fbpx

sexta, 28 de janeiro de 2022

Desmatamento na Amazônia de janeiro a novembro é o pior em dez anos

A destruição da floresta amazônica ameaça a sobrevivência de povos e comunidades tradicionais, como indígenas, quilombolas e extrativistas.

6 de janeiro de 2022

Compartilhe

Área desmatada e queimada em 2021 já recebe gado em Porto Velho, Rondônia (Foto: Christian Braga/Greenpeace)

A Amazônia perdeu 10.222 km² de floresta, área equivalente a sete vezes a cidade de São Paulo. Os dados correspondem ao perído de janeiro a novembro de 2021 e é o maior acumulado dos últimos dez anos para o período, sendo 31% superior do que o registrado no ano passado. levantamento é do Sistema de Alerta de Desmatamento (SAD) do Instituto do Homem e Meio Ambiente da Amazônia (Imazon), que monitora a região por meio de imagens de satélites.

Apenas em novembro, uma área de 480 km² foi desmatada na Amazônia, o que corresponde ao território de Porto Alegre. Com isso, 2021 teve o segundo pior novembro da década, atrás apenas de 2020, quando 484 km² de floresta foram destruídos no mês.

Pará, Mato Grosso e Rondônia foram responsáveis por 80% da devastação

Apenas três dos nove estados da Amazônia Legal foram responsáveis por 80% do desmatamento na região em novembro: Pará, Mato Grosso e Rondônia. O caso mais grave é do Pará, estado que lidera o ranking de destruição da floresta há sete meses consecutivos, que registrou apenas em novembro 290 km² de devastação.

Isso representa 60% da área desmatada na Amazônia no mês e é 26% maior do que o detectado em solo paraense em novembro do ano passado. Além disso, 16 dos 20 municípios e assentamentos que mais destruíram a floresta no mês ficam no Pará, o que alerta para a necessidade de ações de combate mais efetivas no estado.

Já Mato Grosso e Rondônia foram responsáveis, respectivamente, por 54 km² (11%) e 42 km² (9%) do desmatamento registrado na região em novembro. Esses dois estados também possuem cinco das 20 áreas protegidas que mais sofreram com a devastação da floresta, sendo duas unidades de conservação e três terras indígenas. São elas: Esec de Samuel (RO), Resex Jaci Paraná (RO), TI Karipuna (RO), TI Menkü (MT) e TI Rio Guaporé (RO).

Monitoramento da Amazônia

O Sistema de Alerta de Desmatamento (SAD), desenvolvido pelo Imazon, é uma ferramenta que utiliza imagens de satélites (incluindo radar) para monitorar a floresta. Além do SAD, existem outras plataformas que vigiam a Amazônia: Deter, do Inpe, e o GLAD, da Universidade de Maryland. Todas são importantes para a proteção ambiental, pois garantem a vigilância da floresta e a emissão de alertas dos locais onde há registro de desmatamento. Os dados fornecidos ajudam os órgãos de controle a planejarem operações de fiscalização e identificarem desmatadores ilegais.

Com informações do Imazon

Leia Mais:

Leia mais Dia a Dia

Sesc Amazonas oferece aulas de Pilates aliado à Fisioterapia

Adolescentes, adultos e idosos já podem inscrever. Para isso, basta fazer o agendamento da avaliação fisioterapêutica, das 8h às 17h, de segunda a sexta-feira.

27 de janeiro de 2022

Crianças indígenas da etnia warao começam a ser vacinadas contra a Covid

A Secretaria de Saúde recomenda que as crianças com alguma doença na fase aguda aguardem total recuperação para receber a vacina contra a Covid-19.

27 de janeiro de 2022

Largo São Sebastião vai ganhar segundo letreiro turístico de Manaus

A previsão, após verificar medidas, dimensionamento e localização no Largo, é de fazer a instalação do letreiro em fevereiro. Outros pontos da cidade devem ganhar o objeto.

27 de janeiro de 2022

Teste brasileiro para Covid feito com detergente promete ser eficiente

De acordo com os pesquisadores brasileiros, os resultados do teste podem ser obtidos em cerca de 30 minutos, após a coleta do soro. E a ideia é reduzir ainda mais esse tempo.

27 de janeiro de 2022

Gratuidade nos ônibus para alunos passa a valer a partir de 1º de fevereiro

Por mês, serão validadas 44 passagens aos estudantes que não serão cumulativas, ficando a cada aluno - ou pais - a responsabilidade pela recarga do cartão eletrônico.

27 de janeiro de 2022

Ômicron explode em Manaus e transmissão da Covid volta à fase vermelha

Por conta da vacinação, os números de sepultamentos registrados neste ano são bem menores que os do início da segunda onda, em janeiro de 2021. No dia 24, houve 52 enterros.

27 de janeiro de 2022

Vacinação contra a Covid é ampliada para crianças de 6 a 9 anos

Para ser vacinada, a criança deve estar acompanhada por um dos pais ou responsável maior de 18 anos, com documento de identidade, em um dos quatro pontos de vacinação.

27 de janeiro de 2022

Após ajustes em edital, contratações pela SES-AM são autorizadas

Na última terça-feira (25), o Tribunal de Contas do Estado do Amazonas (TCE-AM) suspendeu cautelarmente as contratações e determinou que a SES promovesse ajustes no edital.

27 de janeiro de 2022