fbpx

sexta, 01 de julho de 2022

Uber exclui mais de 400 motoristas de Manaus por cancelamentos

Ameap afirma que 420 motoristas já foram removidos do Uber. O número é uma parcela dos 1,6 mil condutores que foram retirados do sistema em todo o país, conforme a empresa.

15 de outubro de 2021

Compartilhe

Uber segue excluindo motoristas por cancelamentos de corridas (Foto: Reprodução)

A Associação de Motoristas por Aplicativo de Manaus (Ameap) registra, até este mês de outubro, 420 motoristas removidos da plataforma de transporte Uber. O número é uma parcela dos 1,6 mil condutores que foram retirados do sistema em todo o país, conforme informações do Uber. As exclusões ocorrem após sucessivos cancelamentos de corridas.

Conforme o presidente da Ameap, Alexandre Matias, a cada dia, mais condutores são removidos do aplicativo. Ele explica que o Uber utiliza plataforma própria de localização, diferente do sistema utilizado pelo condutor, o que gera diferenciação no cálculo do valor da viagem. Isso, somado ao elevado custo do preço do combustível, faz com que o condutor opte por não aceitar fazer o transporte de passageiros.

“O Uber utiliza plataforma própria de localização, o que prejudica o sistema de cálculo do motorista. Pelo mapa eletrônico utilizado dentro do veículo, pelo aparelho celular, a viagem resultaria em determinado valor. Porém, ao aceitar a corrida, o aplicativo remete o valor à localização informada pelo sistema do Uber, o que gera outro valor, menor do que o pensado pelo motorista. Quem é mais experiente na profissão, já sabe e logo descarta e assim a Uber exclui”, explica.

Matias também disse que mais de 70% dos veículos que operam pela Uber são alugados. Os custos na soma entre aluguel e combustível geram em torno de R$4 mil por mês. Ele afirma que os custos com combustível inviabilizam algumas viagens.

Uber confirma exclusões

Por meio de nota, o Uber informou que dos cerca de 1 milhão de motoristas e entregadores parceiros cadastrados no Brasil, 0,16% do total apresentaram, de maneira recorrente, comportamentos que prejudicam intencionalmente o funcionamento da plataforma.

O Uber também informou que “não divulga dados regionais, devido às políticas da empresa no mundo todo”.

A empresa afirma que os motoristas cadastrados são profissionais independentes e, assim como os usuários, podem cancelar viagens quando julgarem necessário. Porém, cancelamentos excessivos ou para fins de fraude, configuram mau uso da plataforma, atrapalhando o funcionamento e prejudicando os demais usuários e motoristas.

“A Uber tem equipes e tecnologias próprias que revisam constantemente as viagens e os cancelamentos para identificar suspeitas de violação ao Código da Comunidade e, caso sejam comprovadas, banir as contas envolvidas. Comportamentos como a prática de cancelar viagens em sequência e logo após terem sido aceitas prejudicam negativamente todos que usam a plataforma porque, de um lado, impedem que outros motoristas parceiros gerem renda atendendo as mesmas solicitações de viagens canceladas, e, por outro, deixam os usuários esperando mais tempo ou até desistindo da solicitação”.

Opção ‘furar fila’

Reagindo às reclamações de usuários em todo o país, o Uber anunciou nesta quinta-feira (14), o recurso Uber Prioridade, em que usuários poderão pagar para embarcar mais rápido.

A função será disponibilizada inicialmente em Campinas (SP), Curitiba (PR) e Belém (PA) – o Uber afirma que a opção funcionará na região central das cidades, onde a espera pelo embarque tem sido mais longa. O Uber informou que não há previsão para que a função tenha operação em Manaus e demais cidades.

O Uber Prioridade vai aparecer como mais uma opção na tela do passageiro depois que ele digitar o endereço de destino. Segundo o Uber, o horário de funcionamento do recurso não é fixo e acompanha a dinâmica de movimentação da cidade.

Texto: Priscila Caldas

Leia Mais:

Leia mais sobre Economia & Negócios

Manaus vai sediar maior evento de networking de Tecnologia e Inovação

Estão abertas as inscrições para o ‘AATEC Day 2022’, evento gratuito voltado para gestores e profissionais de Tecnologia e Inovação. Evento vai acontecer em 23 de julho.

1 de julho de 2022

Micro e pequenas empresas poderão renegociar dívidas com a União até 31 de outubro

Inadimplência tributária pode ocasionar a exclusão do Simples Nacional, importante regime criado para as MPE, que proporciona o recolhimento de impostos em via única.

1 de julho de 2022

Geladeiras devem exibir nova etiqueta de eficiência energética a partir de hoje

Nova etiqueta traz três subclasses, indicando diferença de consumo de até 30% entre os produtos mais eficientes. Além disso, um QR Code vai remeter ao status do refrigerador.

1 de julho de 2022

AM pode atrair investimentos de bancos internacionais, diz BNDES

Presidente do BNDES, Gustavo Montezano, participa de eventos que discutem investimentos e economia verde da Amazônia, em Manaus com bancos internacionais.

1 de julho de 2022

Festa do Leite e Feira Agropecuaria devem injetar R$ 5 milhões em Autazes

Festa do Leite e Feira Agropecuária de Autazes terão instituições bancarias com oferta de linhas de créditos voltadas para produtores do setor rural do município.

30 de junho de 2022

Veja quais são as novas regras para atendimento nas agências do INSS

Novas regras passam a valer a partir da segunda-feira (4). Mudança inclui a determinação de que as agências fiquem abertas na semana, por seis horas diárias, sem interrupção.

30 de junho de 2022

Polo de Duas Rodas confirma projeção de crescimento no AM em 8% para 2022

Abraciclo e Sedecti realizaram encontro para discutir projetos de melhorias e fortalecimento do Polo de Duas Rodas instalado na Zona Franca de Manaus e que terá crescimento.

30 de junho de 2022

Transportadoras fluviais de cargas do AM podem entrar em greve por 10 dias

Sindarma afirma que uma possível paralisação das transportadoras também iria afetar o abastecimento das cargas nos estados vizinhos do Acre, Rondônia, Roraima e Pará.

30 de junho de 2022