fbpx

sábado, 13 de agosto de 2022

Aumenta o número de brasileiros endividados acima de 60 anos

Ao todo, o país tem 66,1 milhões de endividados – recorde da série histórica iniciada em 2016. Antes, o pico do endividamento foi atingido em abril de 2020, com 65,9 milhões.

2 de julho de 2022

Compartilhe

Cresce fila de endividados acima de 60 anos (Foto: Marcelo Camargo/Agência Brasil)

A fila de endividados acima de 60 anos –muitos deles aposentados do Instituto Nacional do Seguro Social (INSS)– cresceu entre 2021 e 2022, segundo dados da Serasa. Os números mais recentes, de abril, mostram que a lista dos devedores nesta faixa etária ganhou 751.745 pessoas em um ano.

Em abril de 2021, havia 10,7 milhões de pessoas acima de 60 anos inadimplentes, segundo a Serasa. Neste ano, são 11,4 milhões, alta de 7%. Os dados mostram que houve aumento da inadimplência em todas as faixas etárias. O maior crescimento se deu no grupo dos mais jovens, de até 25 anos, com alta de 9%, e o segundo maior salto foi entre os mais velhos.

Ao todo, o país tem 66,1 milhões de endividados, recorde da série histórica iniciada em 2016. Antes, o pico do endividamento havia sido atingido em abril de 2020, com 65,9 milhões de devedores. As dívidas atuais somam, em média, R$ 4.107,3.

Segundo o economista-chefe da Serasa Experian, Luiz Rabi, a inadimplência, de forma geral, está ligada à inflação e alta dos juros. No entanto, para ele, especialmente na faixa acima de 60 anos, com a maioria aposentado, as dívidas são resultado direto da disparada de preços.

“Basicamente é a inflação o principal fator. Foi justamente quando a inflação superou os 10% que a inadimplência começou a subir, em outubro de 2021. Inflação de dois dígitos você não consegue acompanhar, os salários não acompanham, o reajuste previdenciário também.”

O economista afirma ainda que, mesmo com a reposição da inflação nos benefícios da Previdência Social, a atualização dos valores não acompanha o aumento dos gastos para esta faixa etária. “A inflação está correndo na frente do reajuste, que tem como base os 12 meses anteriores. Também depende muito da cesta de consumo, e o pessoal mais idoso tem remédio, plano de saúde”, afirma.

O Índice Nacional de Preços ao Consumidor Amplo-15 (IPCA-15), que é prévia da inflação oficial, chegou a 12,04% em junho.

Juros altos encarecem crédito A alta de juros, que começou a ser intensificada pelo Banco Central neste ano, também tem contribuído para o endividamento maior. Atualmente, a taxa básica (Selic) está em 13,25% ao ano. “Sabemos que juro alto é o principal remédio para se combater a inflação, mas quando sobe juntamente com a inflação, é um fator que impulsiona a inadimplência porque encarecem as dívidas.”

A orientação de Rabi é para que o consumidor não comprometa mais do que 20% do seu orçamento com dívidas. “Quando você passa disso, a chance de se tornar inadimplente vira exponencial, fica muito fácil.”

Consignado: endividamento do aposentado pode chegar a 45% do benefício O crédito consignado, o mais barato do país, pode ser uma solução para quem está com dificuldades financeiras, mas também pode comprometer a renda e levar ao endividamento. Neste sentido, a medida aprovada pela Câmara, que elevou para 45% a margem consignável, preocupa.

Pela proposta, que ainda precisa passar pelo Senado, os aposentados e demais beneficiários do INSS, assim como quem recebe Auxílio Brasil, poderiam comprometer até 40% da renda com empréstimo pessoal consignado e até 5% com o cartão de crédito.

Atualmente, o limite é de 40% da renda com o crédito, sendo 35% no empréstimo pessoal e 5% no cartão.

A medida é controversa. Se, por um lado, é um crédito mais barato, por outro, facilita o endividamento. O ideal, segundo o especialista, é renegociar as dívidas. “Hoje o brasileiro deve, em média, para quatro diferentes instituições. Precisa renegociar, pleitear desconto, ampliar o número das parcelas, e colocar em parcelas que cabem no bolso.”

Texto: Cristiane Gercina (Folhapress)

Leia mais sobre Economia & Negócios

Amazonas tem terceira maior taxa de Informalidade do país, aponta PNAD Contínua

No estado, 57,7% da população ocupada (1.008 mil trabalhadores) estavam na informalidade no 2º trimestre, número superado apenas pelo Pará (61,8%) e Maranhão (59,4%).

12 de agosto de 2022

IBGE: taxa de desemprego do AM cai 2,6 pontos no segundo trimestre

Taxa de desemprego do estado ficou em 10,4% no segundo trimestre de 2022. Essa é a menor taxa observada no Estado desde o 4º trimestre de 2015 (9,3%).

12 de agosto de 2022

Suhab prevê entrega de mais de 190 unidades habitacionais até junho 2023

Segundo o titular da Superintendência de Habitação, Jivago Castro, obras no local, que estavam paradas há 8 anos, foram retomadas por determinação do governador Wilson Lima.

12 de agosto de 2022

Suframa abre inscrições para Fórum que vai discutir 5G e Indústria 4.0

Evento híbrido vai reunir empresas, universidades, entidades, institutos de pesquisa, prefeituras e especialistas que atuam em atividades nas áreas de 5G e indústria 4.0.

12 de agosto de 2022

Amazonas confirma reajuste de 56% no piso salarial para agentes de saúde

Com o reajuste do Piso Salarial, serão contemplados os servidores que atuam em todo o Amazonas, que passarão a receber o equivalente a dois salários mínimos.

12 de agosto de 2022

Manaus ganha voo direto da Azul para a Flórida, nos Estados Unidos 

A Azul começa a operar os voos a partir do dia 15 de dezembro deste ano. Segundo o Governo, o turismo de pesca será muito beneficiado com a ponte aérea Amazonas-Flórida.

11 de agosto de 2022

Setor de serviços do AM apresenta queda de 5,1% em junho, aponta IBGE

A variação percentual acumulada no ano (de janeiro a junho) apresentou alta de 9,7%, e no acumulado dos últimos 12 meses, o setor teve queda para 9,5%, no Estado.

11 de agosto de 2022

Casas Bahia inaugura 5 lojas e Centro de Distribuição nesta sexta em Manaus

Chegadas das lojas já proporcionam impacto na economia local, com a geração de 380 empregos diretos e 1.140 indiretos, totalizando mais de 1.500 novos empregos na cidade.

11 de agosto de 2022