fbpx

domingo, 03 de julho de 2022

Amazonas tem segunda maior taxa de desocupação da história, aponta IBGE

Com 330 mil pessoas desocupadas, o Amazonas registrou nos três primeiros meses de 2021, a segunda pior taxa de desocupação (17,5%) desde o início da série histórica, em 2012.

27 de maio de 2021

Compartilhe

Taxa de desocupação foi de 15,5% no primeiro trimestre de 2020 para 17,5% em 2021 (Foto: Reprodução)

Com 330 mil pessoas desocupadas, o Amazonas registrou nos três primeiros meses de 2021 a segunda pior taxa de desocupação (17,5%) desde o início da série histórica da Pesquisa Nacional por Amostra de Domicílios (PNAD) Contínua, iniciada em 2012.

De acordo com os números divulgados nesta quinta-feira (27) pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE), a taxa de desocupação do estado entre os meses de janeiro e março deste ano só não é maior do que a registrada no primeiro trimestre de 2017, quando o índice chegou a 17,7%.

Segundo os dados do IBGE, a taxa de desocupação no Amazonas cresceu dois pontos percentuais no primeiro trimestre de 2021, passando de 15,5% entre janeiro e março de 2020 para 17,5% neste ano.

Neste período, o número de pessoas desocupadas no estado aumentou em 53 mil pessoas na comparação com o mesmo período do ano anterior; e 36 mil a mais, número que representa um aumento de 19%. Já em em relação ao trimestre imediatamente anterior (4º trimestre de 2020) houve acréscimo de 36 mil pessoas, ou um acréscimo de 12,2%.

Justificativa

O coordenador de Disseminação de Informações do IBGE Amazonas, Adjalma Nogueira, disse que a sazonalidade e a pandemia explicam o aumento do nível de desocupação no estado.

“O primeiro trimestre sempre traz uma grande carga de dispensa. Diversos contratos temporários são encerrados, tanto no setor público como no setor privado. Aqueles trabalhadores que foram contratados de forma temporária para suprir a demanda de final de ano, acabam perdendo seus postos de trabalho”, explicou Adjalma, lembrando ainda que o “primeiro trimestre marcou o momento grave da pandemia no nosso estado, quando o Amazonas teve a necessidade de limitar o movimento das pessoas”.

“Tudo o que impacta na população acaba também impactando no consumo e, consequentemente, nos empregos”, completou.

Sexta pior taxa do Brasil

A taxa de desocupação no primeiro trimestre de 2021 do Amazonas, de 17,5%, representa a sexta maior taxa entre os estados brasileiros. As maiores taxas foram registradas na Bahia (21,3%), Pernambuco (21,3%) e Sergipe (20,9%), e as menores taxas foram registradas em Santa Catarina (6,2%), Rio Grande do Sul (9,2%) e Paraná (9,3%).

No primeiro trimestre do ano, a taxa média de desocupação registrada no Brasil foi de 14,7%, então a taxa do Amazonas estava 2,8 pontos percentuais mais alta do que a média nacional.

Nível de ocupação

O nível de ocupação, de 49,4%, é 1,7 pontos percentuais inferior ao nível registrado no trimestre anterior, e 4,2 pontos percentuais menor que o registrado no primeiro trimestre de 2020. O percentual mostra que menos da metade da população de 14 anos ou mais do Estado possui emprego.

Já a taxa de participação na força do trabalho, ou seja, o percentual de pessoas que estão ocupadas ou desocupadas, caiu 2,8 pontos percentuais no primeiro trimestre de 2021, na comparação com o mesmo período de 2020, mas manteve-se estável, na comparação com o trimestre anterior.

Texto: Lucas Raposo

Leia Mais:

Leia mais sobre Economia & Negócios

Receita Federal alerta para golpe do falso IOF antecipado via Pix

A Receita Federal informa que jamais fornece dados para recolhimento de tributos ou de taxas via transferência. Os fraudadores fornecem documentos falsos de notificação.

2 de julho de 2022

Aumenta o número de brasileiros endividados acima de 60 anos

Ao todo, o país tem 66,1 milhões de endividados – recorde da série histórica iniciada em 2016. Antes, o pico do endividamento foi atingido em abril de 2020, com 65,9 milhões.

2 de julho de 2022

Leis que beneficiam policiais e professores são sancionadas no AM

Governador do Amazonas beneficia policiais civis com equiparação da aposentadoria e professores da rede pública estadual de ensino com 14º e 15º salários.

2 de julho de 2022

Manaus vai sediar maior evento de networking de Tecnologia e Inovação

Estão abertas as inscrições para o ‘AATEC Day 2022’, evento gratuito voltado para gestores e profissionais de Tecnologia e Inovação. Evento vai acontecer em 23 de julho.

1 de julho de 2022

Micro e pequenas empresas poderão renegociar dívidas com a União até 31 de outubro

Inadimplência tributária pode ocasionar a exclusão do Simples Nacional, importante regime criado para as MPE, que proporciona o recolhimento de impostos em via única.

1 de julho de 2022

Geladeiras devem exibir nova etiqueta de eficiência energética a partir de hoje

Nova etiqueta traz três subclasses, indicando diferença de consumo de até 30% entre os produtos mais eficientes. Além disso, um QR Code vai remeter ao status do refrigerador.

1 de julho de 2022

AM pode atrair investimentos de bancos internacionais, diz BNDES

Presidente do BNDES, Gustavo Montezano, participa de eventos que discutem investimentos e economia verde da Amazônia, em Manaus com bancos internacionais.

1 de julho de 2022

Festa do Leite e Feira Agropecuaria devem injetar R$ 5 milhões em Autazes

Festa do Leite e Feira Agropecuária de Autazes terão instituições bancarias com oferta de linhas de créditos voltadas para produtores do setor rural do município.

30 de junho de 2022