fbpx

sábado, 13 de agosto de 2022

Ufam realiza primeira outorga de grau de Terra Indígena da sua história

A Universidade Federal do Amazonas vai percorrer em agosto três distritos indígenas do Alto Rio Negro fazendo entrega de outorgas de grau no interior.

2 de agosto de 2022

Compartilhe

Ao todo foram 28 novos profissionais indígenas graduados pela Ufam (Foto: Divulgação/Ufam)

Comitiva da Universidade Federal do Amazonas (Ufam) esteve pela primeira vez na história da instituição para a entrega de  outorga de grau em uma Terra Indígena, na comunidade de Taracuá, às margens do Rio Valpes, distante 850 quilômetros de Manaus.

Dos cinco distritos do Alto Rio Negro, a Ufam vai percorrer, até meados de agosto, três deles: Tarucuá, Maturacá e Tunuí Cachoeira. Os demais são Pari Cachoeira e Cucuí.

Ao todo, foram 28 novos profissionais de Licenciatura Indígena: Políticas Educacionais e Desenvolvimento Sustentável, um curso em nível de graduação do Instituto de Filosofia, Ciências Humanas e Sociais (IFCHS), no modelo pós-feito, em que as disciplinas são eleitas a partir de alinhamento entre os discentes e o professor do curso. As aulas são ministradas no próprio idioma da etnia e necessita de tradutor para o português. 

A solenidade de outorga faz parte de um cronograma voltada à Licencitatura Indígena do IFCHS, pelo qual a Ufam já formou novos profissionais em Santa Isabel do Rio Negro e formará, ainda, em Tunuí Cachoeira e Maturacá, ambos em São Gabriel da Cachoeira (yanomami).   

Nildo Fontes, vice-presidente da Federação das Organizações Indígenas do Rio Negro (Foirn), falou na língua tukano. “Chegou o grande dia, dia em que vem à memória de quando pensaram em desistir e que hoje vemos que valeu a pena esperar. Se hoje estamos alcançando um objetivo, em parceria com a Ufam, é porque acreditamos nesse projeto sustentável nas terras indígenas e sabemos que nós, com conhecimento, passamos a fazer parte de um marco na nossa comunidade”. 

Com informações da Assessoria

Leia Mais:

Leia mais Dia a Dia

Daniel Meirelles Pereira toma posse como novo diretor da Anvisa

Até a última quinta-feira (11), Fernandes Pereira ocupava o cargo de secretário-executivo do Ministério da Saúde. Por lei, os mandatos na Anvisa têm duração de cinco anos.

12 de agosto de 2022

Pavimentação da BR-319 tem risco de mais grilagem, apontam documentos

É grande o risco da pavimentação da BR-319 atrair mais grileiros para a região, segundo documentos do Ibama e do material para relatório do EIA/Rima.

11 de agosto de 2022

WhatsApp passa a permitir apagar mensagens após dois dias

A mudança antecipou um pacote de novidades divulgado nesta terça-feira (9) na rede social. Ainda este mês será possível esconder o status online.

10 de agosto de 2022

Obras do Complexo Viário dos anéis Sul e Leste seguem em ritmo acelerado

Para quem mora no entorno das obras dos Aneis Viários Sul e Leste, o projeto representa mais dignidade e progresso para a população e para a cidade de Manaus.

9 de agosto de 2022

Pacote de obras na área da segurança pública no AM chega a R$ 150 milhões

De 2019 a 2022, os recursos para reformas e reparos nas unidades policiais somam cerca de R$ 10 milhões. As obras incluem pintura, troca de fechaduras, parte elétrica, etc.

9 de agosto de 2022

Lei estadual garante visita gratuita a museus e prédios históricos do AM

A gratuidade, segundo a lei, não precisará ser concedida em dias que recaiam sobre feriados nacionais, estaduais ou municipais, ou ainda em ponto facultativo.

9 de agosto de 2022

Festejo de Santo Antônio de Borba agora é Patrimônio Cultural do AM

Festejo de Borba, realizado em junho, movimenta a economia da cidade e teve início em 1756 com eventos organizados por padres jesuítas no interior do Amazonas.

9 de agosto de 2022

Lei Aldir Blanc pode salvar Cultura com a Rouanet desmontada

Lei Aldir Blanc 2 pode recuperar vácuo da Lei Rouanet que foi paralisada no Governo Bolsonaro e democratizar mais o acesso aos recursos pelos trabalhadores da Cultura.

8 de agosto de 2022