terça-feira, 16 de julho de 2024

faça parte da Comunidade RT1

PREFEITURA DE MANAUS

Para não ser enganado, Omar quer compromisso público de David de que não renunciará, caso reeleito

COMPARTILHE
OMAR AZIZ E DAVID ALMEIDA
Senador Omar Aziz (PSD) e o prefeito David Almeida (Avante), candidato à reeleição

Os bastidores das eleições para prefeito de Manaus estão cada vez mais movimentados e apontam para possibilidades de mudanças. Desta vez, as atenções se voltam para o candidato à vice na chapa do prefeito David Almeida (Avante).

Políticos ligados ao senador Omar Aziz (PSD) garantem que ele quer resolver a questão nos próximos dias, pois não está satisfeito com o comportamento de David Almeida, que, ao que tudo indica, estaria decidido a indicar seu ex-secretário de obras, Renato Jr., como vice em sua chapa para a reeleição, desconsiderando as alianças com o PSD e o MDB, partidos que têm dado sustentação e viabilizado recursos para a gestão municipal.

Omar e Eduardo Braga (MDB), que estão apoiando a reeleição de David, têm sido os responsáveis por aproximá-lo do governo Lula e conseguir a liberação de emendas e empréstimos de mais de R$ 500 milhões para tocar projetos de sua gestão.

Com a “pulga atrás da orelha”, fontes disseram ao RealTime1 que Omar pensa inclusive em fazer um desafio a David: que ele grave um vídeo dizendo que, caso eleito prefeito, não irá renunciar ao mandato para concorrer ao governo do Estado em 2026. Somente desta forma ele teria a garantia de que o acordo feito será respeitado: o apoio à candidatura de Omar para o governo do Estado em 2026 e a candidatura de Eduardo Braga para reeleição ao Senado.

Omar está em seu segundo mandato e seu objetivo é de concorrer ao governo em 2026, mesmo que ainda tenha quatro anos como senador e o direito a concorrer para mais um mandato de oito anos. Talvez essa seja a última oportunidade dele e da sua geração de políticos de voltar a governar o Amazonas.

Receba notícias do RT1 em primeira mão
quero receber no Whataspp
Quero receber no Facebook
Quero receber no Instagram

Grupo de David no poder até 2034?

Ao contrário do que muitos avaliam, de que o que está em jogo é a eleição de 2026, analistas políticos vão mais longe e garantem: o que está sendo desenhado pelo “grupo” de David Almeida é se manter no poder até pelo menos 2034.

David, conseguindo emplacar um vice de sua confiança, se sentiria tranquilo para, em abril de 2026, renunciar ao cargo de prefeito para se candidatar a governador. Além da máquina municipal, ele poderia contar com o apoio da máquina estadual, já que o governador Wilson Lima (União Brasil), ao renunciar para concorrer a uma das duas vagas ao Senado, poderá contar com outro “parceiro”, o atual vice-governador Tadeu de Souza, que assumiria o governo do Estado por nove meses.

Dessa forma, David teria duas máquinas poderosas a seu favor.

Caso David execute essa engenharia política, seu grupo seria hegemônico por uma década. Em 2024, ele se reelege prefeito. Renuncia em abril de 2026, deixando o vice que assumiria e poderia se reeleger em 2028 e ficar no cargo até 2032. David se elegendo governador em 2026, com direito a reeleição em 2030, ficaria no cargo até 2034, podendo depois renunciar para ser candidato ao Senado em 2034. Dessa forma, o Amazonas passaria a ser comandado por uma única pessoa por uma década inteira.

Leia Mais:

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

COMPARTILHE