fbpx

sexta, 27 de maio de 2022

Cashback gera rendimentos que minimizam impactos da Inflação

Sistema que retorna valores para o consumidor no ato da compra de um bem ou serviço, o cashback pode ser administrado como poupança e para frear a alta dos preços no País.

27 de março de 2022

Compartilhe

Fintechs estão ofertando serviços de gerenciamento para otimizar cashback (Foto: Reprodução)

Com a inflação em alta, chegando a 10,54% em fevereiro, os brasileiros diminuíram o seu poder de compra. Dados da pesquisa realizada pela Consultoria Toluna mostram que 75% dos entrevistados reduziram a sua frequência em compras para evitar os custos elevados. Assim, os brasileiros foram em busca de soluções para fazer o dinheiro render um pouco mais. Entre elas, o uso de aplicativos de recompensas em cashback, como o da fintech Beblue, que oferece a função como alternativa para economizar e ter retorno dos gastos da rotina. 

Além da alternativa de economizar mais dinheiro a partir do cashback, é possível também criar um ecossistema que permite poupar de forma inteligente. Com os momentos de alta da inflação, o valor que fica armazenado nos aplicativos de recompensas pode ser um grande aliado para ‘segurar’ a quantia e ser utilizada em outras situações que poderiam gerar mais gastos ao consumidor.

Segundo o mesmo levantamento, 49% das pessoas relatam que a alta dos preços no Brasil impactam diretamente no seu dia a dia. Neste cenário, as pessoas passaram a buscar alternativas para economizar dinheiro e assim driblar os efeitos da inflação. O cashback – recurso que devolve uma porcentagem do valor ao titular da compra – ganhou espaço e foi considerado por 51% dos consumidores cadastrados no Serasa como uma das principais funções na carteira digital ou em sites de compras. 

A fintech Beblue é uma das pioneiras no País como meio de pagamento que permite ao consumidor ampliar o poder de compra com sistema de recompensas em cashback e já acumula mais de 5 milhões de usuários. De acordo com Sandra Campos, CEO da startup, o uso desta ferramenta pode ser uma forma de poupar no dia a dia, porque “com o cashback, o brasileiro consegue ampliar o poder de compra diante da inflação e isso ajuda a equilibrar as finanças pessoais, visto que a porcentagem de retorno de algum produto ou serviço significa dinheiro extra para usar em outras despesas, por exemplo”, afirma a executiva. 

No aplicativo, o usuário pode encontrar mais de 21 mil parceiros comerciais que oferecem o benefício para as compras realizadas em seus estabelecimentos e, com essa alta abrangência, a garantia de retorno do que foi gasto no dia a dia. O consumidor pode utilizar esta vantagem, por exemplo, quando abastece o seu veículo, na compra de comidas por delivery ou até mesmo ao adquirir um produto, como eletrodomésticos e roupas. 

Com informações da Assessoria

Leia Mais:

 

Leia mais sobre Economia & Negócios

Audiovisual contrata 40% a menos com fim de editais e pandemia

Estudo Tela Amazônia identificou que a maioria das produtoras de audiovisual no Amazonas atua há dez anos no mercado e 98,4% estão formalizadas.

27 de maio de 2022

Bolsonaro recua de reajuste para policiais e sugere 5% para todos os servidores

Chefe do Executivo busca garantir o apoio de servidores federais à sua reeleição, mas afirma que tem enfrentado dificuldade para abrir espaço no Orçamento.

27 de maio de 2022

Plano de saúde individual vai subir 15%, a maior alta em 22 anos

Percentual deve impactar cerca de 8,9 milhões de consumidores de planos individuais de saúde no Brasil. Reajuste não vale para planos coletivos empresariais e por adesão.

27 de maio de 2022

Manejo florestal sustentável é aposta para diversificação econômica do AM

O Estado está preparando uma política de governo para o tema. O planejamento estratégico, orientado por Wilson Lima, vislumbra novos vetores que gerem emprego e renda.

27 de maio de 2022

‘Catastrófico’, cita Sefaz sobre projeto que unifica ICMS em 17%

Secretário da Sefaz afirma que caso projeto de unificação do ICMS em 17% seja sancionado, arrecadação estadual terá perda de R$ 1 bilhão ao ano, afetando serviços à população

27 de maio de 2022

Com R$ 195 bilhões, Receita bate recorde de arrecadação em abril

No quadrimestre (de janeiro a abril de 2022), a arrecadação da Receita Federal alcançou o valor de R$ 743,2 bilhões, o que representa um acréscimo de 11,05% pelo IPCA.

26 de maio de 2022

Redução do ICMS: Bolsonaro sinaliza veto a compensação para estados

Bolsonaro disse que compensação, prevista em projeto aprovado na Câmara que limita ICMS da energia e de combustíveis, "não tem cabimento" e que poderá vetar o dispositivo.

26 de maio de 2022

Criticado até por bolsonarista, salário mínimo de R$ 1.212 é aprovado

Valor já está em vigor desde o primeiro dia do ano, quando Bolsonaro editou a medida provisória. A proposta, no entanto, precisava ser confirmada pelo Congresso Nacional.

26 de maio de 2022