fbpx

domingo, 19 de setembro de 2021

Novo Imposto de Renda pode dificultar restituição e aumentar carga tributária

Texto prevê que contribuintes que ganhem acima de R$ 3.333 por mês terão que apresentar a declaração completa. Modelo retira desconto de 20% e exige comprovação de despesas.

30 de junho de 2021

Compartilhe

Texto limita a declaração simplificada a rendimentos de até R$ 40 mil por ano (Foto: Reprodução)

Se for aprovada, a proposta de reforma do Imposto de Renda da Pessoa Física (IRPF) poderá, de uma vez só, aumentar a carga tributária e dificultar o pagamento de restituições aos contribuintes. De acordo com a proposta entregue ao presidente da Câmara, deputado Arthur Lira, pelo ministro da Economia, Paulo Guedes, na última sexta-feira (25), a opção pela declaração simplificada fica limitada apenas aos contribuintes que ganham rendimentos tributáveis de até R$ 40 mil por ano.

Ou seja, caso o texto seja aprovado, qualquer trabalhador que ganhe acima de R$ 3.333 por mês terá, obrigatóriamente, que apresentar a declaração completa. Neste formato, o contribuinte fica obrigado a informar notas fiscais e comprovantes de gastos para conseguir deduções do imposto.

Já o modelo simplificado, que é hoje utilizado pela maioria dos contribuintes, dá desconto de 20% (limitado a R$ 16.154,34) sobre o total de rendimentos tributáveis. Atualmente, qualquer contribuinte pode optar pela declaração simplificada. A proposta elaborada pela equipe econômica do governo, quer manter o desconto apenas para a faixa salarial de R$ 3.333 por mês.

A ideia do Planalto é estimular os contribuintes a pedirem recibos ou notas fiscais, medida considerada importante para fiscalizar o pagamento de tributos. O que o governo parece esquecer, no entanto, é que apenas uma parte das despesas garantem abatimento no IRPF, como os gastos com saúde e educação.

Com isso, contribuintes que não possuem plano de saúde, por exemplo, ou que tenham dependentes em escolas públicas, e que ganham acima de R$ 3.333, terão de pagar mais imposto, com o fim do desconto de 20%. A mesma proposta também eleva a faixa de isenção do Imposto de Renda dos atuais R$ 1,9 mil para R$ 2,5 mil.

Texto: Lucas Raposo

Leia mais:

Leia mais sobre Economia & Negócios

Governo anuncia leilão para compra simplificada de energia em outubro

Leilão, a ser realizado em outubro, contratará energia de reserva, na modalidade por quantidade para usinas termelétricas a biomassa, eólica e solar fotovoltaica.

18 de setembro de 2021

Temporada de manejo do pirarucu na RDS Uacari está aberta

Em toda a RDS Uacari, a despesca será de 646 pirarucus, envolvendo 16 outras comunidades e 134 famílias. A estimativa de renda total na reserva é de R$ 290 mil.

18 de setembro de 2021

Produção de splits impulsiona setor de condicionador de ar no PIM

Produção do modelo split saltou de 1,8 milhão, nos primeiros meses de 2020, para mais de 3,1 milhões, de janeiro a junho deste ano. Fabricação do modelo janela também cresce.

18 de setembro de 2021

FGV divulga resultados das provas objetivas do concurso do TCE-AM

O concurso teve a confirmação de mais de 15 mil candidatos, com 40 vagas para provimento imediato na Corte de Contas, com vencimentos de até R$ 8,3 mil, além de benefícios.

17 de setembro de 2021

Inaugura em Manaus a primeira unidade franqueada da rede Flexfarma

Com um diversificado mix de fármacos, dermocosméticos e conveniências, primeira unidade da rede de drogarias Flexfarma em Manaus inaugura na próxima segunda-feira (20).

17 de setembro de 2021

Renda das mulheres cresce no 2º trimestre, apesar da desocupação maior

Redimento da força de trabalho feminina teve aumento 1,4% no segundo trimestre deste ano, na comparação com o mesmo período de 2020. Enquanto a renda masculina subiu 0,4%.

17 de setembro de 2021

Endividamento familiar sobe 2,1% e tem o maior nível da história

Percentual das famílias endividadas apresentou sua nona alta na passagem mensal, chegando em 72,9% em agosto, segundo pesquisa da Confederação Nacional do Comércio

17 de setembro de 2021

Secretário do Tesouro garante Auxílio Brasil no valor de R$ 300

De acordo com o secretário especial do Tesouro Nacional, Bruno Funchal, a expectativa é de que os beneficiário recebam o novo auxílio já a partir do mês de novembro.

17 de setembro de 2021