fbpx

domingo, 23 de janeiro de 2022

Amazonas Energia inova e lança agência virtual e app com novos serviços

O cliente vai poder verificar situação da sua unidade consumidora, escolher a melhor forma de atendimento, dentro das regras disponíveis, e resolver as suas pendência.

16 de dezembro de 2021

Compartilhe

Mudanças visam aproximar concessionária do cliente (Foto: Divulgação)

Para trazer mais comodidade e agilidade no atendimento aos clientes, a Amazonas Energia lançou a nova agência virtual no site e um novo aplicativo com novos serviços que podem ser solicitados pelo cliente.

A nova versão da agência também se encontra disponível para download nas lojas de aplicativos Google Play (Android) e Apple Store (iOS).

Com esta facilidade, a Amazonas Energia amplia, mais uma vez, sua rede de serviços ao consumidor reforçando os canais digitais e assim, adaptando novas formas de agilizar o atendimento.

Entre os serviços disponíveis estão: transferência de titularidade, ligação nova, cadastro de cliente baixa renda, informe sua leitura, denúncia anônima de furto de energia, declaração de quitação, pagamentos por cartão de crédito, parcelamento de débitos, religação de cortado por débito, reclamação por falta de energia, via para pagamento de fatura, mensageria (Notifications/Email), histórico de consumo, histórico de solicitações, sugestão, elogio empresa/colaborador, desligamento programado, backoffice de acompanhamento e interação com usuário, login usuário (AJURI/temporário), criar acesso usuário (AJURI/temporário), recuperação de senha do usuário (AJURI/temporário).

Com o atendimento via agência virtual, o cliente verifica a situação da sua unidade consumidora, escolhe a melhor forma de atendimento, dentro das regras disponíveis, e resolve a sua pendência tudo rápido e fácil com o celular na palma da mão, sem sair de casa.

De acordo com a assessoria da concessionária, as mudanças no atendimento ao cliente fazem parte do programa de transformação que a Companhia vem implementando para ficar mais próxima dos clientes, dando a possibilidade de negociação de forma rápido e fácil.

Com informações da assessoria

Leia Mais:

Leia mais Dia a Dia

Covid mata 4x mais crianças de 0 a 4 anos no Brasil que maiores que 5

Oficialmente, o Brasil registrou 1.544 mortes de crianças de 0 a 11 anos. Faixa etária já pode ter atingido 3.249 óbitos e 92.837 internações desde o início da pandemia.

23 de janeiro de 2022

Exame para checar níveis de vitamina D no organismo agora é obrigatório

A medida, sancionada pelo governador Wilson Lima, orienta que médicos da rede pública de Saúde incluam nos exames de rotina checagem das dosagens da vitamina no corpo.

23 de janeiro de 2022

Belém adia volta presencial às aulas na rede pública de ensino

Decisão foi tomada após a identificação de casos de síndromes gripais entre trabalhadores da educação. Aulas serão retomadas na próxima segunda-feira (24) de forma remota.

23 de janeiro de 2022

Fiocruz Amazônia realiza evento pelo mês da Visibilidade Trans

O evento reforça a necessidade de respeito ao movimento trans e a importância da promoção de cidadania entre mulheres e homens travestis e transexuais.

23 de janeiro de 2022

Roteirista da Turma da Mônica, amazonense Romahs lança obra sobre felinos

Livro “Todos os meus gatos de volta” conta uma aventura tendo como personagens as várias representações mitológicas ou religiosas de felinos em culturas de outros povos.

23 de janeiro de 2022

Novo Centro de Testagem realizou exames em mais de 10 mil pessoas

Do dia 19 de janeiro até este sábado (22), o número de exames do tipo antígeno realizados no espaço foi de 10.533, sendo 5.387 com resultados positivos e 5.146 negativos.

23 de janeiro de 2022

ANAC dá primeira autorização para entrega comercial usando drones

Empresa contemplada foi a companhia Speedbird. Poderão ser carregadas cargas de até 2,5 quilos em um raio de até 3 quilômetros. Autorização contempla áreas rurais e urbanas.

23 de janeiro de 2022

Reforço de marca diferente é mais eficaz para vacinados com CoronaVac

Voluntários em São Paulo e Salvador que receberam doses da CoronaVac, produzida pelo Instituto Butantan, em um intervalo de seis meses antes do início do estudo.

23 de janeiro de 2022