fbpx

segunda, 08 de agosto de 2022

Exportações do Amazonas crescem 14% e somam US$75 milhões em outubro

A Venezuela se mantém como principal destino dos produtos amazonenses, ficando responsável pelo volume de US$ 12 milhões, com participação de 16,26% do total de exportações.

1 de dezembro de 2021

Compartilhe

Dados consta do resultado da Balança Comercial de outubro de 2021, da Sedecti (Foto: Reprodução)

As exportações do Amazonas apresentaram aumento de 14,10% no mês de outubro, na comparação com setembro. Os valores exportados alcançaram cifras de US$ 75,07 milhões, segundo números divulgados nesta quarta-feira pela Secretaria de Estado de Desenvolvimento Econômico, Ciência, Tecnologia e Inovação (Sedecti).

O item “outras preparações alimentícias” foi o mais exportado em outubro, para pelo menos 11 países da América do Sul e América do Norte e, também, para alguns países da Europa. Respondeu pelo equivalente a 22,77% do total exportado pelo estado no período, com o volume de US$ 17,09 milhões.

Dos 60 países parceiros comerciais das exportações do Amazonas, a Venezuela se mantém como o principal destino, ficando responsável pelo volume de US$ 12 milhões, com participação de 16,26% do total de exportações.

Importações

Já as importações do Amazonas em outubro registraram cifras de US$ 1,182 bilhão – um aumento de 39,97% na comparação com outubro de 2020. A China se manteve como a principal origem das importações do Amazonas, registrando o montante de US$ 524,26 milhões, o que representa a participação de 44,33% das importações totais do estado.

O principal produto importado foi “outras partes destinadas aos aparelhos transmissores”, com o volume de US$ 172,32 milhões, o equivalente a 14,57% das importações, sendo 69,16% originários da China. Em segundo lugar aparece o item “processadores e controladores”, registrando cifras de US$ 114,25 milhões, com participação de 9,66% do total, tendo o Vietnã como origem de 32,65% das compras desse produto para o Amazonas.

O item “partes de aparelhos telefônicos” foi o terceiro mais importado. O produto alcançou cifras de US$ 60,87 milhões e uma participação de 5,15% no total das importações, tendo também a China como origem de 49,07% do item.

Corrente de Comércio

Em outubro de 2021, a Corrente de Comércio do Estado do Amazonas (soma das importações com as exportações) totalizou US$ 1,257 bilhão, um crescimento de 35,19% na comparação com outubro de 2020. O saldo (exportações menos importações) em outubro foi de US$ -1,107 bilhão.

No ranking de maior relação comercial com o estado do Amazonas estão os países: China, EUA e Vietnã.

Municípios

No interior do Amazonas, em outubro de 2021, o município de Presidente Figueiredo voltou para o topo do ranking e foi o maior exportador para o período, responsável por US$ 5,72 milhões do total exportado no estado. A China foi o principal parceiro comercial do produto exportado “ferros-ligas”.

Já Itacoatiara retornou para o segundo lugar dos municípios que mais exportaram, registrando o montante de US$ 3,41 milhões na comercialização do item “soja”, que foi o principal produto a ser exportado para a Noruega.

Nas importações, o município de Rio Preto da Eva foi o destaque, com o total de US$ 557,54 mil, tendo o produto “polímeros de etileno” como o principal item importado, tendo como origem os EUA. Itacoatiara ficou em segundo lugar nas importações, registrando o volume de US$ 178,74 mil, ao importar o item “bombas de ar ou de vácuo para extração ou reciclagem” como principal produto importado da Holanda.

Leia mais:

Leia mais sobre Economia & Negócios

Caminhoneiros recebem benefício emergencial a partir desta terça

O Benefício Caminhoneiro-TAC do Governo Bolsonaro tem validade até 31 de dezembro de 2022 e será pago em seis parcelas mensais, no valor de R$ 1 mil.

7 de agosto de 2022

Pequenos negócios geram 72% das vagas de emprego no 1º semestre

Na divisão por setores da economia, os pequenos negócios apresentaram saldo positivo na criação de empregos em todos os segmentos no acumulado do ano.

7 de agosto de 2022

Ataques de hackers fazem ANP adiar divulgação de preços da gasolina

A Agência Nacional do Petróleo, Gás Natural e Biocombustíveis informou que os sistemas foram retirados do ar para avaliação dos riscos à segurança cibernética da agência.

6 de agosto de 2022

Bancada do AM continua luta para sustar decreto de Bolsonaro contra a ZFM

Novo decreto tenta burlar a decisão do STF que preservou os produtos da Zona Franca que são submetidos a PPB. Petição será encaminhada ao ministro Alexandre de Moraes.

5 de agosto de 2022

Santander destina R$ 2 milhões para projetos de emprego e renda no País

Dez instituições de todo o País serão contempladas com recursos para projetos de emprego e renda voltados para jovens e adultos com proposta de inclusão produtiva.

5 de agosto de 2022

Suframa promove debate sobre cenários da Bioeconomia até 2040

Inscrições para o “Fórum de Bioeconomia” estão abertas. Objetivo é alinhar diretrizes e ações efetivas de caráter estratégico com reflexos no desenvolvimento da região.

5 de agosto de 2022

Ronaldo ‘Fenômeno’ detalha criação da SAF em evento da Expert XP 2022

Ex jogador da Seleção Brasileira e de times nacionais e internacionais, Ronaldo "Fenômeno" detalhou como opera a primeira SAF do futebol do País.

4 de agosto de 2022

Fieam completa 62 anos e cobra cumprimento de liminar em favor da ZFM

Decreto presidencial publicado no fim de semana contraria decisão liminar do ministro do STF Alexandre de Moraes e determina nova redução do IPI para itens produzidos na ZFM.

3 de agosto de 2022