segunda-feira, 15 de julho de 2024

faça parte da Comunidade RT1

MARQUISE AMBIENTAL

Transformando aterros sanitários em Centros de Tratamento e Transformação de Resíduos

COMPARTILHE
marquise,soluções ambientais,aterros sanitários
Marquise vem investindo em tecnologia e soluções ambientais (Foto: Divulgação)

A Marquise Ambiental opera no setor há 40 anos e é a terceira maior empresa de serviços e soluções ambientais do país. A empresa tem como política o investimento contínuo em pesquisa, tecnologia, gestão de ponta e qualidade e hoje atende a uma população de cerca de 14 milhões de pessoas em seis estados brasileiros, com oito mil colaboradores diretos e indiretos.

Além de atuar na limpeza urbana de diversos municípios, como São Paulo (SP), Fortaleza (CE), Taubaté (SP), Osasco (SP), Natal (RN), Porto Velho (RO), entre outras, a empresa possui grande expertise em construção e gestão de aterros sanitários de ponta, como o de Osasco, um dos mais bem avaliados pela Companhia Ambiental do Estado de São Paulo (Cetesb). 

A Marquise Ambiental também  investe em tecnologia de gestão de resíduos para transformar aterros sanitários em centros de reaproveitamento e geração de renda com o lixo. Nesse novo modelo, mais que um aterro sanitário, a empresa vem investindo em Centros de Tratamento e Transformação de Resíduos.

O cenário mundial mudou e impulsionou as empresas a olharem para o segmento de resíduos com outros olhos.

“Não somos mais os responsáveis por tirar lixo da vista das pessoas. Agora somos recicladores e produtores de novas matérias-primas, com alto valor agregado. E nós estamos preparados para isso”diz Hugo Nery, presidente da Marquise Ambiental.

Um exemplo é a GNR Fortaleza, segunda maior planta de biometano do Brasil, fruto de uma parceria entre o Grupo Marquise e a MDC. Certificada pela Organização das Nações Unidas (ONU) e pelo programa RenovaBio, a planta produz cerca de 90 mil m³ de biometano/dia a partir dos resíduos destinados ao Aterro Metropolitano de Caucaia (região metropolitana de Fortaleza – CE), e tem capacidade para evitar a emissão de 610 mil toneladas de CO2 na atmosfera.

A partir dessa experiência bem sucedida, com tecnologias aplicadas e consolidadas, a empresa está estudando novos investimentos no mercado de energia.

Receba notícias do RT1 em primeira mão
quero receber no Whataspp
Quero receber no Facebook
Quero receber no Instagram

“Para conseguir transformar lixo em biometano é preciso ter soluções inteligentes nos aterros. Hoje, as tecnologias estão totalmente dominadas para isso e temos um case de sucesso para comprovar. A busca por energias renováveis é crescente e nós procuramos sempre enxergar novas oportunidades. E é isso que estamos oferecendo para Manaus e região”, ressalta Nery.

Em outra frente, Marquise Ambiental é proprietária e opera a CTR Bahia, uma central que usa tecnologia para a coleta, tratamento e destinação de resíduos industriais, com clientes em todo o Nordeste. “Estamos observando um cenário crescente de demandas por soluções sustentáveis por parte das indústrias, que passaram a ter uma agenda ESG muito forte e a CTR Bahia conta com tecnologia para atuar no mercado de soluções ambientais em diversos segmentos, como óleo e gás, química e petroquímica, mineração e siderurgia, higiene e saúde, entre outros”, explica o executivo.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

COMPARTILHE