fbpx

segunda, 08 de agosto de 2022

Após cortes de verbas, auditores da Receita entregam cargos de chefia

Uma assembleia geral marcada para esta quinta-feira (23) vai decidir se haverá paralisação total das atividades da categoria, incluindo a operação padrão na área aduaneira.

22 de dezembro de 2021

Compartilhe

orçamento do ano que vem prevê redução de R$ 1,7 bilhão nas verbas do órgão (Foto: Reprodução)

Auditores fiscais da Receita Federal que ocupam posições de chefia em todo o país ininiciaram movimento de entrega de cargos, como forma de protesto, após aprovação, pelo Congresso Nacional, do Orçamento para 2022.

O orçamento do ano que vem prevê redução de R$ 1,7 bilhão nas verbas destinadas ao órgão e reajuste salarial para policiais federais, uma demanda do presidente Jair Bolsonaro (PL) em benefício de sua base eleitoral.

Em entrevista ao UOL nesta quarta-feira (22), o presidente da Sindicato Nacional dos Auditores Fiscais da Receita Federal do Brasil (Sindifisco), os cortes no orçamento da Receita “foram feitos para propiciar reajustes para as carreiras policiais”.

“Adicionando insulto à injúria, recursos da própria Receita Federal serão cortados para satisfazer os reajustes acordados com as carreiras policiais, numa demonstração de absoluto desrespeito à administração tributária, que, como nunca, tem se empenhado para prover a sustentação financeira do Estado brasileiro”, diz nota publicada no site oficial do Sindifisco.

Ainda segundo o Sindifisco, 324 profissionais comissionados da categoria já entregaram seus cargos de chefia. Com isso, eles vão continuar exercendo apenas suas funções como servidores concursados, o que pode comprometer o comando das atividades de aduaneiras.

Uma assembleia geral está marcada para esta quinta-feira (23). Na ocasião, os profissionais da categoria vão decidir se haverá ou não uma paralisação total das atividades da categoria, incluindo a operação padrão na área aduaneira.

Segundo dados do Painel Estatístico de Pessoal, o salário de auditor fiscal na Receita pode chegar a R$ 30.303,62.

O RealTime1 entrou em contato com a Delegacia da Receita Federal do Amazonas, para saber se o movimento inclui a unidade do Estado. Porém, o órgão local informou que “não tem nenhuma declaração para dar neste momento”

Texto: Lucas Raposo

Leia mais:

Leia mais sobre Economia & Negócios

Caminhoneiros recebem benefício emergencial a partir desta terça

O Benefício Caminhoneiro-TAC do Governo Bolsonaro tem validade até 31 de dezembro de 2022 e será pago em seis parcelas mensais, no valor de R$ 1 mil.

7 de agosto de 2022

Pequenos negócios geram 72% das vagas de emprego no 1º semestre

Na divisão por setores da economia, os pequenos negócios apresentaram saldo positivo na criação de empregos em todos os segmentos no acumulado do ano.

7 de agosto de 2022

Ataques de hackers fazem ANP adiar divulgação de preços da gasolina

A Agência Nacional do Petróleo, Gás Natural e Biocombustíveis informou que os sistemas foram retirados do ar para avaliação dos riscos à segurança cibernética da agência.

6 de agosto de 2022

Bancada do AM continua luta para sustar decreto de Bolsonaro contra a ZFM

Novo decreto tenta burlar a decisão do STF que preservou os produtos da Zona Franca que são submetidos a PPB. Petição será encaminhada ao ministro Alexandre de Moraes.

5 de agosto de 2022

Santander destina R$ 2 milhões para projetos de emprego e renda no País

Dez instituições de todo o País serão contempladas com recursos para projetos de emprego e renda voltados para jovens e adultos com proposta de inclusão produtiva.

5 de agosto de 2022

Suframa promove debate sobre cenários da Bioeconomia até 2040

Inscrições para o “Fórum de Bioeconomia” estão abertas. Objetivo é alinhar diretrizes e ações efetivas de caráter estratégico com reflexos no desenvolvimento da região.

5 de agosto de 2022

Ronaldo ‘Fenômeno’ detalha criação da SAF em evento da Expert XP 2022

Ex jogador da Seleção Brasileira e de times nacionais e internacionais, Ronaldo "Fenômeno" detalhou como opera a primeira SAF do futebol do País.

4 de agosto de 2022

Fieam completa 62 anos e cobra cumprimento de liminar em favor da ZFM

Decreto presidencial publicado no fim de semana contraria decisão liminar do ministro do STF Alexandre de Moraes e determina nova redução do IPI para itens produzidos na ZFM.

3 de agosto de 2022