fbpx

sábado, 08 de maio de 2021

A velha falácia da ‘frente ampla de esquerda’ volta a ganhar destaque

Essa e outras notícias na coluna TEMPO REAL do portal RealTime1: Informação com credibilidade sobre política e os últimos acontecimentos do Amazonas.

5 de abril de 2021

Compartilhe

Não é de hoje que se fala na formação de uma “frente ampla da esquerda” tanto em âmbito local, quanto nacional. A tal “entidade”, contudo, tem se mostrado difícil de encontrar e acaba quase sempre não passando de manobra retórica dos partidos. Os interesses difusos das diversas legendas de esquerda acabam atrapalhando a formação da lendária “frente ampla”. Com a movimentação política que já dá mostras de que as articulações para as eleições 2022 já começaram, a “frente ampla de esquerda” volta a ser citada como única opção para a esquerda no Amazonas e no Brasil.

___

ESTRATÉGIAS E INTERESSES

O presidente do diretório estadual do PSOL, Raoni Lopes, foi bem pragmático ao comentar o tema “frente ampla” com o RealTime1. Apesar de dizer acreditar na formação do bloco, enfatiza que cada partido terá de abrir mão de algumas estratégias. “O PC do B tem uma estratégia, PT tem outra, nós temos uma também. O PDT tem seus interesses, o PSB hoje tem outro interesse e não está mais andando conosco, o PSTU gosta muito de lutar conosco, mas eleitoralmente tem uma tática muito rígida que é de candidatura própria. O que vai sobrar são aqueles que apostam em unidade eleitoral, PSOL, PT e PCdoB”, disse.

___

DIREITA TAMBÉM DIVERGE

O coordenador estadual do MBL, Jhonny Souza, condenou a ação dos movimentos direitistas Direita Amazonas e Direitando Amazonas, que promoveram um chamado adesivaço para lançar a candidatura do presidente Jair Bolsonaro (sem partido) à reeleição em 2022 no último sábado. “Manifestação com aglomeração em plena pandemia é inadmissível, além de ser um crime contra a vida. Isso é feito por pessoas totalmente alheias à realidade e insensíveis à vida humana. Irresponsabilidade total incentivada por um governo que não conseguiu fazer a lição de casa. Repudio total”, disse à coluna.

___

TESTE DE FIDELIDADE FALHOU

O evento de apoio ao presidente, aliás, foi um retumbante fracasso. Não houve a adesão esperada e poucas pessoas compareceram à manifestação que dava direito a receber um adesivo declarando o apoio à reeleição do presidente. Quanto a isso, o coordenador do MBL-AM também se manifestou. “Não nos aliamos a movimentos personalistas que cultuam figuras políticas”, criticou Jhonny Souza. O racha na direita amazonense também prejudica a convergência em torno de um nome unificado para 2022.

___

TROCA NA ARSEPAM

Houve troca nesta segunda-feira (5) na presidência da Agência Reguladora dos Serviços Públicos Delegados e Contratados do Estado do Amazonas (Arsepam). Sai o advogado Acram Isper Jr. e assume o especialista em Gestão de Políticas Públicas João Rufino Júnior, que ocupava o cargo de Secretário Executivo Adjunto da Secretaria de Estado de Justiça, Direitos Humanos e Cidadania (Sejusc). A troca já foi oficializada com a publicação no Diário Oficial do Estado e comunicada aos envolvidos e seus assessores.

___

AM CAI NO RANKING

Durante o fim de semana, o Amazonas caiu mais duas posições no ranking nacional de vacinação e agora ocupa a 5ª posição. O Estado, que ocupou o primeiro lugar no ranking por mais de um mês, agora não tem mais o reforço das doses extras que recebia no início da distribuição e o resultado pode ser percebido nessa queda de posições entre os estados que mais vacinaram. Na semana passada, o Amazonas já havia caído da primeira para a terceira posição no ranking.

