utilizou R$ 19.800 nessas atividades. No entanto, assessoria não evitou que ele apresentasse um projeto repetido.

7 de maio de 2021

Não vai ter ‘pizza’: para 38% dos brasileiros, CPI atingirá objetivos

Segundo levantamento EXAME/IDEIA, 38% acreditam que a CPI vai apontar culpados pelas falhas no combate à pandemia, aumentar o ritmo da vacinação e a elevar valor do auxílio.

7 de maio de 2021

Mourão diz que Pazuello foi ‘risco’ à Saúde e o quer em ‘traje civil’ na CPI

Para o vice-presidente, decisão em colocar o general Pazuello à frente do Ministério foi um risco e que ser general 'da ativa ou reserva' não o impede de ir ao Senado depor.

7 de maio de 2021