fbpx

sábado, 24 de julho de 2021

Alça inferior da Ponte dos Bilhares é interditada após Mindu transbordar

Só está permitido o acesso ao retorno pela alça inferior no sentido Centro/bairro para os ônibus do transporte coletivo, que ainda conseguem transitar pelo retorno.

14 de maio de 2021

Compartilhe

O condutor que segue na avenida Constantino Nery e deseja retornar para o bairro deverá acessar a avenida São Jorge (Foto: Divulgação)

A Prefeitura de Manaus, por meio do Instituto Municipal de Mobilidade Urbana (IMMU), interditou nesta sexta-feira (14), a alça inferior da Ponte dos Bilhares, utilizada como retorno para a avenida Constantino Nery. A medida foi tomada pelo prefeito David Almeida para garantir a segurança do tráfego, devido à área estar alagada pela enchente do igarapé do Mindu.

Com a interdição, o retorno no sentido Centro/bairro deve ser feito na rua da Maromba, após o shopping Millenium, depois, acessar a avenida Djalma Batista, dobrar à direita na avenida João Valério e seguir em direção ao Centro ou a avenida São Jorge.

O condutor que segue na avenida Constantino Nery e deseja retornar para o bairro deverá acessar a avenida São Jorge, depois seguir a rua Artur Bernardes e passar por baixo do complexo viário Roberto Campos, seguir até rua Pará, depois dobrar à esquerda na rua Rio Içá e dobrar à esquerda na rua João Valério, depois acessar a avenida Constantino Nery. O condutor tem a opção de seguir ao bairro pela avenida Djalma Batista.

A prefeitura orienta aos motoristas que desejam acessar os condomínios e escola ao lado dos Bilhares, no sentido Centro, que ajustem o itinerário seguindo a avenida Djalma Batista, depois acessando a avenida Pedro Teixeira, e seguindo até o cruzamento com a avenida Constantino Nery e continuando o destino.

Transportes

Só está permitido o acesso ao retorno pela alça inferior no sentido Centro/bairro para os ônibus do transporte coletivo, que ainda conseguem transitar pelo retorno. As linhas 120, 121, 211, 221 permanecem trafegando com o mesmo itinerário.

A área fechada está sinalizada e monitorada por agentes de trânsito e fiscais de transportes. Somente quando as águas começarem a baixar, o trecho da alça inferior da Ponte dos Bilhares será reaberto ao tráfego.

Com informações da assessoria

Leia Mais:

Leia mais Dia a Dia

Hortaliças cultivadas no sistema prisional são doadas a instituições

Os produtos orgânicos são cultivados na horta do Centro de Detenção Provisória de Manaus 2 e foram doados a instituições de acolhimento.

23 de julho de 2021

Fiscalização do combustível de veículos da Semed em Humaitá é redobrada

A partir de agora, toda tentativa de abastecimento ilegal deve ser comunicada aos órgãos de controle, a fim de evitar fornecimento em desacordo com o solicitado.

23 de julho de 2021

Cadastro do Auxílio Estadual para trabalhadores da cultura é reaberto

O novo prazo foi determinado em decreto, que também simplifica as regras para o acesso. O valor do benefício é de R$ 600.

23 de julho de 2021

Negligenciada por Arthur, cratera na avenida Brasil será reparada

Segundo o vice-prefeito de Manaus, Marcos Rotta, o problema na via é antigo e foi negligenciado pela última administração, prejudicando uma faixa da pista.

23 de julho de 2021

Prefeitura e gestores tratam sobre a volta das aulas 100% presenciais

A meta da Prefeitura de Manaus é que os alunos do 5º ao 9º ano do ensino fundamental voltem a ter aulas 100% presenciais ainda este ano.

23 de julho de 2021

UBS Luiz Montenegro é entregue em novo endereço no bairro Planalto

Conforme a Prefeitura de Manaus, o endereço original da UBS é no bairro Lírio do Vale, mas o imóvel onde funcionava a unidade de saúde enfrenta problemas estruturais.

23 de julho de 2021

MPF-AM recomenda que 30% da merenda escolar saia da agricultura familiar

O MPF estabelece prazo de 15 dias, contados a partir do recebimento do documento, para prestação das informações sobre as medidas recomendadas.

23 de julho de 2021

UEA ganha prêmio internacional por balsa com recursos anti-Covid

Projeto 'Arapaima Gigas', desenvolvido pelo grupo de estudantes, teria capacidade para levar 300 pessoas de Manaus a Tefé, num percurso de 20 horas.

22 de julho de 2021