terça-feira, 23 de julho de 2024

faça parte da Comunidade RT1

Parceria com Exército visa melhorar acesso à internet no interior

A parceria visa viabilizar acesso à internet e a serviços básicos à população no interior do Estado, com a inclusão da DPE no programa Amazônia Conectada.
COMPARTILHE
Exército

O defensor geral do Estado, Ricardo Paiva esteve reunido com o chefe de Estado-Maior do Comando Militar da Amazônia (CMA), general de brigada Moacir Rangel Júnior, para buscar uma parceria que visa viabilizar acesso à internet e a serviços básicos à população no interior do Estado.

Também estiveram presentes na reunião, o chefe do 4° Centro de Telemática da Área (CTA), tenente-coronel Marcel Augustus Barbosa Carvalho e do subdefensor geral, Thiago Nobre Rosas.

A reunião ocorreu na sede do CMA, onde se discutiu a inclusão da Defensoria Pública do Estado do Amazonas (DPE-AM) no programa Amazônia Conectada.

Tal projeto leva internet a diversos municípios do interior por meio de um grande linhão de fibra ótica. O programa é desenvolvido pelo CTA.

Dessa forma, o objetivo da Defensoria é usar a estrutura do Exército já implantado para a proteção da Amazônia, como meio para a comunicação com os polos no interior do Estado.

Receba notícias do RT1 em primeira mão
quero receber no Whataspp
Quero receber no Facebook
Quero receber no Instagram

De acordo com o defensor geral Ricardo Paiva a ideia é pegar essa estrutura que já existe hoje, que não é totalmente utilizada pelo Exército, e destinar uma parte dela para a utilização pela Defensoria.

” Dessa maneira, vamos utilizar a estrutura já existente e usá-la em serviços de atendimento à população”, afirma o defensor geral Ricardo Paiva.

Outras parcerias

O Exército já tem parcerias semelhantes no Programa Amazônia Conectada com outros órgãos do Estado, como o Tribunal de Justiça do Amazonas (TJAM).

De acordo com a Defensoria, a inclusão no projeto é importante porque a utilização da internet por fibra ótica reduz o custo, além de tornar a comunicação mais veloz e mais segura.

Para a efetivação da parceria, a Defensoria trabalhará na construção de um termo de cooperação.

Veja também:

COMPARTILHE