fbpx

sexta, 28 de janeiro de 2022

Em sete anos, Codam tem investimentos, projetos e empregos recordes

As aplicações representam crescimento de 90% em relação aos R$10,5 bilhões aprovados nas reuniões em 2020 pelo Conselho de Desenvolvimento do Estado do Amazonas (Codam).

24 de dezembro de 2021

Compartilhe

Em sete anos, Codam tem investimentos, projetos e empregos recordes (Foto: Reprodução)

Em meio ao enfrentamento da pandemia da Covid-19, o Conselho de Desenvolvimento do Estado do Amazonas (Codam) registrou, em 2021, R$19,97 bilhões em investimentos industriais, volume recorde na análise dos últimos sete anos. As aplicações representam crescimento de 90% em relação aos R$10,5 bilhões aprovados nas reuniões em 2020.

Os números foram apresentados na última reunião ordinária (293ª) do conselho do ano, realizada no último dia 15 de dezembro, conduzida pela Secretaria de Desenvolvimento, Ciência, Tecnologia e Inovação (Sedecti), em dezembro.  

Conforme a Sedecti, na análise anual desde 2015, nos dois últimos anos os investimentos privados retomaram índices de crescimento ‘driblando’ os entraves decorrentes da pandemia. Nos anos de 2017 a 2019 os números registraram queda, retomando incremento em 2020 com aplicações de R$10,5 bilhões (88,2% em relação a 2019).

Número de projetos aprovados pelo Codam

Ao longo de 2021 o Codam aprovou 216 projetos, o que representa crescimento de 6,4% em comparação às 203 propostas submetidas ao conselho no ano anterior. Quando comparado aos 156 projetos registrados em 2015, o resultado deste ano aponta crescimento de 28% na análise de propostas de investimentos industriais ao modelo Zona Franca de Manaus (ZFM).

Mão de obra

A geração de emprego em 2021 também foi maior desde 2015. Nos últimos 12 meses os projetos industriais foram responsáveis pelo emprego de 8.480 trabalhadores, em indústrias na capital e no interior do estado. O número é 19,7% maior frente a 2020 (7.082) e 26% superior às 6.270 oportunidades geradas em 2015.

Resultados de 2021

Durante todo o ano o Codam manteve frequência de cinco encontros que totalizaram R$19,97 bilhões. O maior percentual de investimentos (R$14,5 bilhões) previstos em pauta foi aprovado na 289ª reunião ordinária, no mês de abril, quando ocorreu a primeira reunião do ano.

Entre os 216 projetos apreciados, 78 eram relacionados à implantação, 103 à diversificação e 35 de atualização industrial.

Os projetos aprovados viabilizaram a oferta de 8.480 postos de trabalho. As indústrias ainda remanejaram 6.109 vagas dentro da própria empresa. O número se refere ao reaproveitamento de profissionais dentro da indústria.

Para o titular da Sedecti, Jório Veiga, é importante manter os investimentos para o consequente crescimento do Produto Interno Bruto (PIB) estadual. Ele destaca que somente por meio do PIB é possível melhorar a qualidade de vida da população amazonense.

“São números positivos para o nosso estado. Temos que manter esses investimentos para que possamos seguir com o crescimento do nosso PIB, só assim conseguiremos melhorar a condição de vida de uma série de pessoas que seguem vivendo abaixo da linha da pobreza. Acredito que 49% da população do Amazonas vive abaixo da linha da pobreza e sem que a gente aumente o PIB será difícil mudar essa situação”, destacou o secretário.

Empresas e maiores investimentos

Ao longo de 2021 as empresas que tiveram projetos aprovados e com maiores investimentos previstos foram: Samsung Eletrônica da Amazônia Ltda R$9,49 bilhões; LG Electronics do Brasil Ltda R$4,26 bilhões; Tec Toy S.A. R$921,2 milhões; Foxconn Moebg Ind. de Elet. Ltda R$460,4 milhões; Conipa Ind. e Com. R$320,7 milhões.

Destaques nos municípios

Para o interior do estado foram aprovados seis projetos industriais referentes à construção de embarcações, agropecuária, castanha do Brasil, colchões, farinha de mandioca e bebida láctea.

Os projetos foram destinados às cidades de Iranduba (3 projetos), Humaitá (1 projeto), Rio Preto da Eva (1 projeto) e Tefé (1 projeto). A previsão é que os projetos gerem 444 postos de trabalho por meio de R$53,87 milhões em investimentos privados.

Texto: Priscila Caldas

Leia Mais:

Leia mais sobre Economia & Negócios

Defensoria Pública abre processo seletivo de estágio em Direito

As inscrições no Cadastro de Reserva da Defensoria Pública do Estado do Amazonas estão abertas para candidatos ao Estágio de Direito com bolsa de R$987 e auxílio transporte.

27 de janeiro de 2022

Secretários de Fazenda aprovam congelamento de ICMS dos combustíveis

Congelamento do preço médio ponderado ao consumidor final (PMPF), base para cálculo do ICMS, tinha validade até 31 de janeiro. Com a decisão, valerá por mais 60 dias.

27 de janeiro de 2022

Jovem aprendiz colabora em média com 30% da renda das famílias, diz fórum

Fórum lançado nesta quinta, busca soluções para ampliar estágio e primeiro emprego no Brasil por meio de ações alinhadas com Estados e Municípios e ao Novo Ensino Médio.

27 de janeiro de 2022

Empresas podem acionar Justiça para liberar mercadorias na Receita

Mais empresas podem seguir a Moto Honda e acionar a Justiça para desembaraçar mercadorias fiscalizadas no operação padrão dos auditores fiscais, diz a Fieam.

27 de janeiro de 2022

Setor imobiliário deve frear reação devido Inflação e juros altos, em 2022

Conjuntura de 2022 com inflação e juros altos tem diferença em relação ao ano passado quando o mercado imobiliário reagiu bem apesar da pandemia, dizem especialistas.

27 de janeiro de 2022

Faturamento do PIM cresce 32% até novembro de 2021 e bate recorde

De acordo com dados da Suframa, o faturamento do Polo Industrial de Manaus acumulado de janeiro a novembro de 2021 atingiu volume recorde de quase R$ 145,59 bilhões.

27 de janeiro de 2022

5 milhões de m³/dia: consumo de gás natural atinge volume inédito no AM

Volume demandado em 2021 alcançou média de 5,2 milhões de m³/dia, alta de 5,5 % em comparação com o ano de 2020, segundo cálculos da Cigás.

27 de janeiro de 2022

Confiança da indústria registra sexta queda consecutiva, informa FGV

Índice de Confiança da Indústria (ICI) caiu 1,7 ponto em janeiro, para 98,4 pontos, o menor nível desde julho de 2020, quando o índice atingiu 89,8 pontos.

27 de janeiro de 2022