fbpx

sexta, 21 de janeiro de 2022

Aos 95 anos, morre o poeta amazonense Thiago de Mello

O governador Wilson Lima decretou luto oficial pela morte do poeta amazonense. Referência em todo o mundo, o escritor teve sua obra traduzida em mais de 30 idiomas.

14 de janeiro de 2022

Compartilhe

Thiago de Mello faleceu em sua residência (Foto: Reprodução)


Nascido no município de Barreirinha, interior do Amazonas, o poeta Thiago de Mello é um dos maiores nomes do Estado, possuindo influência em todo o mundo. Hoje (14), aos 95 anos, o poeta faleceu em sua residência, de causa natural.

O governador Wilson Lima decretou luto oficial de três dias no Estado como homenagem ao poeta amazonense.

Wilson disse que a morte de Thiago de Mello “é uma perda irreparável para a cultura” do Amazonas.

O prefeito de Manaus, David Almeida, também decretou luto oficial na cidade, destacando o reconhecimento internacional alcançado pelo poeta.

Thiago de Mello, que tem suas obras traduzidas em mais de 30 idiomas, tem entre seus principais trabalhos o poema “O Estatuto do Homem”.

O velório do poeta está sendo organizado para iniciar a partir das 13h desta sexta-feira (14), no Palácio Rio Negro, localizado no Centro da cidade. No local das últimas homenagens a Thiago de Mello serão seguidos todos os protocolos de segurança sanitária contra a Covid-19.*

Mais do poeta

Em 1947, Thiago de Mello publicou seu primeiro volume de poemas, “Coração da Terra”. Em 1950 publicou seu poema “Tenso Por Meus Olhos”, na primeira página do Suplemento Literário do Jornal Correio da Manhã. Em 1951 publicou “Silêncio e Palavra”, que foi muito bem acolhido pela crítica. Em seguida publicou: “Narciso Cego” (1952) e “A Lenda da Rosa” em (1957).

Em 1957, Thiago de Mello foi convidado para dirigir o Departamento Cultural da Prefeitura do Rio de Janeiro. Entre 1959 e 1960 foi adido cultural na Bolívia e no Peru. Em 1960 publicou “Canto Geral”. Entre os anos de 1961 e 1964 foi adido cultural em Santiago, no Chile, onde conhece o escritor Pablo Neruda, de quem faz a tradução de uma antologia poética.

Logo depois do golpe militar de 1964, Thiago renunciou ao posto de adido cultural e em 1965 foi residir no Rio de Janeiro. Sua poesia ganhou forte conteúdo político e Indignado com o Ato Institucional nº. 1 e por ver a tortura ser empregada como método de interrogatório, escreveu o seu poema mais famoso, “Os Estatutos do Homem” (1977).

