terça-feira, 16 de julho de 2024

faça parte da Comunidade RT1

Festival de Cirandas de Manacapuru ocorre neste fim de semana

O 25º Festival de Cirandas de Manacapuru ocorrerá nos dias 1º, 2 e 3 de setembro, celebrando a tradição cultural das cirandas na região.
COMPARTILHE
Cirandas Manacapuru
(Foto/ Divulgação)

O cenário cultural da região Norte do Brasil ganha vida todos os anos com o colorido e o ritmo do Festival das Cirandas de Manacapuru.

O evento icônico chega a sua 25ª edição, nos dias 1º, 2 e 3 de setembro, no Parque do Ingá, o Cirandódromo do município (distante 68 quilômetros de Manaus).

A ciranda, uma dança típica do Norte do Brasil, é parte intrínseca da identidade do povo de Manacapuru, sendo passada de geração em geração como uma herança cultural inestimável.

O festival celebra a cultura regional e promove o resgate do folclore dos povos da Amazônia, protagonizando a disputa entre as cirandas Flor Matizada, Guerreiros Mura da Liberdade e Tradicional.

Dinâmica dos Itens: uma competição cultural única

O Festival das Cirandas de Manacapuru traz uma emocionante competição cultural que destaca as cirandas em uma série de itens tradicionais.

Receba notícias do RT1 em primeira mão
quero receber no Whataspp
Quero receber no Facebook
Quero receber no Instagram

Durante o evento, as cirandas competem em categorias como coreografia, alegoria, evolução e animação. Cada categoria é uma oportunidade para as cirandas demonstrarem sua criatividade, dedicação e compromisso com a tradição.

Resiliência em Meio à Adversidade

Apesar da alegria que permeia o Festival das Cirandas de Manacapuru, o evento também enfrentou momentos de tristeza.

No ano de 2022, uma grande tragédia marcou a celebração. Um guindaste que segurava a estrutura a 12 metros de altura cedeu de deixou 23 feridos. Com o acidente, o festival e não teve vencedor. As notas das apresentações foram incineradas e as comissões de jurados e organizadora do festival prestaram homenagem às vítimas.

As pessoas foram encaminhadas para o Hospital Geral Lázaro Reis, em Manacapuru, e para os Hospitais 28 de Agosto, João Lúcio e Platão Araújo, na capital Amazonense.

A cirandeira Vivian Ramos da Silva morreu após passar sete dias internada, em estado grave, no Hospital e Pronto-Socorro 28 de Agosto, em Manaus.

Todas as vítimas integram o grupo folclórico Ciranda Flor Matizada.

Festival 2023 em datas diferentes

Neste ano, a realização ocorre em nova data, nos dias 1º, 2 e 3 de setembro, aproveitando o início de feriado (Dia da Amazônia e Dia da Independência do Brasil).

A organização compreende que é uma data que pode potencializar a visibilidade das cirandas, a cultura do município e, acima de tudo, valorizar o movimento cultural tão importante que dá oportunidade para tanta gente, movimenta a comunidade, para trazer os jovens para os barracões e levar um grande espetáculo para o Parque do Ingá.

As cirandas têm o tempo mínimo de apresentação no Cirandódromo de duas horas e, o tempo máximo de duas horas e trinta minutos.

Os espetáculos musicais e artísticos, de tema livre, concentram 14 itens, entre individuais e coletivos, como Apresentador, Princesa Cirandeira, Cirandeira Bela, Porta Cores, Cordão de Cirandeiros entre outros, que são avaliados pela comissão julgadora.

A apuração das notas e divulgação da ciranda vencedora será no dia 4 de setembro, às 15h, no Cirandódromo.

Leia Mais:

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

COMPARTILHE