fbpx

quarta, 22 de setembro de 2021

Código Ambiental Urbano prevê impulso à construção civil

PL propõe flexibilizar o Código Florestal, incluindo regulamentação específica quanto às faixas de curso d'água, e ordenação do uso do solo, em áreas urbanas.

10 de agosto de 2021

Compartilhe

Código Florestal impede construções em proximidades de curso d´água. (Foto: Reprodução)

Representantes dos segmentos ambiental e da construção civil consideram oportuna a tramitação do Projeto de Lei (PL) 1877/21 que prevê a instituição do Código Ambiental Urbano, no país. O projeto, de autoria do deputado federal Marcelo Ramos (PL), tem o intuito de atualizar a política ambiental, garantindo a preservação do meio ambiente e, simultaneamente, a viabilidade econômica.

Em reunião, realizada nesta segunda-feira (9), em Manaus, o deputado discutiu o PL com os presidentes da Fieam, Antônio Silva, e da Câmara dos Dirigentes Lojistas, Ralph Assayag, com os diretores-presidentes do Ipaam, Juliano Valente, e do Implurb, Carlos Valente, além do titular Secretaria Municipal de Meio Ambiente (Semmas), Antonio Ademir Stroski.

De acordo com o secretário Semmas, o Código Florestal atual gera entraves aos segmentos econômicos como à construção civil, por exemplo, isso porque o código proíbe edificações, instalações em locais considerados Áreas de Preservação Permanente (APP).

A capital, por ser favorecida por rede hídrica, conta com diversidade de locais que seriam propícios às construções, porém, são impedidos pelo Código Florestal.

“A discussão do PL veio em boa hora. Manaus tem forte rede hídrica e grande consolidação em APP. Isso gera um problema sério à cidade e por isso é preciso se discutir a regularidade, modulação, flexibilização dessas áreas para que se estabeleça a racionalidade. É preciso contemplar o conceito de preservação permanente”, comentou Stroski.

O vice-presidente da Associação das Empresas do Mercado Imobiliário do Amazonas (Ademi-AM), que também é um dos diretores da Câmara dos Dirigentes Lojistas de Manaus (CDLM), Hélio Alexandre, destacou a relevância do projeto para a economia nacional. Segundo Alexandre, o Código Ambiental Urbano, caso aprovado, impulsionará o setor da construção civil.

O empresário cita bairros como Educandos e Compensa como exemplos de áreas promissoras com forte demanda à construção de imóveis, mas que têm investimentos impedidos por conta da legislação ambiental.

“A aprovação do código ambiental representará um grande avanço ao país. Em Manaus, áreas que já foram compradas deixam de ser edificadas porque estão a determinada distância da beira do rio, são APP. Isso inviabiliza o setor. Ressaltamos que nem o setor da construção civil nem o comércio querem fazer algo irregular. Todos querem produzir com a garantia da preservação do meio ambiente”, afirmou.

O PL foi apresentado dia 19 de maio de 2021 e atualmente tramita na Comissão de Meio Ambiente e Desenvolvimento Sustentável da Câmara Federal.

A reportagem tentou contato com o deputado Marcelo Ramos, que informou que estava em viagem, com dificuldade de comunicação.

Texto: Priscila Caldas

Leia Mais:

Leia mais sobre Economia & Negócios

Indicações Geográficas são conhecidas por 60% dos pequenos varejistas

Pesquisa feita pelo Sebrae mostra que até mesmo os negócios que não sabem o que é uma Indicação Geográfica gostariam de vender produtos típicos regionais

22 de setembro de 2021

Produção agrícola em 2020 bate novo recorde e atinge R$ 470,5 bilhões

Produção agrícola nacional de cereais, leguminosas e oleaginosas chegou, no ano passado, a 255,4 milhões de toneladas, 5% maior que a de 2019, segundo dados do IBGE.

22 de setembro de 2021

Proposta do autoatendimento em postos tramitará em urgência no dia 26

A MP recebeu proposta de 73 emendas ao texto-base, dentre elas, a que propõe a implantação de bombas de autoatendimento nos postos de combustíveis.

22 de setembro de 2021

Argentina vai permitir a entrada de brasileiros vacinados

Para ingressar no país será necessário comprovar o esquema de vacinação contra Covid-19 completo há ao menos 14 dias, e ter testado negativo para a doença antes do ingresso.

21 de setembro de 2021

Produção nacional de aço tem aumento de 2,92% em agosto, diz Instituto

Com este aumento, os níveis de produção do aço no país seguem elevados, acima de 8 milhões de toneladas por mês durante todo o ano de 2021, com exceção do mês de março.

21 de setembro de 2021

Manaus Previdência lança edital para concurso; salários chegam a R$ 12,4 mil

A vigência do concurso será de dois anos, a partir da data de homologação do resultado final, sendo prorrogável por mais dois anos.

21 de setembro de 2021

Bioeconomia é oportunidade para aperfeiçoar atividades públicas e privadas

Com ajuda do Centro de Biotecnologia da Amazônia (CBA), representantes dos setores público e privado veem na bioeconomia amazônica, potencial para avançar em suas atividades.

21 de setembro de 2021

Fab Lab cria projetos de fomento à inserção feminina na tecnologia

Nos cursos, ofertados pela instituição, as mulheres têm acesso a conteúdos como: robótica, realidade virtual, modelagem 2D e 3D, eletrônica, marcenaria, IOT, entre outros.

21 de setembro de 2021