fbpx

sábado, 13 de agosto de 2022

Morre Jô Soares, artista e humorista que marcou a cultura do país

Jô interpretou dezenas de personagens, criou bordões e apresentou o mais conhecido programa de entrevistas da TV brasileira. O velório não será aberto ao público.

5 de agosto de 2022

Compartilhe

O velório de Jô Soares não será aberto ao público (Foto: Divulgação)

O humorista Jô Soares morreu na madrugada desta sexta-feira (5), no hospital Sírio Libanês, em São Paulo. A morte de José Eugênio Soares foi confirmada pela ex-mulher do artista, Flavia Pedras Soares. “Nos deixou cercado de amor e cuidados”, ela disse.

A causa da morte não foi informada. O velório será restrito a familiares e amigos. Jô nasceu no Rio de Janeiro em 1938 e era filho único de uma família rica que perdeu a fortuna. 

Estudou na Suíça e nos Estados Unidos, falava seis línguas e abandonou o plano de ser diplomata para dedicar-se à vida artística. Interpretou dezenas de personagens, criou bordões e apresentou o mais conhecido programa de entrevistas da TV brasileira.

Foi ator de teatro, cinema e televisão, além de dramaturgo, roteirista, diretor e escritor.

Trajetória

O artista entrou na Globo em 1970, como protagonista do programa “Faça Humor, Não Faça Guerra”. Já havia passado pelas TVs Continental, Rio, Tupi, Excelsior e Record. Atuou, por exemplo, no clássico “Família Trapo”.

Estreou seu próprio programa, o “Viva o Gordo”, em 1981. Seis anos depois, saiu da Globo para apresentar seu talk-show, no SBT. De volta à Globo em 2000, comandou por 16 anos o “Programa do Jô”.

Casou três vezes, com as atrizes Tereza Austragesilo e Silvia Bandeira e com a designer gráfica Flavia Junqueira. Com Flavia, brincava que vivia uma separação que não deu certo. Os dois ficaram muito amigos. Jô teve um filho, Rafael, morto em 2014 aos 50 anos.

“Aqueles que através dos seus mais de 60 anos de carreira tenham se divertido com seus personagens, repetido seus bordões, sorrido com a inteligência afiada desse vocacionado comediante, celebrem, façam um brinde à sua vida”, disse Flavia.

Texto: Cristina Camargo (FolhaPress)

Leia Mais:

Leia mais Dia a Dia

Daniel Meirelles Pereira toma posse como novo diretor da Anvisa

Até a última quinta-feira (11), Fernandes Pereira ocupava o cargo de secretário-executivo do Ministério da Saúde. Por lei, os mandatos na Anvisa têm duração de cinco anos.

12 de agosto de 2022

Pavimentação da BR-319 tem risco de mais grilagem, apontam documentos

É grande o risco da pavimentação da BR-319 atrair mais grileiros para a região, segundo documentos do Ibama e do material para relatório do EIA/Rima.

11 de agosto de 2022

WhatsApp passa a permitir apagar mensagens após dois dias

A mudança antecipou um pacote de novidades divulgado nesta terça-feira (9) na rede social. Ainda este mês será possível esconder o status online.

10 de agosto de 2022

Obras do Complexo Viário dos anéis Sul e Leste seguem em ritmo acelerado

Para quem mora no entorno das obras dos Aneis Viários Sul e Leste, o projeto representa mais dignidade e progresso para a população e para a cidade de Manaus.

9 de agosto de 2022

Pacote de obras na área da segurança pública no AM chega a R$ 150 milhões

De 2019 a 2022, os recursos para reformas e reparos nas unidades policiais somam cerca de R$ 10 milhões. As obras incluem pintura, troca de fechaduras, parte elétrica, etc.

9 de agosto de 2022

Lei estadual garante visita gratuita a museus e prédios históricos do AM

A gratuidade, segundo a lei, não precisará ser concedida em dias que recaiam sobre feriados nacionais, estaduais ou municipais, ou ainda em ponto facultativo.

9 de agosto de 2022

Festejo de Santo Antônio de Borba agora é Patrimônio Cultural do AM

Festejo de Borba, realizado em junho, movimenta a economia da cidade e teve início em 1756 com eventos organizados por padres jesuítas no interior do Amazonas.

9 de agosto de 2022

Lei Aldir Blanc pode salvar Cultura com a Rouanet desmontada

Lei Aldir Blanc 2 pode recuperar vácuo da Lei Rouanet que foi paralisada no Governo Bolsonaro e democratizar mais o acesso aos recursos pelos trabalhadores da Cultura.

8 de agosto de 2022