fbpx

terça, 02 de maro de 2021

CNI: faturamento da indústria cai pela primeira vez em sete meses

Faturamento real do setor caiu 1,2% em novembro na comparação com outubro. Em relação a novembro de 2019, indicador cresceu 6,8%.

21 de janeiro de 2021

Compartilhe

Desde maio, o faturamento da indústria vinha crescendo (Foto: Reprodução)

Pela primeira vez em sete meses, a indústria faturou menos.
Segundo a pesquisa Indicadores Industriais, divulgada pela Confederação Nacional da Indústria (CNI), o faturamento real do setor caiu 1,2% em novembro na comparação com outubro, descontando a inflação.

Por outro lado, em relação a novembro de 2019, o indicador, que registra o valor vendido pela indústria, cresceu 6,8%.

No acumulado de janeiro a novembro de 2020, no entanto, o faturamento passou a recuar, registrando queda de 0,4% em relação ao mesmo período do ano anterior.

Desde maio, o faturamento da indústria vinha crescendo, após registrar queda recorde em abril por causa do início da pandemia de covid-19. Apesar do recuo em novembro, a CNI informou que o setor passa por uma desaceleração e que o resultado de apenas um mês é insuficiente para indicar se o ciclo de crescimento acabou.

Outros indicadores crescem

A própria pesquisa apontou que, apesar do recuo no faturamento, outros indicadores continuaram a crescer, como o nível de emprego, que subiu 0,4% em novembro em relação a outubro. Esse foi o quarto mês seguido de crescimento do emprego no setor. O número de horas trabalhadas aumentou 0,8% na mesma comparação.

“Os indicadores mostram que a indústria continua crescendo, mas em um ritmo muito menor. Podemos dizer que isso era esperado. Houve uma recuperação muito rápida da pandemia e o nível de produção já está maior do que antes da crise. Praticamente voltamos ao início do ano passado, quando o crescimento não era muito elevado e ainda temos um nível de incerteza muito mais elevado”, destacou, em nota, o gerente-executivo de Economia da CNI, Renato da Fonseca.

Fonte: Agência Brasil

Leia mais:

Leia mais sobre Economia

Com movimento fraco durante a semana, shoppings aglomeram no sábado

Lojistas relatam que primeira semana de reabertura gradual dos shoppings teve frequência ‘tímida’ dos consumidores de segunda a sexta com registro de aglomerações no sábado.

1 de março de 2021

Com a pandemia, mais de 75 mil lojas fecharam as portas em 2020

Segundo números da Confederação Nacional do Comércio de Bens, Serviços e Turismo (CNC), micro e pequenas empresas responderam por 98,8% dos pontos comerciais fechados no ano

1 de março de 2021

Enquanto governo se cala, parlamentares correm para evitar prejuízos

Parlamentares do AM apostam no caminho legislativo para sustar medida que reduz Imposto de Importação sobre bicicletas e prejudica o PIM.

1 de março de 2021

Década perdida: economia só deve atingir mesmo nível de 2013 em 2023

Para a agência de riscos Austin Ratin, no cenário otimista, com expansão de 3% ao ano, a economia chega ao nível pré-crise em julho de 2023.

1 de março de 2021

Ninguém aguenta: diesel e gasolina têm nova alta nos preços

Reajuste representa a quinta alta consecutiva nos preços da gasolina e a quarta no valor do litro do diesel só neste ano. Gás de cozinha também vai ficar mais caro.

1 de março de 2021

Entrega de Declarações do Imposto de Renda começa nesta segunda

Entre as novidades, está a obrigatoriedade de declarar o auxílio emergencial para quem recebeu mais de R$ 22.847,76 em outros rendimentos tributáveis.

1 de março de 2021

Suframa: ‘Prioridade é disseminar o modelo para toda a Amazônia’

Nos 54 anos da Zona Franca de Manaus, o titular da Suframa, general Algacir Polsin, falou ao RealTime1 sobre desafios ao futuro da região.

28 de fevereiro de 2021

Governo proroga prazo para recolhimento do ICMS, confira as regras

Os novos prazos contemplam os contribuintes que efetucam o pagamento do imposto sobre Circulação de Mercadorias e Serviços nos meses de fevereiro, março e abril de 2021.

27 de fevereiro de 2021