fbpx

sexta, 24 de setembro de 2021

Descontada a inflação, arrecadação federal cresce 69,88% em maio

Segundo a Receita Federal, trata-se do “melhor desempenho arrecadatório desde 2000, tanto para o mês de maio quanto para o período acumulado”.

29 de junho de 2021

Compartilhe

Segundo a Receita, arrecadação federal foi de R$ 142,106 bilhões (Foto: Reprodução)

A Receita Federal arrecadou R$ 142,106 bilhões em impostos e contribuições federais em maio. Descontada a inflação, o valor representa um aumento real de 69,88% na comparação com maio de 2020.

No acumulado do ano, a arrecadação alcançou o valor de R$ 744,828 bilhões, o que representa um acréscimo, pelo Índice de Preços ao Consumidor Amplo (IPCA), de 21,17%.

Segundo a Receita Federal, trata-se do “melhor desempenho arrecadatório desde 2000, tanto para o mês de maio quanto para o período acumulado”. O mesmo foi registrado nos meses de fevereiro, março, abril e maio de 2021.

Com relação às receitas administradas pela Receita, o valor arrecadado, em maio de 2021, foi de R$ 137,927 bilhões, o que representa um acréscimo real (IPCA) de 67,65%. No acumulado de janeiro a maio de 2021, a arrecadação alcançou R$ 711,927 bilhões – acréscimo real de 21,42%.

“O resultado pode ser explicado, principalmente, pelos fatores não recorrentes, como recolhimentos extraordinários de, aproximadamente, R$ 16 bilhões do IRPJ/CSLL de janeiro a maio de 2021 e pelos recolhimentos extraordinários de R$ 2,8 bilhões no mesmo período do ano anterior”, informa a Receita.

A pasta acrescenta que as compensações aumentaram 89% em maio de 2021 em relação a maio de 2020 e cresceram 46% no período acumulado.

Fonte: Agência Brasil

Leia mais:

Leia mais sobre Economia & Negócios

CNC: comércio terá a melhor contratação de temporários desde 2013

Para 2021, a expectativa é de mais de 94,2 mil vagas para atender o movimento sazonal de fim de ano. Segundo previsão da CNC, as vendas deverão crescer 3,8% no Natal.

24 de setembro de 2021

Índice de Preços ao Consumidor tem variação de 1,14% em setembro

Com isso, o IPCA-15 apresenta a maior variação mensal desde fevereiro de 2016, quando encerrou em 1,42%. Variação mensal deste mês foi a maior para setembro desde 1994.

24 de setembro de 2021

Preços de mercadorias e combustíveis pressionam os pequenos negócios

De acordo com a 12ª edição da Pesquisa de Impacto da Pandemia nos Pequenos Negócios, realizada pelo Sebrae em parceria com a FGV, esses são os principais gastos das empresas.

24 de setembro de 2021

Mentoria ‘Gestão 4.0 Amazônia’ foca em empresários e executivos

Evento, que acontece nos dias 1° e 2 de outubro em Manaus, tem como objetivo elevar a capacidade técnica e as habilidades de empresários e altos executivos da cidade.

24 de setembro de 2021

Indústria e comércio devem puxar contratos temporários no trimestre

Indústria mantém projeção de aumento na oferta de trabalho temporário mesmo em meio à falta de insumos. Comércio também prevê admitir cerca de 3 mil trabalhadores temporários

24 de setembro de 2021

Prazo para prova de vida de servidores aposentados acaba dia 30

Comprovação de vida deve ser feita na agência bancária onde o beneficiário recebe o pagamento. Necessidade dessa comprovação foi suspensa de março de 2020 a junho de 2021.

24 de setembro de 2021

Nilton Lins lança programa de formação superior em Turismo Sustentável

Programa será realizado na modalidade de ensino a distância (EAD) e é voltado para estudantes e profissionais que já atuam na área, principalmente nos municípios do interior.

24 de setembro de 2021

Preço do gás de cozinha pode superar os R$ 100 em novo reajuste

Alta acumulada de 96% nos preços do propano, matéria-prima para o gás de cozinha, no mercado internacional em 2021 já pressiona o preço do combustível aqui no Brasil.

24 de setembro de 2021