fbpx

domingo, 14 de agosto de 2022

Defesa Civil do Estado coordena órgãos para Operação Enchente 2022

Defesa Civil do Estado discute a disponibilidade de servidores para a força-tarefa e define visitas de técnicos a municípios das calhas do Juruá, Purus e Madeira.

11 de janeiro de 2022

Compartilhe

Avaliação de dados hidroclimatológicos apontam risco de cheia acima da normalidade nos rios do Estado (Foto: Reprodução)

O Subcomando de Ações de Proteção e Defesa Civil, reuniu órgãos estaduais para alinhar o planejamento das ações que serão executadas em auxílio aos municípios que deverão ser afetados pela cheia dos rios neste ano. Na reunião, foi discutida a disponibilidade de servidores para a força-tarefa e definida visitas de técnicos a municípios das calhas do Juruá, Purus e Madeira.

Participaram da reunião, coordenada pelo secretário executivo da Defesa Civil do Estado, coronel Francisco Ferreira Máximo Filho, representantes das Secretarias de Assistência Social; Justiça e Cidadania; Saúde; Meio Ambiente; Infraestrutura; Educação; Segurança; Produção Rural e demais órgãos do setor primário; além da Fundação de Vigilância em Saúde Dra. Rosemary da Costa Pinto (FVS-RCP); Fundo de Promoção Social e Erradicação da Pobreza (FPS); Instituto de Pesos e Medidas do Amazonas (Ipem); e Casa Militar.

O plano de ação da Operação Enchente 2022 foi lançado pelo governador Wilson Lima no dia 27 de dezembro do ano passado, após avaliação de dados hidroclimatológicos que apontam risco de cheia acima da normalidade nos rios do Estado.

A reunião de alinhamento faz parte da primeira fase do plano de ação e tem como objetivo definir a estrutura operacional e ações integradas para enfrentamento da cheia, atendendo milhares de famílias do Amazonas com ajuda humanitária, ações sociais e de saúde, garantia da segurança alimentar e apoio para recuperação das atividades produtivas.

De acordo com a Defesa Civil do Estado, o processo de enchente e vazante dos rios da bacia amazônica é natural, cíclico e sazonal no estado do Amazonas. Nesses períodos, o trabalho da Defesa Civil é permanente, no monitoramento de dados, difusão de informações, assessoramento e orientação de prefeituras e da população de um modo geral.

Os boletins hidrometeriológicos do Instituto Nacional de Pesquisas da Amazônia (Inpa) e do Serviço Geológico do Brasil (CPRM) indicam que os rios nos municípios de Manaus (baixo rio Negro), Manacapuru (baixo rio Solimões), Itacoatiara (médio rio Amazonas) e Parintins (baixo rio Amazonas) seguem em processo natural de enchente, mas com níveis acima do esperado para o atual período do ano.

Na calha do rio Negro, em Manaus, onde a maior enchente registrada foi em 2021, a estação de coleta de dados (Cód. da Est. Nº 14990000) registrou hoje (10) o nível de 24,37m. Na mesma data em 2021, ano da maior enchente na capital, foi registrado nível de 22,38 m (1,99 m abaixo da cota atual), segundo dados da Agência Nacional de Água (ANA).

Além de Manaus, o monitoramento do nível do rio na calha do rio Negro nas estações dos municípios de Santa Isabel do Rio Negro e Barcelos aponta níveis também atípicos para o atual período do ano, segundo o CPRM.

Com informações da Assessoria

Leia Mais:

Leia mais Dia a Dia

Daniel Meirelles Pereira toma posse como novo diretor da Anvisa

Até a última quinta-feira (11), Fernandes Pereira ocupava o cargo de secretário-executivo do Ministério da Saúde. Por lei, os mandatos na Anvisa têm duração de cinco anos.

12 de agosto de 2022

Pavimentação da BR-319 tem risco de mais grilagem, apontam documentos

É grande o risco da pavimentação da BR-319 atrair mais grileiros para a região, segundo documentos do Ibama e do material para relatório do EIA/Rima.

11 de agosto de 2022

WhatsApp passa a permitir apagar mensagens após dois dias

A mudança antecipou um pacote de novidades divulgado nesta terça-feira (9) na rede social. Ainda este mês será possível esconder o status online.

10 de agosto de 2022

Obras do Complexo Viário dos anéis Sul e Leste seguem em ritmo acelerado

Para quem mora no entorno das obras dos Aneis Viários Sul e Leste, o projeto representa mais dignidade e progresso para a população e para a cidade de Manaus.

9 de agosto de 2022

Pacote de obras na área da segurança pública no AM chega a R$ 150 milhões

De 2019 a 2022, os recursos para reformas e reparos nas unidades policiais somam cerca de R$ 10 milhões. As obras incluem pintura, troca de fechaduras, parte elétrica, etc.

9 de agosto de 2022

Lei estadual garante visita gratuita a museus e prédios históricos do AM

A gratuidade, segundo a lei, não precisará ser concedida em dias que recaiam sobre feriados nacionais, estaduais ou municipais, ou ainda em ponto facultativo.

9 de agosto de 2022

Festejo de Santo Antônio de Borba agora é Patrimônio Cultural do AM

Festejo de Borba, realizado em junho, movimenta a economia da cidade e teve início em 1756 com eventos organizados por padres jesuítas no interior do Amazonas.

9 de agosto de 2022

Lei Aldir Blanc pode salvar Cultura com a Rouanet desmontada

Lei Aldir Blanc 2 pode recuperar vácuo da Lei Rouanet que foi paralisada no Governo Bolsonaro e democratizar mais o acesso aos recursos pelos trabalhadores da Cultura.

8 de agosto de 2022