fbpx

quinta, 30 de junho de 2022

Renegociação de dívidas do Financiamento Estudantil tem descontos de até 99%

O programa abrange débitos de natureza tributária e não tributária vencidos até 30 de abril, incluindo os que foram objeto de parcelamentos anteriores rescindidos ou ativos.

22 de junho de 2022

Compartilhe

A medida abrange créditos contratados com o Fies até o segundo semestre de 2017 (Foto: Divulgação)

O presidente Jair Bolsonaro (PL) sancionou nesta quarta-feira (22) a medida provisória que prevê desconto de até 99% na renegociação de dívidas do Fies (Fundo de Financiamento Estudantil).
O texto estabelece que estudantes inscritos no CadÚnico (Cadastro Único para Programas Sociais do Governo Federal) ou beneficiados pelo auxílio emergencial poderão receber o perdão máximo do valor devido.

A medida foi editada pelo governo federal em dezembro de 2021 e aprovada pela Câmara e pelo Senado em maio deste ano. Com a sanção, a medida se torna uma lei definitiva.

A medida abrange créditos contratados com o Fies até o segundo semestre de 2017.

O texto cria também um programa especial de regularização tributária das Santas Casas, os hospitais e as entidades beneficentes que atuem na área da saúde, que não estava previsto inicialmente e foi incluído pelo parlamento.

Elas poderão regularizar suas situações junto à Receita Federal ou à PGFN (Procuradoria-Geral da Fazenda Nacional).

O programa abrange débitos de natureza tributária e não tributária vencidos até 30 de abril deste ano, incluindo os que foram objeto de parcelamentos anteriores rescindidos ou ativos. Para aderir será preciso fazer um requerimento até 60 dias após a publicação da lei. A dívida poderá ser paga em até 120 parcelas mensais e sucessivas.

Ao aderir, as entidades passam a ter o dever de pagar as parcelas dos débitos consolidados no parcelamento e dos débitos vencidos após 30 de abril de 2022, inscritos ou não em dívida ativa da União.

Veto

Bolsonaro vetou apenas um trecho da norma aprovada pelo Congresso, que previa descontos concedidos às Santas Casas no Programa Especial de Regularização Tributária a serem computados na base de cálculo de alguns impostos, como o PIS/Pasep (Programas de Integração Social e de Formação do Patrimônio do Servidor Público).

O texto prevê a exclusão em caso de não pagamento de três parcelas consecutivas ou de seis alternadas ou a decretação de falência ou extinção, pela liquidação, da entidade optante, entre outras hipóteses.

Para estudantes com dívidas vencidas e não pagas antes de dezembro de 2018, há previsão de desconto de 77% no valor –desde que a pessoa não esteja inscrita no CadÚnico, nem tenha recebido auxílio emergencial.

Renegociação

Nas hipóteses de renegociação, o saldo devedor deverá ser quitado em até 15 prestações mensais, corrigidas pela Selic (taxa básica de juros). Caso o estudante descumpra o acordo e não pague três prestações sucessivas ou cinco alternadas, a dívida será restabelecida, com os acréscimos.
O texto ainda permite que a Receita Federal proponha transação na cobrança de créditos tributários em contencioso administrativo, de forma individual ou por adesão.

Segundo o governo, a medida provisória foi criada “a fim de reduzir os índices de inadimplência do programa e combater os efeitos devastadores da pandemia da Covid-19”.

Texto: Matheu Teixeira – FolhaPress

Leia Mais:

Leia mais sobre Economia & Negócios

Concurso da Agência de Fomento do AM abre inscrições no dia 18 de julho

São ofertadas 30 vagas para nível superior neste certame, onde os salários chegam até R$ 6,5 mil. O edital já pode ser consultado hoje no site da comissão organizadora.

30 de junho de 2022

Conheça o Empresa Fácil, sistema que facilita abertura de empresas em Manaus

O Empresa Fácil coleta os dados necessários para o funcionamento da empresa pelo preenchimento de formulário eletrônico único, disponível na internet, pelo site da Jucea.

29 de junho de 2022

“Porta-voz da ZFM”, Daniella Consentino deverá presidir a Caixa

Braço direito de Paulo Guedes, Consetino deixa a Secretaria Especial de Produtividade, Emprego e Competitividade pouco mais de quatro meses após assumir a predidência.

29 de junho de 2022

PIM fecha primeiro quadrimestre com alta de 8,96% no faturamento

Entre janeiro e abril, o faturamento total do Polo Industrial de Manaus ficou em R$ 52,68 bilhões, o que representa alta de 8,96% em relação ao mesmo período de 2021.

29 de junho de 2022

Amazonas melhora índice e obtém nota A em transparência fiscal

O Amazonas está entre os Estados que tiraram nota A juntamente com Bahia, Espírito Santo, Goiás, Mato Grosso do Sul, Paraná, Pernambuco, Santa Catarina e Tocantins.

28 de junho de 2022

Programa de capacitação em tecnologia para mulheres tem inscrições abertas

Programa Santander Code Girls 2022, uma iniciativa do Santander Universidades, atende a mulheres que têm interesse na área de Tecnologia e desejam trabalhar com programação.

28 de junho de 2022

Postos já recebem gasolina com desconto de impostos federais

Desconto ainda é gradual, já que o repasse depende dos estoques das distribuidoras, mas o governo negocia com o setor uma alternativa para agilizar os cortes nos preços.

28 de junho de 2022

Estados fazem propostas no STF sobre o ICMS dos combustíveis

Governadores, secretários de fazenda e representantes da União participaram de audiência de conciliação marcada por Gilmar Mendes do STF para tratar dos combustíveis.

28 de junho de 2022