___

IMUNIZADO

O prefeito de Parintins, Bi Garcia (DEM), utilizou uma placa com os dizeres “Glória a Deus! Estou vacinado” para fazer fotos após receber a primeira dose da vacina Astrazeneca contra a Covid-19 nesta segunda-feira (5). “Eu acredito na ciência e não tenho dúvida de que a vacina é o principal remédio para que a gente saia desta pandemia no mundo inteiro. Recomendo que todos sejam vacinados”, disse o prefeito.

___

FALHA TÉCNICA

A Audiência Pública que estava marcada para a manhã desta segunda-feira (5) na Assembleia Legislativa Amazonas (Aleam) teve de ser adiada para quarta-feira (7) devido a problemas técnicos na Internet da Casa. A audiência, marcada pela Comissão de Saúde e Previdência da Assembleia Legislativa do Amazonas iria para debater as medidas que devem ser adotadas em caso de uma terceira onda de Covid-19 no Amazonas. Falhas na Internet da Aleam também foram responsáveis pela interrupção da transmissão de uma sessão na semana passada.

___

REALIDADE

Uma terceira onda, aliás, tem sido encarada como realidade vindoura por diversos setores da administração estadual. O próprio governador Wilson Lima (PSC) fez menção à possibilidade quando anunciou o relaxamento de algumas medidas restritivas na semana passada. Wilson também já começou a fazer reuniões para preparar o Governo do Estado para o advento desta provável terceira onda de Covid-19.

___

REELEITO

O diretor técnico da Imprensa Oficial do Estado do Amazonas (IOA), Mário Jorge Correa, foi reeleito como membro do Conselho Fiscal da Associação Brasileira de Imprensas Oficiais (Abio) para o biênio 2021/2022. Ele é membro da associação há quase 30 anos, praticamente o mesmo período de serviços prestados à IOA.

Leia mais sobre Política

Codajás recebe quase R$ 400 mil em projetos de crédito rural do Governo

Os valores foram destinados para pesca artesanal (R$301.656,85) e agricultura familiar (R$96.288,00), sendo financiados pela Agência de Fomento do Amazonas (Afeam).

7 de maio de 2021

Pacheco escreve a embaixador chinês e fala em ‘relação construtiva’

O presidente do Senado finaliza a carta convidando Yang Wanming para uma visita à Casa Legislativa assim que as condições pandêmicas tornarem o encontro favorável.

7 de maio de 2021

Auxílio Enchente começa a ser pago em Anamã pelo governador Wilson Lima

Operação Enchente leva ajuda humanitária, água potável e ações nas áreas social, de saúde e de fomento aos municípios em Situação de Emergência.

7 de maio de 2021

Gasolina do Cotão dos 24 deputados estaduais enche 300 tanques

No período em que a presença física nas sessões é facultativa, dois dos 24 deputados consumiram gasolina suficiente para ir e voltar sete vezes a Boca do Acre.

7 de maio de 2021

Carlos Almeida não deve ser ouvido pela CPI da Covid no Senado

Essa e outras notícias na coluna TEMPO REAL do portal RealTime1: Informação com credibilidade sobre política e os últimos acontecimentos do Amazonas.

7 de maio de 2021

Vereadores gastam R$ 272 mil com assessoria e divulgação

O vereador campeão nesse gasto foi Ivo Neto (Patriota), que utilizou R$ 19.800 nessas atividades. No entanto, assessoria não evitou que ele apresentasse um projeto repetido.

7 de maio de 2021

Não vai ter ‘pizza’: para 38% dos brasileiros, CPI atingirá objetivos

Segundo levantamento EXAME/IDEIA, 38% acreditam que a CPI vai apontar culpados pelas falhas no combate à pandemia, aumentar o ritmo da vacinação e a elevar valor do auxílio.

7 de maio de 2021

Mourão diz que Pazuello foi ‘risco’ à Saúde e o quer em ‘traje civil’ na CPI

Para o vice-presidente, decisão em colocar o general Pazuello à frente do Ministério foi um risco e que ser general 'da ativa ou reserva' não o impede de ir ao Senado depor.

7 de maio de 2021