fbpx

sábado, 21 de maio de 2022

Venda de livros subiu 4,9% no Natal e faturamento do setor cresceu 14%

No período do Natal foram vendidos 5,4 milhões de livros no País, com alta de 4,94% sobre o mesmo período de 2020, que teve 5,1 milhões de unidades comercializadas.

25 de janeiro de 2022

Compartilhe

Os destaques foram livros de ficção, de autoajuda e religiosos (Foto: Gui Maia/Cultura RJ)

O período do Natal foi o que registrou maior volume de livros vendidos e maior faturamento do setor no ano passado no Brasil, revela pesquisa feita pela Nielsen BookScan para o Sindicato Nacional dos Editores de Livros (Snel).

Segundo o 13º Painel do Varejo de Livros no Brasil, de 6 de dezembro de 2021 a 2 de janeiro de 2022, foram vendidos 5,4 milhões de livros no País, com alta de 4,94% sobre o mesmo período de 2020, que teve 5,1 milhões de unidades comercializadas. O faturamento alcançou R$ 235 milhões, com expansão de 14,14%.

O balanço de 2021 mostrou crescimento de 29,36% em volume, comparativamente ao ano anterior, e de 29,28% em faturamento. Foram vendidos 55 milhões de livros, que geraram receita de R$ 2,28 bilhões.

O resultado foi extremamente positivo, segundo o presidente do Snel, Dante Cid. “Com toda dificuldade do ano passado, ainda vimos no balanço consolidado que houve crescimento real, descontada a inflação; E é um crescimento significativo.” Mesmo comparando com o ano atípico de 2020, marcado por fechamento de setores da economia, o Snel não esperava incremento como o registrado, acrescentou Cid.

Os destaques foram livros de ficção, de autoajuda e religiosos, que cresceram acima da média dos demais segmentos.

Com informações da Agência Brasil

Leia Mais:

Leia mais sobre Economia & Negócios

Lei de tempo de espera máximo para atendimento é sancionada, no AM

O Instituto de Defesa do Consumidor do Amazonas destaca que, para que o consumidor consiga indenização perante a Justiça, é necessário recorrer ao Poder Judiciário.

20 de maio de 2022

PL destina recursos do pré-sal para políticas de pesca e aquicultura

Projeto de Lei 6114/19 destina para as políticas de aquicultura e pesca dos estados e municípios até 1% dos recursos arrecadados pela União com venda dos barris de petróleo.

20 de maio de 2022

PIM poderá ganhar fábrica da Tesla, empresa de Elon Musk, diz colunista

Informação é do colunista Igor Gadelha, do site Metrópoles. Em setembro do ano passado, a empresa apresentou, pela primeira vez, um protótipo de um veículo de duas rodas.

20 de maio de 2022

Em 4 meses, a arrecadação tributária do AM cresce 4% e supera R$ 5 bi

Crescimento reflete o bom desempenho da atividade comercial, e ainda, do subsetor de postos de combustíveis, que registraram alta na arrecadação, respectivamente, de 6% e 10%

20 de maio de 2022

Governo publica decreto com regras para mercado de carbono

Medida exige que os ministérios do Meio Ambiente e da Economia criem um plano de mitigação das mudanças climáticas, em que serão definidas metas de emissão de gases.

20 de maio de 2022

Eneva mais do que dobra reservas de gás na Bacia do Amazonas

Auditoria de reservas e recursos na Bacia do Amazonas mostra que as reservas de gás natural da Eneva passaram de 7,1 bilhão de m³ (Bm³) no fim de 2021 para 14,8 Bm³ em abril.

20 de maio de 2022

Brasil terá geração mais pobre com fechamento de escolas na pandemia, diz FMI

Aprendizado incompleto na pandemia pode diminuir o rendimento médio dessa geração de estudantes em 9,1%. Prognóstico coloca o país na 3ª pior posição entre os países do G20.

20 de maio de 2022

Startups podem obter crédito para acessar soluções tecnológicas

Programa Serpro Booster seleciona empresas tecnológicas e oferece créditos para que acessem algumas das melhores soluções tecnológicas de administração de dados públicos.

20 de maio de 2022