fbpx

quarta, 01 de dezembro de 2021

Setembro: Cigás registra melhor desempenho de venda de gás natural na década

Todos os segmentos da Cigás apresentaram desempenho superior aos registrados antes do início da pandemia. A média de volume comercializado foi de 5,596 milhões de m³/dia.

8 de novembro de 2021

Compartilhe

O resultado indica que o consumo de gás natural vem se consolidando no estado (Foto: Divulgação)

No Amazonas, a comercialização de gás natural (GN) alcançou, em setembro, o melhor desempenho mensal desde o início da operação comercial da Companhia de Gás do Amazonas (Cigás), há 10 anos. A média de volume comercializado foi de 5,596 milhões de metros cúbicos por dia (m³/dia – unidade de medida padrão para aferir o desempenho da distribuição de gás natural).

Todos os segmentos atendidos pela Cigás, concessionária do serviço público de distribuição e comercialização de gás natural, apresentaram desempenho superior aos registrados antes do início da pandemia, no referido mês. Atualmente, são beneficiados com o GN fornecido pela Companhia os segmentos Termelétrico, Industrial, Comercial, Veicular, Residencial e o mais recente, o de Liquefação/Autogeração.

O aumento de geração de energia foi um dos fatores que contribuiu para o desempenho na comercialização de gás natural no Amazonas. A razão é o fato de que a Cigás fornece GN para 12 termelétricas no estado. O volume registrado de vendas de gás natural neste segmento, em setembro, foi de 5,278 milhões de m³/dia, elevação de 13,3% ante a setembro do ano passado.

Já em se tratando do segmento Industrial, a economia proporcionada pelo combustível fóssil a empresas do parque fabril de Manaus tem sido fundamental neste momento de busca pelo incremento da atividade produtiva.

As vendas para mais de 50 empresas do parque fabril local chegaram em setembro a 165,3 mil m³/dia, volume 5,9% superior a setembro de 2020. Se for considerar o acumulado dos nove primeiros meses do ano, com o comparativo com o mesmo período de 2020, o avanço é ainda mais significativo, atingindo 26%.

O resultado indica que o consumo de gás natural vem se consolidando no estado.

“Esses números refletem os investimentos realizados, ao longo dos anos, pela Cigás, que já ultrapassam R$ 614,8 milhões, em valores corrigidos, na expansão da rede de distribuição visando universalizar o uso de gás natural e seus benefícios”, ressaltou René Levy Aguiar, diretor-presidente da Companhia.

Segmento Veicular

Outro segmento que contribuiu para o desempenho de setembro foi o Veicular, que registrou nova marca histórica de volume com 19,8 mil m³/dia – salto de 48,5% em referência a setembro de 2020.

O preço mais competitivo do gás natural veicular (GNV) frente a outros combustíveis é apontado como o maior atrativo. Estudo da Companhia feito a partir de levantamento – baseado no mercado local e referente ao período de 17 a 23 de outubro – da Agência Nacional do Petróleo, Gás Natural e Biocombustíveis (ANP) indica que o GNV está sendo vendido a um valor 42% inferior ao da gasolina e 48% abaixo do preço do etanol.

Dados da última edição do boletim mensal de Acompanhamento da Indústria de Gás Natural, do Ministério de Minas e Energia, indicam que a tarifa da Cigás praticada para o segmento veicular é a quarta menor do País.

A Companhia também tem contribuído para o fomento do mercado de gás natural veicular por meio da campanha “Faça a Conta. Use GNV”, que visa a concessão de benefício no valor de R$ 4 mil a taxistas, motoristas de aplicativo e frotistas que tenham feito a conversão e a regularização de veículos a partir do dia 16 de setembro – início da campanha. A Cigás analisará a documentação e concederá o incentivo aos 250 primeiros que cumprirem todos os critérios estabelecidos em regulamento, que pode ser acessado no endereço eletrônico www.usegnv.cigs-am.com.br.

Além dessas iniciativas, dois novos postos de combustíveis fecharam contratos com a Companhia para operação com GNV, sendo que estão aguardando apenas a finalização da interligação de energia elétrica para funcionamento do sistema de compressão e de abastecimento.

Demais segmentos

Outros dois segmentos que apresentaram destaque foram o Comercial, com registro de 4 mil m³/dia de volume de gás natural comercializado em setembro, elevação de 22% em comparação com setembro do ano anterior; e Residencial, que também registrou destaque no volume de vendas, alcançando 1,3 mil m³/dia no mesmo mês.

Com informações da assessoria

Leia Mais:

Leia mais sobre Economia & Negócios

Inflação medida pelo IPC-S sobe para 1,08% em novembro, diz FGV

Alta da taxa de outubro para novembro foi puxada por apenas dois dos oito grupos de despesas que compõem o IPC-S. Inflação de transportes mais do que duplicou no período.

1 de dezembro de 2021

Carnaval e Covid: empresários temem perder mais vidas e não vendas

Empresários consideram que o possível cancelamento do carnaval poderá afetar o faturamento dos setores. Porém, destacam que o momento é de prevenção à saúde pública.

1 de dezembro de 2021

Garimpo no Madeira expõe falta de alternativas no interior, diz Sidney Leite

Segundo Sidney Leite, a cadeia produtiva da mineração beneficia a mais de 38 mil famílias que trabalham na calha do Madeira, principalmente nas proximidade de Humaitá.

30 de novembro de 2021

No Brasil, desemprego cai 1,6 ponto percentual e atinge 12,6%

Número de pessoas em busca de emprego no país recuou 9,3% e, com isso, chegou a 13,5 milhões. Os ocupados tiveram um crescimento de 4%, alcançando 93 milhões de pessoas.

30 de novembro de 2021

Produtor terá acesso a linhas de crédito especiais durante Expoagro

Ao menos cinco instituições financeiras vão participar da Exposição Agropecuária ofertando linhas de crédito em condições especiais para o produtor rural do Amazonas.

30 de novembro de 2021

Desemprego cai, mas informalidade ainda atinge 59% dos amazonenses

Taxa de desocupação do estado caiu 2,3 pontos percencetuais no 3º trimestre, passando de 15,8%, entre abril e junho, para 13,4% entre julho e setembro, segundo dados do IBGE.

30 de novembro de 2021

Sob expectativa do público, Havan não tem data de inauguração em Manaus

A empresa se restringiu em informar que a unidade da Havan será inaugurada em 2022 e que os planos foram afetados pela pandemia e por reflexos no setor de construção civil.

30 de novembro de 2021

Conhecimento é vital para a sobrevivência de empresas, diz especialista

O prof. Marcelo Miyashita, um dos mais reconhecidos profissionais de marketing do país, estará em Manaus ministrando dois cursos sobre Networking e Gestão de Atendimento.

30 de novembro de 2021