fbpx

domingo, 01 de agosto de 2021

Live em alusão ao Festival ameniza renda perdida de artistas parintinenses

Pandemia da Covid-19 levou ao cancelamento pelo segundo ano consecutivo da tradicional disputa entre os bois-bumbás Caprichoso e Garantido e prejudicou economia da cidade.

25 de junho de 2021

Compartilhe

Artistas dos bois Caprichoso e Garantido garantirão uma verba com a live neste sábado (Foto: Michael Dantas/Cultura)

A Live Parintins 2021, que será realizada pelos bois Caprichoso e Garantido em alusão ao Festival Folclórico, a partir das 20h30, deste sábado (26), tem como objetivo movimentar a economia do município e gerar renda para trabalhadores dos bumbás que vivem do Festival – que não acontecerá pelo segundo ano consecutivo, em razão da pandemia de Covid-19. A festa, que acontece há mais de 50 anos, é o principal motor da economia parintinense.

“O Festival Folclórico de Parintins é importante para a economia do município, para a geração de trabalho, geração de renda e, também, impulsiona a carreira de muitos profissionais, de muitos artistas, para que eles possam, a partir de Parintins, estar atuando em outros estados e até em outros países”, destacou o titular da Secretaria de Cultura e Economia Criativa, Marcos Apolo Muniz.

De acordo com ele, os números referentes à última edição do Festival, antes da pandemia, comprovam a importância da festa para impulsionar a economia local.

“Nós temos números expressivos do ano de 2019, com mais de 60 mil pessoas vindo ao município, movimentando realmente a economia de forma expressiva. Então, com essa preocupação, a gente dá esse apoio, esse auxílio para que essa live se realize e, dessa forma, a gente consiga manter essa chama acesa e a expectativa para quem sabe, no próximo ano, a gente fazer o maior festival de todos os tempos”, concluiu o secretário.

A live será transmitida a partir das 20h30 de amanhã (26), pela TV A Crítica, no canal 4 da TV aberta. Além do Governo do Amazonas, as apresentações contam com o apoio da Coca-Cola Brasil, que tem contribuído com os eventos culturais do Estado, com o objetivo de gerar renda para trabalhadores envolvidos no evento.

Recuperação da economia

O figurinista e ex-pajé do Caprichoso, Waldir Santana, confecciona indumentárias para o Touro Negro e comenta que a pandemia prejudicou o município, tanto em relação à saúde, quanto à renda dos trabalhadores.

“Quando esse vírus chegou aqui em Parintins, que nós tivemos a certeza que não íamos mais ter festival, foi devastador para todos nós, para todas as famílias, não só para os artistas que estão trabalhando, como para quem vende o seu peixe frito, o seu churrasquinho, o sanduíche e as coisas mais do comércio. A gente não podia mais sair, a gente ficava com medo das coisas, e ver amigos nossos partindo, amigos do trabalho, foi terrível. Graças a Deus está passando, estamos sendo vacinados”, disse, emocionado, Waldir Santana.

Artista plástico há mais de 25 anos, Madson Rodrigues, que está confeccionando alegorias para a apresentação do Garantido na live, reforça a importância do evento.

“A gente está vivendo esse momento, é muito difícil para todo mundo, nós temos que procurar um outro meio de trazermos o nosso alimento, manter nossa família. Essa live veio num momento bom para todos nós aqui. A gente vive, ainda, um momento difícil, então isso veio em uma hora boa para a gente, para todos nós que estamos trabalhando aqui”, observou.

Os presidentes dos bois ressaltam que a apresentação vem para suprir a necessidade de trabalho dos artistas parintinenses. “Essa live vem num momento em que os artistas passam por uma dificuldade muito grande, são dois anos sem Festival de Parintins e isso é algo que atrapalha muito, porque os artistas dependem disso. Graças a Deus essa live veio num momento de muita esperança para a gente”, afirmou Jender Lobato, presidente do Caprichoso.

“Muito importante, porque dois anos sem Festival é muita coisa para uma cidade que vive de cultura. E a cultura aqui é o maior empregador que nós temos hoje. Dois anos é muita coisa. Todo mundo vê a alegria das pessoas trabalhando, sabendo que vai ter uma renda, não resolve todos os problemas, mas ameniza bastante e isso é muito importante”, acrescentou o presidente do Garantido, Antônio Andrade.

Com informações da assessoria

Leia Mais:

Leia mais Dia a Dia

DPE-AM leva atendimento jurídico gratuito a Rio Preto da Eva

Atendimento jurídico gratuito da Defensoria Pública do Amazonas ocorreu durante três dias e alcançou 505 pessoas com atendimento nas áreas de Família e Registros Públicos.

31 de julho de 2021

Campanha Nota Premiada realiza mais um sorteio nesta segunda-feira

Para esta edição do sorteio foram gerados mais de 430 mil bilhetes de aproximadamente 11,6 mil contribuintes que solicitaram seus CPFs nas suas Notas Fiscais de Serviços.

31 de julho de 2021

BR-174 vai ganhar balança de fiscalização no quilômetro 8

Em 2021, a Sefaz-AM reativou o posto fiscal da BR-174 e o posto fiscal de Humaitá para evitar a evasão de divisas.

30 de julho de 2021

Faar visita sete municípios do AM para impulsionamento do esporte

Além de projetar novas estratégias, a Fundação Amazonas de Alto Rendimento anunciou um investimento de R$50 mil destinado a sete municípios do Amazonas.

30 de julho de 2021

Produtores serão beneficiados com pavimentação do ramal do Porto do Açaí em Guajará

O município de Guajará está situado na calha do Juruá, na região sudoeste do Amazonas, na fronteira com o Estado do Acre. Sua população, segundo dados do IBGE.

30 de julho de 2021

Profissionais do setor cultural têm até amanhã para solicitar auxílio

O benefício, assim como o prazo de solicitação, também se estende aos trabalhadores do Turismo e Esporte. Cada profissional receberá três parcelas de R$ 200.

30 de julho de 2021

Pescadores de Autazes recebem mais de 1,7 mil cestas básicas

Cada cesta contém 10 quilos de arroz, 4 quilos de feijão, 2 quilos de farinha de mandioca; 2 quilos de açúcar; e um quilo de flocos de milho, macarrão e leite em pó.

30 de julho de 2021

Pacientes com sequelas da hanseníase ganham sapatos adaptados no AM

A Fundação Alfredo da Matta vai iniciar a entrega dos calçados adaptados e personalizados na próxima semana; ação vai alcançar 300 pessoas.

29 de julho de 2021