quarta-feira, 17 de julho de 2024

faça parte da Comunidade RT1

PROVA INTERNACIONAL

Criatividade em baixa: alunos brasileiros estão entre os últimos do ranking da Pisa

Brasil somou 23 pontos em uma escala de 0 a 60, ficando 10 pontos abaixo da média da OCDE.
COMPARTILHE
Critividade: A prova do Pisa avaliou a capacidade de expressão escrita e artística dos alunos brasileiros com 32 perguntas.
A prova do Pisa avaliou a capacidade de expressão escrita e artística dos alunos brasileiros com 32 perguntas (Foto: Reprodução/Canva)

Mais da metade dos alunos brasileiros de 15 anos (54,3%) apresentou um baixo nível de criatividade ao tentar solucionar problemas sociais e científicos, segundo dados divulgados pela Organização para a Cooperação e Desenvolvimento Econômico (OCDE).

Os alunos foram avaliados pelo Programa Internacional de Avaliação de Estudantes (Pisa), uma das principais avaliações educacionais do mundo, tradicionalmente mede conhecimentos em matemática, ciências e leitura.

Pela primeira vez, a prova de 2022 (atrasada devido à pandemia) incluiu questões para avaliar a criatividade dos alunos. Os estudantes foram desafiados a solucionar problemas com originalidade e usar a imaginação para criar histórias.

Entre os 56 países participantes, o Brasil ficou na 44ª posição, atrás de nações latino-americanas como Uruguai, Colômbia e Peru. O país somou 23 pontos em uma escala de 0 a 60, ficando 10 pontos abaixo da média da OCDE.

Um dos pontos mais críticos apontados no estudo, é a diferença de 11 pontos entre alunos brasileiros mais pobres (19 pontos) e os mais favorecidos economicamente (30 pontos). A área com pior desempenho dos estudantes brasileiros foi a resolução de problemas científicos.

Receba notícias do RT1 em primeira mão
quero receber no Whataspp
Quero receber no Facebook
Quero receber no Instagram

No ranking, o Brasil ficou à frente apenas de Arábia Saudita, Panamá, El Salvador, Tailândia, Bulgária, Jordânia, Macedônia do Norte, Indonésia, República Dominicana, Marrocos, Uzbequistão, Filipinas e Albânia.

Nos níveis mais baixos de criatividade (1 e 2), estão 54,3% dos alunos brasileiros. Estes estudantes conseguem apenas fazer desenhos simples e ideias óbvias, mostrando dificuldade em propor mais de uma solução para um problema.

A prova do Pisa avaliou a capacidade de expressão escrita e artística dos alunos com 32 perguntas. Um dos critérios de correção, por exemplo, pedia que os alunos criassem três títulos diferentes para a imagem de um livro enorme em um jardim.

Leia mais:

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

COMPARTILHE