fbpx

segunda, 08 de agosto de 2022

Ibre/FGV: Segunda prévia do IGP-M aponta variação de 0,96% em agosto

Resultado de agosto apresenta aceleração frente os meses de junho (0,60%) e julho (0,78%), porém, com intensidade mais moderada que o apresentado nos primeiros 5 meses.

19 de agosto de 2021

Compartilhe

Dois dos três indicadores do IGP-M exibiram variação menor em agosto (Foto: Reprodução)

Na segunda prévia do Índice Geral de Preços – Mercado (IGP-M) aponta variação de 0,96% na leitura de agosto, ante alta de 0,78% do mês de julho. Os números foram divulgados nesta quinta-feira (19), pelo Instituto Brasileiro de Economia da Fundação Getulio Vargas (Ibre/FGV).

O resultado mensal de agosto apresenta aceleração frente os meses de junho (0,60%) e julho (0,78%), porém, com intensidade mais moderada que o apresentado nos primeiros cinco meses do ano. Ressalta-se também que o resultado do mês de agosto de 2021 é inferior ao mesmo período de 2020 quando ficou em 2,74%.

Dois dos três indicadores que compõem o IGP-M exibiram variação menor no mês de agosto quando comparado com o apresentado em julho, o IPC-M e o INCC-M.

O IPA-M, único indicador que mostrou variação percentual maior que o mês de julho, ficou em 1,07% no mês de agosto ante 0,71% do mês anterior, aumento de 0,36 p.p. entre os meses.
A variação do IPC-M foi de 0,68% no mês de agosto, desacelerando em relação ao registrado em julho quando variou 0,83%.

Por fim, o INCC-M apresentou avanço 0,58%, uma variação 0,66 p.p. menor em relação ao mês de julho quando cresceu 1,24%.

No acumulado no ano até agosto, o IGP-M registra alta de 17,09% apresentando aceleração em relação a julho (15,98%). O IPA-M acumula crescimento de 21,11% em 2021, INCC-M, 11,39% e o IPC-M, 4,97%.

Em 12 meses o IGP-M acumula crescimento de 31,50% com desaceleração pelo terceiro mês consecutivo (37,04% em maio, 35,75% em junho e 33,83% em julho). Nesta mesma ótica, o IPA-M mostra elevação de 40,54%, também em desaceleração por três meses seguidos (50,21% em maio, 47,53% em junho e 44,25%).

O resultado dos indicadores segue na tabela abaixo:

Fonte: Federação das Indústrias do Estado de São Paulo (Fiesp)

Fonte: Federação das Indústrias do Estado de São Paulo (Fiesp)

Leia mais:

Leia mais sobre Economia & Negócios

Caminhoneiros recebem benefício emergencial a partir desta terça

O Benefício Caminhoneiro-TAC do Governo Bolsonaro tem validade até 31 de dezembro de 2022 e será pago em seis parcelas mensais, no valor de R$ 1 mil.

7 de agosto de 2022

Pequenos negócios geram 72% das vagas de emprego no 1º semestre

Na divisão por setores da economia, os pequenos negócios apresentaram saldo positivo na criação de empregos em todos os segmentos no acumulado do ano.

7 de agosto de 2022

Ataques de hackers fazem ANP adiar divulgação de preços da gasolina

A Agência Nacional do Petróleo, Gás Natural e Biocombustíveis informou que os sistemas foram retirados do ar para avaliação dos riscos à segurança cibernética da agência.

6 de agosto de 2022

Bancada do AM continua luta para sustar decreto de Bolsonaro contra a ZFM

Novo decreto tenta burlar a decisão do STF que preservou os produtos da Zona Franca que são submetidos a PPB. Petição será encaminhada ao ministro Alexandre de Moraes.

5 de agosto de 2022

Santander destina R$ 2 milhões para projetos de emprego e renda no País

Dez instituições de todo o País serão contempladas com recursos para projetos de emprego e renda voltados para jovens e adultos com proposta de inclusão produtiva.

5 de agosto de 2022

Suframa promove debate sobre cenários da Bioeconomia até 2040

Inscrições para o “Fórum de Bioeconomia” estão abertas. Objetivo é alinhar diretrizes e ações efetivas de caráter estratégico com reflexos no desenvolvimento da região.

5 de agosto de 2022

Ronaldo ‘Fenômeno’ detalha criação da SAF em evento da Expert XP 2022

Ex jogador da Seleção Brasileira e de times nacionais e internacionais, Ronaldo "Fenômeno" detalhou como opera a primeira SAF do futebol do País.

4 de agosto de 2022

Fieam completa 62 anos e cobra cumprimento de liminar em favor da ZFM

Decreto presidencial publicado no fim de semana contraria decisão liminar do ministro do STF Alexandre de Moraes e determina nova redução do IPI para itens produzidos na ZFM.

3 de agosto de 2022