fbpx

quarta, 21 de abril de 2021

Com horário reduzido, postos de combustíveis falam em crise no setor

Em três dias, redução do horário de funcionamento gerou queda de 70% no faturamento semanal. Empresas estão demitindo funcionários, concedendo férias e até fechando portas.

28 de janeiro de 2021

Compartilhe

Decreto estabelece funcionamento dos postos de 6h às 18h (Foto: Reprodução)

Nos últimos três dias, o segmento de postos de combustíveis registrou queda de aproximadamente 70% no faturamento, em relação às semanas anteriores, decorrente da diminuição no fluxo de veículos e da interrupção nos abastecimentos durante a noite.

Os prejuízos seriam consequências das restrições de circulação devido à pandemia de Covid-19, estabelecidas pelo Decreto 43.315, de 25/01/2021 do Governo do Estado, que determina o horário de funcionamento dos postos de combustíveis de 6h às 18h.

De acordo com o presidente do Sindicato do Comércio Varejista de Derivados de Petróleo, Lubrificantes, Álcoois e Gás Natural do Estado do Amazonas (Sindicombustíveis-AM), Eraldo Teles Filho, os prejuízos já estão gerando falência.

 “Infelizmente está sendo necessário demitir muitos funcionários e dar férias para outros que trabalhariam à noite. Muitos postos de gasolina já estão fechados e à venda”, informou.

“Alimento, água, remédio e combustível é vida. E esse decreto está na contramão do que é essencial para a vida da população”, reclamou.

Segundo Teles Filho, o setor já vinha em constante queda desde o início da pandemia. Segundo ele, as perdas já somam quase 50%.

Mudanças

O vice-presidente do Sindicato do Comércio Varejista de Combustíveis do Amazonas (Sindicam), Geraldo Dantas, também fala em redução nas vendas.

Segundo ele, os postos de combustíveis precisaram inclusive adaptar atividades de frentistas à função de vigias noturnos para evitar mais demissões.

“Há queda nas vendas, mas não há outro jeito. É um sacrifício que precisa ser feito, neste momento. O funcionário que trabalha no horário da noite fica no posto, mas somente na função de guarda noturno, até às 6h”, disse.

Reportagem: Priscila Caldas

Leia mais:

Leia mais sobre Negócios

Economistas são contra Bolsonaro receber título de Cidadão Amazonense

Classe se posicionou por meio de nota emitada pela Associação Brasileira de Economistas pela Democracia. Eles classificam posição política do presidente como 'nefasta'.

21 de abril de 2021

Confira as vagas de emprego oferecidas pelo Sine Manaus nesta quinta-feira

Ao todo, são 76 vagas. No currículo devem constar os seguintes dados atualizados: números pessoal e secundário, para contato e informações sobre o tempo de experiência.

21 de abril de 2021

Procon-AM notifica postos de combustíveis e revendedores de gás

Os estabelecimentos devem apresentar em até dez dias as notas fiscais com informações sobre os preços de compra e venda para análise de uma possível cobrança abusiva.

21 de abril de 2021

Vacina em ritmo lento compromete a recuperação econômica, alerta estudo

Conclusão é do Relatório de Atividade Fiscal, publicado pela Instituição Fiscal Independente (IFI) do Senado. Documento classifica o atraso como “risco a ser monitorado".

21 de abril de 2021

TVLAR inaugura nova unidade em Eirunepé e soma 57 lojas em todo o estado

TVLAR Eirunepé traz um layout renovado, desenvolvido para atender a operação de forma eficiente num planejamento estratégico que prevê a ampliação da rede de lojas na região.

20 de abril de 2021

Em meio à pandemia, demanda por locação e compra de imóveis tem alta

Para o Creci AM/RR, no último ano, o estado manteve procura elevada por aluguel e financiamentos de imóveis novos. Demanda é justificada por comodidade e empreendedorismo.

20 de abril de 2021

Operadoras de turismo perdem dois terços do faturamento em 2020

Segundo dados da Associação Brasileira das Operadoras de Turismo (Braztoa), o faturamento das empresas caiu de R$ 15,1 bilhões em 2019 para R$ 4 bilhões no ano passado.

20 de abril de 2021

Exportações cedem 1,9% e importações retraem 37,6% até a terceira semana de abril

Com isto, o saldo da balança comercial no período é de US$6.310,28 milhões, salto de 453,0% em relação às três primeiras semanas do mês de março (US$1.141,16 milhões).

20 de abril de 2021