fbpx

terça, 21 de setembro de 2021

Amazonas exporta US$68 milhões em produtos no mês de junho

No mês, as exportações de produtos do estado tiveram aumento de 0,27% na comparação com junho de 2020, e de -7,89% em relação a maio de 2021. Venezuela é principal destino.

10 de agosto de 2021

Compartilhe

Venezuela foi o principal destino das exportações em junho (Foto: Reprodução)

As exportações da Balança Comercial do Amazonas, referentes ao mês de junho de 2021, apresentaram aumento de 0,27% na comparação com junho de 2020, e de -7,89% em relação a maio de 2021. Os valores exportados alcançaram cifras de US$68 milhões.

É o que mostra a Balança Comercial do Amazonas do mês de junho, elaborada pela Secretaria de Estado de Desenvolvimento Econômico, Ciência, Tecnologia e Inovação (Sedecti).

Em junho de 2021, o item “outras preparações alimentícias” se manteve no topo do ranking dos produtos mais exportados pelo estado, com participação de 37,42% da exportação, o que corresponde ao total de US$12,2 milhões, o equivalente a 17,95% do total exportado. A Bolívia foi o principal destino. A variação no crescimento desse produto nas exportações no período foi de -3,15% em relação a maio de 2021, e de 633,27% em relação a junho de 2020.

A Balança Comercial do Amazonas mostra ainda que, no balanço geral para o mês de junho, a Venezuela foi o principal destino das exportações e ficou responsável por US$13,82 milhões, com variação de -8,53% em relação a maio de 2021, e de -31,64% em relação a junho de 2020. O produto que o Amazonas mais exportou para o país vizinho aparece como “misturas e pastas para preparação de produtos de padaria”, representando 25,14% do total exportado.

O segundo produto mais exportado pelo Amazonas foram as “motocicletas”, representando pouco mais de US$9 milhões, o equivalente a 15,76% do total exportado. Nesse segmento, a Colômbia foi o país responsável por 28,40% das aquisições deste produto. A variação no crescimento das exportações de motocicletas no período foi de 5,65% em relação a maio de 2021, e de 511,44% em relação a junho de 2020.

Em terceiro lugar na lista aparece o item “ouro (incluído o ouro platinado) em outras formas semimanufaturadas, para usos não monetários”, registrando o valor de pouco mais de US$6 milhões, o correspondente a 8,78% do total exportado. A Suíça foi o país que mais comprou esse item, ficando com 50,73% do montante.

Exportações de janeiro a junho

No acumulado do primeiro semestre, a Bolívia se manteve como principal parceiro comercial do Amazonas, ficando responsável pela participação de 44% na média das exportações do produto “outras preparações alimentícias”.

O titular da Sedecti, Jório Veiga, avalia que o resultado da Balança Comercial do Amazonas de junho de 2021, chama a atenção pelos patamares diferenciados.

“Chama a atenção as exportações de alimentos para a Bolívia e Venezuela e a constância da exportação de motocicletas em um patamar muito interessante. São essas situações que ajudam a produção local. Com respeito às importações, seguem seu ritmo dentro de um padrão esperado, embora pudessem ser um pouco maiores não fosse a falta de itens associados a semicondutores”, comentou o secretário.

Importação

As importações do Amazonas em junho de 2021 registraram cifras de mais de US$1 bilhão – um aumento de 91% na comparação com junho de 2020, e de 3,87% na comparação com maio de 2021. A China se manteve como a principal origem das importações do Amazonas, registrando o montante de US$537 milhões, o que representa a participação de 45,55% das importações totais do Amazonas.

O principal produto importado aparece no relatório como “partes destinadas aos aparelhos transmissores”, correspondente ao montante de US$179,9 milhões, o equivalente a 15% das importações, sendo que, desse total, 76% foram originários da China. Em segundo lugar ficou o item “processadores e controladores”, registrando cifras de US$136 milhões, com participação de 11,57% do total, também tendo a China como origem de 39% das compras desse produto para o Amazonas.

A secretária executiva de Planejamento da Sedecti, Sônia Janete Gomes, avalia o resultado da Balança Comercial como um sinal positivo da retomada da produção industrial.

“Esse crescimento das exportações tanto das ‘outras preparações alimentícias’ em 633,27%, e de motocicletas em 511,44%, ambos em relação a junho de 2020, demonstra a recuperação da produção industrial. Avaliamos como um bom resultado para o Amazonas”, comentou a secretária.

Ródio

A novidade para o mês de junho foram as importações de “ródio em formas brutas ou em pó”, produto utilizado em catalisadores para veículos automotores. O item alcançou cifras de US$51 milhões e uma participação de 4,37% no total das importações, e a Bélgica foi a origem de 51,64% do produto.

Corrente de Comércio

Em junho de 2021, a Corrente de Comércio do Estado do Amazonas (soma das importações com as exportações) totalizou o volume de mais de US$1,2 bilhão – um crescimento de 4,69% na comparação com maio de 2021 e de 82% em relação a junho de 2020. O saldo em junho deste ano foi de US$ -1,1 milhão.

Fonte: Sedecti

Leia mais:

Leia mais sobre Economia & Negócios

Segunda prévia do IGP-M aponta variação de -0,58% em setembro

O resultado mensal de setembro é o primeiro com variação negativa desde fevereiro de 2020. Dois dos três indicadores que compõem o IGP-M exibiram variação menor no mês.

20 de setembro de 2021

Manaus recebe 4ª edição da Feira Internacional da Gastronomia Amazônica

FIGA acontecerá em outubro, com objetivo de promover o intercâmbio entre chefs regionais, nacionais e internacionais e divulgar a Gastronomia Amazônica para diversos países.

20 de setembro de 2021

Estado arrecadou R$9,2 bi e cresceu 13,4% no ano, segundo Sefaz

Amazonas arrecadou mais de R$1,1 bi em agosto. Número representa crescimento de 1,75% em relação a agosto de 2020. Enquanto de janeiro a agosto o crescimento foi de 13,4%.

20 de setembro de 2021

A Importância da ZFM é tema do projeto Diálogos Amazônicos desta segunda

Participam do debate o reitor da Universidade do Estado do Amazonas, Cleinaldo Costa; e Juliano Assunção, professor da PUC-Rio e diretor do Climate Policy Initiative no país.

20 de setembro de 2021

EUA liberam a entrada de estrangeiros totalmente vacinados contra Covid-19

Medida entra em vigor a partir de novembro e vale para todos os países, incluindo o Brasil. Turistas terão que comprovar que estão completamente imunizados contra a doença.

20 de setembro de 2021

Governadores negam influência do ICMS na alta dos combustíveis

De acordo com nota assinada por 20 governadores, "nos últimos 12 meses, o preço da gasolina registrou um aumento superior a 40%, embora nenhum Estado tenha aumentado o ICMS".

20 de setembro de 2021

Vagas em home office: veja seleção de oportunidades para trabalhar de casa

Foram elencadas mais de 15 empresas que dispõem de vagas para quem quer garantir renda sem sair de casa. Na pandemia, home office ganhou destaque.

20 de setembro de 2021

Ministro do Desenvolvimento promete investir R$ 7 bi em mobilidade

Segundo Rogério Marinho, o transporte público é a alternativa mais importante para o deslocamento de pessoas. Afirmação foi dada durante abertura da Semana da Mobilidade.

20 de setembro de 2021