Estatuto do Homem

Artigo 1
Fica decretado que agora vale a verdade, agora vale a vida e de mãos dadas marcharemos todos pela vida verdadeira;
Artigo 2
Fica decretado que todos os dias da semana, inclusive as terças-feiras mais cinzentas, tem direito a converter-se em manhãs de domingo;
Artigo 3
Fica decretado que a partir deste instante, haverá girassóis
em todas as janelas, que os girassóis terão direito a abrir-se dentro da sombra e que as janelas devem permanecer o dia inteiro abertas para o verde onde cresce a esperança;
Artigo 4
Fica decretado que o homem não precisará nunca mais duvidar do homem, que o homem confiará no homem como a palmeira confia no vento, como o vento confia no ar, como o ar confia no campo azul do céu; parágrafo único, o homem confiará no homem como um menino confia em outro menino;
Artigo 5
Fica decretado que os homens estão livres do julgo da mentira, nunca mais será preciso usar a couraça do silêncio nem armadura de palavras, o homem se sentará a mesa com seu olhar limpo porque a verdade passará a ser servida antes da sobremesa;
Artigo 6
Fica estabelecida durante dez séculos a pratica sonhada por Isaías que o lobo e o cordeiro pastarão juntos e a comida de ambos terá o mesmo gosto de aurora;
Artigo 7
Decreta e revogada, fica estabelecido o reinado permanente da justiça e da claridade, e a alegria será uma bandeira generosa para sempre desfraudada da alma do povo;
Artigo 8
Fica decretado que a maior dor sempre foi e será sempre não poder dar-se amor a quem se ama e saber que é a água que dá a planta o milagre da flor;
Artigo 9
Fica permitido que o pão de cada dia que é do homem o sinal
de seu suor, mas que sobretudo tenha sempre o quente sabor da ternura;
Artigo 10
Fica permitido a qualquer pessoa, qualquer hora da vida o
urro do trai branco;
Artigo 11
Fica decretado por definição que o homem é o animal que ama, e que por isso é belo, muito mais belo que a estrela da manhã;
Artigo 12
Decreta-se que nada será obrigado nem proibido, tudo será permitido, inclusive brincar com os rinocerontes e caminhar pelas tardes com imensa begonia na lapéla;
parágrafo único, só uma coisa fica proibida, amar sem amor;
Artigo 13
Fica decretado que o dinheiro não poderá nunca mais comprar um sol das manhãs de todas, expulso do grande baú do medo, o dinheiro se transformará em uma espada fraternal para defender o direito de tentar e a festa do dia que chegou;
Artigo Final
Fica proibido o uso da palavra liberdade, a qual será subrimida dos dicionários e do pantano enganoso da dor, a partir deste instante, a liberdade será algo vivo e transparente como um fogo ou um rio, e a sua morada será sempre o coração do homem.

Da Redação, com informações do E-Biografia

*Matéria atualizada às 9h15 para acrescentar informações sobre o decreto do prefeito David Almeida e do velório do poeta amazonense

Leia Mais:

Leia mais Dia a Dia

Com queda de 50% no estoque, Hemoam convoca doadores com urgência

Pessoas saudáveis estão sendo convocadas para doarem sangue e garantir a realização de cirurgias eletivas. Ontem, abastecimento de sangue registrou queda de 50%.

21 de janeiro de 2022

Vacinação de idosos contra Covid-19 reduziu mortes em 63%, em Manaus

Estudo da Fiocruz/Amazônia feito em Manaus comprovou eficiência da vacinação contra Covid-19 na redução de óbitos e internações de pessoas com mais de 60 anos, em mais de 60%

21 de janeiro de 2022

Operação Cidade Mais Segura realizou mais de 400 abordagens na zona Norte

Cerca de 70 agentes das forças de segurança, entre policiais civis e militares, estiveram envolvidos na ação, além do apoio de 30 viaturas.

21 de janeiro de 2022

Elza Soares, ícone da música brasileira, morre aos 91 anos em casa

Elza começou a carreira cantando "Se Acaso Você Chegasse" em 1959, e se dedicou ao gênero nos anos 60. Ela é considerada uma das maiores cantoras do Brasil.

20 de janeiro de 2022

Após estabilizar, nível do rio Negro desce dois centímetros nas últimas 24h

Em 2021, a primeira vez que o nível do rio Negro registrou diminuição foi em 14 de junho, quando baixou um centímetro.

20 de janeiro de 2022

Anvisa libera CoronaVac para crianças e adolescentes entre 6 e 17 anos

Decisão foi unânime. Esquema vacinal é o mesmo recomendado para adultos: duas doses aplicadas em intervalo de 28 dias. Agência vetou dose para menores imunossuprimidos.

20 de janeiro de 2022

Técnicos da Anvisa recomendam CoronaVac na faixa de 6 a 17 anos

A aprovação ou não do imunizante para esta faixa ainda depende da votação da Diretoria Colegiada da Agência de Saúde, que ainda está em andamento.

20 de janeiro de 2022

Santa Isabel do Rio Negro vira ponto do programa Amazônia Conectada

Hospital de Santa Isabel do Rio Negro (AM) é o mais novo ponto do programa federal Amazônia Conectada e deve fazer uso de telemedicina com internet por fibra óptica fluvial.

20 de janeiro de 2022