fbpx

quarta, 10 de agosto de 2022

Amazonas exporta US$68 milhões em produtos no mês de junho

No mês, as exportações de produtos do estado tiveram aumento de 0,27% na comparação com junho de 2020, e de -7,89% em relação a maio de 2021. Venezuela é principal destino.

10 de agosto de 2021

Compartilhe

Venezuela foi o principal destino das exportações em junho (Foto: Reprodução)

As exportações da Balança Comercial do Amazonas, referentes ao mês de junho de 2021, apresentaram aumento de 0,27% na comparação com junho de 2020, e de -7,89% em relação a maio de 2021. Os valores exportados alcançaram cifras de US$68 milhões.

É o que mostra a Balança Comercial do Amazonas do mês de junho, elaborada pela Secretaria de Estado de Desenvolvimento Econômico, Ciência, Tecnologia e Inovação (Sedecti).

Em junho de 2021, o item “outras preparações alimentícias” se manteve no topo do ranking dos produtos mais exportados pelo estado, com participação de 37,42% da exportação, o que corresponde ao total de US$12,2 milhões, o equivalente a 17,95% do total exportado. A Bolívia foi o principal destino. A variação no crescimento desse produto nas exportações no período foi de -3,15% em relação a maio de 2021, e de 633,27% em relação a junho de 2020.

A Balança Comercial do Amazonas mostra ainda que, no balanço geral para o mês de junho, a Venezuela foi o principal destino das exportações e ficou responsável por US$13,82 milhões, com variação de -8,53% em relação a maio de 2021, e de -31,64% em relação a junho de 2020. O produto que o Amazonas mais exportou para o país vizinho aparece como “misturas e pastas para preparação de produtos de padaria”, representando 25,14% do total exportado.

O segundo produto mais exportado pelo Amazonas foram as “motocicletas”, representando pouco mais de US$9 milhões, o equivalente a 15,76% do total exportado. Nesse segmento, a Colômbia foi o país responsável por 28,40% das aquisições deste produto. A variação no crescimento das exportações de motocicletas no período foi de 5,65% em relação a maio de 2021, e de 511,44% em relação a junho de 2020.

Em terceiro lugar na lista aparece o item “ouro (incluído o ouro platinado) em outras formas semimanufaturadas, para usos não monetários”, registrando o valor de pouco mais de US$6 milhões, o correspondente a 8,78% do total exportado. A Suíça foi o país que mais comprou esse item, ficando com 50,73% do montante.

Exportações de janeiro a junho

No acumulado do primeiro semestre, a Bolívia se manteve como principal parceiro comercial do Amazonas, ficando responsável pela participação de 44% na média das exportações do produto “outras preparações alimentícias”.

O titular da Sedecti, Jório Veiga, avalia que o resultado da Balança Comercial do Amazonas de junho de 2021, chama a atenção pelos patamares diferenciados.

“Chama a atenção as exportações de alimentos para a Bolívia e Venezuela e a constância da exportação de motocicletas em um patamar muito interessante. São essas situações que ajudam a produção local. Com respeito às importações, seguem seu ritmo dentro de um padrão esperado, embora pudessem ser um pouco maiores não fosse a falta de itens associados a semicondutores”, comentou o secretário.

Importação

As importações do Amazonas em junho de 2021 registraram cifras de mais de US$1 bilhão – um aumento de 91% na comparação com junho de 2020, e de 3,87% na comparação com maio de 2021. A China se manteve como a principal origem das importações do Amazonas, registrando o montante de US$537 milhões, o que representa a participação de 45,55% das importações totais do Amazonas.

O principal produto importado aparece no relatório como “partes destinadas aos aparelhos transmissores”, correspondente ao montante de US$179,9 milhões, o equivalente a 15% das importações, sendo que, desse total, 76% foram originários da China. Em segundo lugar ficou o item “processadores e controladores”, registrando cifras de US$136 milhões, com participação de 11,57% do total, também tendo a China como origem de 39% das compras desse produto para o Amazonas.

A secretária executiva de Planejamento da Sedecti, Sônia Janete Gomes, avalia o resultado da Balança Comercial como um sinal positivo da retomada da produção industrial.

“Esse crescimento das exportações tanto das ‘outras preparações alimentícias’ em 633,27%, e de motocicletas em 511,44%, ambos em relação a junho de 2020, demonstra a recuperação da produção industrial. Avaliamos como um bom resultado para o Amazonas”, comentou a secretária.

Ródio

A novidade para o mês de junho foram as importações de “ródio em formas brutas ou em pó”, produto utilizado em catalisadores para veículos automotores. O item alcançou cifras de US$51 milhões e uma participação de 4,37% no total das importações, e a Bélgica foi a origem de 51,64% do produto.

Corrente de Comércio

Em junho de 2021, a Corrente de Comércio do Estado do Amazonas (soma das importações com as exportações) totalizou o volume de mais de US$1,2 bilhão – um crescimento de 4,69% na comparação com maio de 2021 e de 82% em relação a junho de 2020. O saldo em junho deste ano foi de US$ -1,1 milhão.

Fonte: Sedecti

Leia mais:

Leia mais sobre Economia & Negócios

Suframa apresenta serviços automatizados para acompanhamento de projetos

Novos serviços automatizados fazem parte do planejamento da Autarquia que visa desburocratizar, agilizar e modernizar os procedimentos junto ao setor produtivo.

9 de agosto de 2022

Nova função no WhatsApp: veja como esconder que está online

Ao longo deste mês serão liberadas as funções de esconder o status online, sair silenciosamente de grupos e bloquear capturas de tela em mensagens de visualização única.

9 de agosto de 2022

Manaus é a única capital pesquisada a ter redução no valor da cesta básica

Das oito capitais pesquisadas, apenas Manaus registrou redução de 0,7% no valor da cesta de itens básicos de alimentação, segundo pesquisa Horus & Ibre FGV.

9 de agosto de 2022

Ação da Serasa oferece negociação de dívidas com parcelamento sem juros

Em parceria com 45 empresas, a ação Serasa Limpa Nome oferece condições de parcelamento inéditas durante todo o mês de agosto para mais de 80 milhões de dívidas.

9 de agosto de 2022

Produção industrial do Amazonas cai 1,6% em junho, aponta IBGE

Queda ocorre depois de um bom resultado observado em maio. Entre as 10 atividades industriais pesquisadas, apenas três tiveram aumento de produção, segundo números do IBGE.

9 de agosto de 2022

Vendas de imóveis somam quase R$ 700 mi entre janeiro e junho

No primeiro semestre desta ano, vendas de imóveis tiveram um aumento de 48% na comparação com o mesmo período de 2021, e somaram o montande de R$ R$ 689 milhões.

9 de agosto de 2022

Clientes já podem avaliar quais são os melhores bares e restaurantes do AM

Idealizado pela Abrasel-AM, ranking vai listar os melhores estabelecimentos do setor de alimentação fora do lar do estado, por meio da avaliação dos próprios consumidores.

9 de agosto de 2022

Moraes defere liminar da bancada do Amazonas em favor da ZFM

Com liminar do ministro do STF, Alexandre de Moraes, a Zona Franca de Manaus fica resguardada do novo decreto do Governo Bolsonaro que reduziu o IPI.

8 de agosto de 2022