fbpx

sexta, 28 de janeiro de 2022

Expoagro movimenta setor primário e prevê R$ 100 milhões em negócios

O secretário de Produção Rural do Amazonas, Petrucio Magalhães Jr, destacou a importância econômica da feira para o setor primário e previu movimentação econômica recorde.

9 de dezembro de 2021

Compartilhe

eira agropecuária começou hoje (9) e vai até domingo (Foto: Divulgação)

Tida como a maior feira de agronegócios e da agricultura familiar do estado, a 43ª Exposição Agropecuária do Amazonas (Expoagro) começou na manhã desta quinta-feira (9) e vai até domingo (12). O evento movimenta o setor primário e impulsiona a recuperação econômica de produtores rurais, agricultores e empreendedores do ramo, impactados financeiramente pela pandemia de Covid-19.

Durante a abertura oficial da feira, realizada no Kartódromo da Vila Olímpica, zona centro-oeste de Manaus, o secretário de Produção Rural do Amazonas, Petrucio Magalhães Júnior, destacou a importância econômica da feira para o setor.

“Nós resgatamos a Expoagro em 2019, após seis anos sem a grande vitrine do setor agropecuário do Amazonas. Em 2019, R$ 76 milhões em negócios. Em 2020 veio a pandemia, nós ousamos e fizemos uma feira 100% virtual, com R$ 60 milhões em negócios. E agora, 2021, a 43ª Expoagro no formato híbrido, inédito, presencial e também na plataforma digital, com expectativa de movimentar até R$ 100 milhões”, detalhou Petrucio.

O titular da Secretaria de Estado de Produção Rural (Sepror) também ressaltou que o governador Wilson Lima assinou o decreto que isenta as negociações feitas na Expoagro do Imposto sobre Circulação de Mercadorias e Serviços (ICMS).

A isenção fiscal é direcionada ao comércio de veículos utilitários, botes de alumínio, tratores, grupos geradores, materiais para pesca em geral, ração para peixes, ovinos e caprinos, entre outros produtos de origem animal e maquinários agrícolas.

“Esse é um desconto muito atrativo. Então é o momento de a gente cuidar da saúde, das questões relacionadas à Covid-19, mas também de retomar as atividades econômicas, gerar emprego, renda. A nossa sociedade precisa disso, e a gente está focado para trabalhar e interiorizar o desenvolvimento econômico com sustentabilidade”, acrescentou o secretário.

Recuperação

Há dez anos cultivando abacaxi na Vila do Engenho, zona rural do município de Itacoatiara, o produtor Nailson Santarém, 45, aposta na Expoagro para ampliar a renda neste final de ano.

“Uma iniciativa dessas é muito importante para nós agricultores, que dependemos da venda do nosso produto e não temos outra renda, só a agricultura. Nosso insumo, nosso adubo, tudo aumentou por causa da pandemia. Para nós conseguirmos recuperar essa demanda de abacaxi, nós procuramos trazer para cá”, disse Nailson, que espera vender 4 mil abacaxis durante os quatro dias de feira.

A vendedora Patrícia Batista, 30, vai trabalhar comercializando produtos fabricados a partir do couro, como botas, bolsas, chapéus e chaveiros. Ela relata que a feira traz novo fôlego aos comerciantes, que ainda contabilizam os prejuízos da pandemia.

“Para a gente foi muito ruim (a pandemia), ficamos em um local distante do Centro, em uma galeria, a gente teve que reduzir os funcionários. Isso aqui é bom para a gente, para buscar novos clientes”, considerou Patrícia.

Protocolos e programação

A 43ª Expoagro vai até o domingo, sempre das 9h às 22h, com limite de 50% de público, conforme estabelecido nas medidas de segurança, previstas no protocolo sanitário dos órgãos de Vigilância Sanitária e Saúde do Estado.

A agenda de shows da feira inicia nesta quinta-feira, com apresentações do grupo Kboclos, Jean Sarrafo e Daniel Trindade.

Na sexta-feira (10), é a vez de Nelly Miranda, e Igor Oliveira e banda.

As atrações continuam no sábado (11), com apresentação da cantora Liah Oliveira e Guto Lima. Finalizando a agenda musical, no domingo (12) tem show do cantor Nill Moreno e da Banda John Veiga.

Todas as programações serão gratuitas, incluindo as atividades técnicas entre palestras e cursos, além dos shows musicais com atrações locais.

A programação completa está disponível AQUI.

Com informações da assessoria

Leia Mais:

Leia mais sobre Economia & Negócios

Defensoria Pública abre processo seletivo de estágio em Direito

As inscrições no Cadastro de Reserva da Defensoria Pública do Estado do Amazonas estão abertas para candidatos ao Estágio de Direito com bolsa de R$987 e auxílio transporte.

27 de janeiro de 2022

Secretários de Fazenda aprovam congelamento de ICMS dos combustíveis

Congelamento do preço médio ponderado ao consumidor final (PMPF), base para cálculo do ICMS, tinha validade até 31 de janeiro. Com a decisão, valerá por mais 60 dias.

27 de janeiro de 2022

Jovem aprendiz colabora em média com 30% da renda das famílias, diz fórum

Fórum lançado nesta quinta, busca soluções para ampliar estágio e primeiro emprego no Brasil por meio de ações alinhadas com Estados e Municípios e ao Novo Ensino Médio.

27 de janeiro de 2022

Empresas podem acionar Justiça para liberar mercadorias na Receita

Mais empresas podem seguir a Moto Honda e acionar a Justiça para desembaraçar mercadorias fiscalizadas no operação padrão dos auditores fiscais, diz a Fieam.

27 de janeiro de 2022

Setor imobiliário deve frear reação devido Inflação e juros altos, em 2022

Conjuntura de 2022 com inflação e juros altos tem diferença em relação ao ano passado quando o mercado imobiliário reagiu bem apesar da pandemia, dizem especialistas.

27 de janeiro de 2022

Faturamento do PIM cresce 32% até novembro de 2021 e bate recorde

De acordo com dados da Suframa, o faturamento do Polo Industrial de Manaus acumulado de janeiro a novembro de 2021 atingiu volume recorde de quase R$ 145,59 bilhões.

27 de janeiro de 2022

5 milhões de m³/dia: consumo de gás natural atinge volume inédito no AM

Volume demandado em 2021 alcançou média de 5,2 milhões de m³/dia, alta de 5,5 % em comparação com o ano de 2020, segundo cálculos da Cigás.

27 de janeiro de 2022

Confiança da indústria registra sexta queda consecutiva, informa FGV

Índice de Confiança da Indústria (ICI) caiu 1,7 ponto em janeiro, para 98,4 pontos, o menor nível desde julho de 2020, quando o índice atingiu 89,8 pontos.

27 de janeiro de 2022