fbpx

quinta, 07 de julho de 2022

Código Ambiental Urbano prevê impulso à construção civil

PL propõe flexibilizar o Código Florestal, incluindo regulamentação específica quanto às faixas de curso d'água, e ordenação do uso do solo, em áreas urbanas.

10 de agosto de 2021

Compartilhe

Código Florestal impede construções em proximidades de curso d´água. (Foto: Reprodução)

Representantes dos segmentos ambiental e da construção civil consideram oportuna a tramitação do Projeto de Lei (PL) 1877/21 que prevê a instituição do Código Ambiental Urbano, no país. O projeto, de autoria do deputado federal Marcelo Ramos (PL), tem o intuito de atualizar a política ambiental, garantindo a preservação do meio ambiente e, simultaneamente, a viabilidade econômica.

Em reunião, realizada nesta segunda-feira (9), em Manaus, o deputado discutiu o PL com os presidentes da Fieam, Antônio Silva, e da Câmara dos Dirigentes Lojistas, Ralph Assayag, com os diretores-presidentes do Ipaam, Juliano Valente, e do Implurb, Carlos Valente, além do titular Secretaria Municipal de Meio Ambiente (Semmas), Antonio Ademir Stroski.

De acordo com o secretário Semmas, o Código Florestal atual gera entraves aos segmentos econômicos como à construção civil, por exemplo, isso porque o código proíbe edificações, instalações em locais considerados Áreas de Preservação Permanente (APP).

A capital, por ser favorecida por rede hídrica, conta com diversidade de locais que seriam propícios às construções, porém, são impedidos pelo Código Florestal.

“A discussão do PL veio em boa hora. Manaus tem forte rede hídrica e grande consolidação em APP. Isso gera um problema sério à cidade e por isso é preciso se discutir a regularidade, modulação, flexibilização dessas áreas para que se estabeleça a racionalidade. É preciso contemplar o conceito de preservação permanente”, comentou Stroski.

O vice-presidente da Associação das Empresas do Mercado Imobiliário do Amazonas (Ademi-AM), que também é um dos diretores da Câmara dos Dirigentes Lojistas de Manaus (CDLM), Hélio Alexandre, destacou a relevância do projeto para a economia nacional. Segundo Alexandre, o Código Ambiental Urbano, caso aprovado, impulsionará o setor da construção civil.

O empresário cita bairros como Educandos e Compensa como exemplos de áreas promissoras com forte demanda à construção de imóveis, mas que têm investimentos impedidos por conta da legislação ambiental.

“A aprovação do código ambiental representará um grande avanço ao país. Em Manaus, áreas que já foram compradas deixam de ser edificadas porque estão a determinada distância da beira do rio, são APP. Isso inviabiliza o setor. Ressaltamos que nem o setor da construção civil nem o comércio querem fazer algo irregular. Todos querem produzir com a garantia da preservação do meio ambiente”, afirmou.

O PL foi apresentado dia 19 de maio de 2021 e atualmente tramita na Comissão de Meio Ambiente e Desenvolvimento Sustentável da Câmara Federal.

A reportagem tentou contato com o deputado Marcelo Ramos, que informou que estava em viagem, com dificuldade de comunicação.

Texto: Priscila Caldas

Leia Mais:

Leia mais sobre Economia & Negócios

Projeto quer zerar ICMS da cesta básica para conter aumento

Alexandre Silveira propõe autorizar os estados a zerarem a alíquota do ICMS incidente sobre os produtos alimentares que compõem a cesta básica nacional, com compensação

6 de julho de 2022

Com prato feito a R$ 31 e R$ 65 à la carte, almoçar fora de casa fica 17,4% mais caro

Pesquisa mostra que uma refeição completa - comida, bebida, sobremesa e café- custou R$ 40,64, em média, de fevereiro a abril no país. Até 2020, valor era de R$ 34,62.

6 de julho de 2022

Mega-Sena sorteia nesta quarta prêmio acumulado em R$ 55 milhões

As apostas podem ser feitas até as 18h (horário de Manaus), nas casas lotéricas credenciadas pela Caixa, em todo o país ou pela internet. A aposta simples custa R$ 4,50.

6 de julho de 2022

Custo da cesta básica aumenta e salário mínimo não é o suficiente

O custo da cesta básica de alimentos aumentou em junho em nove das 17 capitais onde o Departamento Intersindical de Estatística e Estudos Socioeconômicos (Dieese)

6 de julho de 2022

Servidores do Banco Central anunciam fim de greve que durou três meses

O Sindicato Nacional de Funcionários do Banco Central informou que, apesar do fim da greve, novas atividades de mobilização e protesto estão sendo debatidas pela categoria.

5 de julho de 2022

Pequenos negócios geram renda de R$ 420 bilhões por ano

Os MEI geram R$ 11 bi todos os meses, o que significa R$ 140 bi por ano. As micro e pequenas empresas geram mensalmente R$ 23 bi, movimentando R$ 280 bi por ano.

5 de julho de 2022

Disney perderá direitos sobre Mickey e personagem cai em domínio público

Pela atual lei de propriedade intelectual dos EUA, personagens e outros trabalhos artísticos deixam de ser exclusividade de quem os criou depois de 95 anos de sua concepção.

5 de julho de 2022

ICMS menor derruba orçamentos da educação e da saúde, alerta Sefaz

Por conta dos repasses constitucionais, estado é obrigado a aplicar, anunalmente, 25% da receita de impostos para o orçamento da Educação e 12% para financiar a Saúde.

5 de julho de 2022