fbpx

terça, 20 de abril de 2021

White Martins comunica que faz operação de crise para atender o AM

No cenário atual de crise, a White Martins conseguiu recentemente ampliar até o limite máximo a capacidade de produção da planta de Manaus de 25 para 28 mil m3/dia.

14 de janeiro de 2021

Compartilhe

A Multinacional tem sede no Rio de Janeiro e uma das unidades fica em Manaus. (Foto: Divulgação)

A multinacional White Martins comunicou que tem mobilizado todos os esforços para suprir a demanda exponencial de oxigênio do Amazonas e que já aumentou cinco vezes a produção de gás, nos últimos 15 dias.

A empresa informou que unidade de Manaus tem capacidade de produção de 25 mil m3/dia e que antes da pandemia, a White Martins operava com 50% de sua capacidade.

De acordo com a fábrica, essa quantidade era suficiente para atender todos os clientes dos segmentos medicinal e industrial que somavam um consumo na ordem de 10 a 15 mil m3 por dia.

Ampliação

No cenário atual de crise sem precedentes, a White Martins conseguiu recentemente ampliar até o limite máximo a capacidade de produção da planta de Manaus – de 25 para 28 mil metros cúbicos por dia – e direcionou toda a produção de oxigênio da unidade para o segmento medicinal.

A unidade da White Martins em Manaus já havia passado ao longo de 2020 por processos de ampliação que permitiram à empresa aumentar significativamente sua capacidade de produção local.

Uma das iniciativas com esse objetivo foi a instalação de um compressor de ar adicional na operação com capacidade nominal de produção de 700 m3 por hora e que permitiu obter um incremento no volume de 1800 m3 por dia.

Naquele momento, a empresa também aumentou a estocagem de oxigênio líquido em cerca de 30% para garantir ainda mais confiabilidade no fornecimento do produto.

Esforços logísticos

Por se tratar de uma pandemia global e que afeta todo o país, o cenário logístico na região – que por si só já é extremamente desafiador por não contar com acesso terrestre – fica ainda mais complexo.

Por isso, a empresa vem implementando uma grande operação por vias fluvial e aérea, em cooperação com as autoridades governamentais e as forças armadas, para trazer oxigênio de fábricas localizadas em outros estados.

Logo no início de janeiro de 2021, a companhia deslocou para esta operação 23 carretas criogênicas e 4 isotanques de 7 estados diferentes, que permitiram o incremento do volume médio de 22 mil metros cúbicos por dia.

A companhia também já viabilizou o envio de 500 cilindros com suporte da FAB, o que representou um acréscimo de volume de 5.000 metros cúbicos.

Além disso, já colocou à disposição das autoridades o envio de 32 tanques criogênicos móveis que neste momento estão em São Paulo e aguardando nova mobilização para serem transportados para Manaus.

A White Martins já identificou a disponibilidade de oxigênio em suas operações na Venezuela e neste momento está atuando para viabilizar a importação do produto para a região.

A empresa também reforçou a orientação para os clientes medicinais sobre as melhores formas de uso do oxigênio durante seu armazenamento, transporte e consumo em seus estabelecimentos de saúde.

Percentual mínimo de pureza do oxigênio

A White Martins fez um requerimento à Anvisa para que a agência autorize a flexibilização temporária, em caráter excepcional, do percentual mínimo de pureza do oxigênio medicinal produzido no estado do Amazonas.

Dessa forma, a porcentagem mínima seria alterada para 95%, permanecendo em patamar ainda superior ao exigido para a produção via Sistemas Concentradores de Oxigênio (Pressure Swing Adsorption – PSA), um equipamento utilizado por diversas instituições de saúde no Brasil.

Esta flexibilização poderá aumentar a capacidade produtiva da planta de Manaus em aproximadamente 2.000 metros cúbicos diários.

Leia Mais:

Empresa é denunciada por suposto desvio de cilindros de oxigênio

Empresas do PIM devem entregar estoque de oxigênio para Governo

Leia mais sobre Cidades

Adaf implanta internet via satélite em 51 unidades do Amazonas

A Adaf iniciou, na última semana, a implantação de internet via satélite em 51 Unidades de Sanidade Animal e Vegetal (Ulsavs) no interior do Amazonas.

19 de abril de 2021

Cultura abre nova chamada para adequação de propostas da Lei Aldir Blanc

A medida é voltada para os projetos que precisam de alterações devido aos decretos governamentais para enfrentamento da Covid-19 no Amazonas.

19 de abril de 2021

Tribunal de Contas do Amazonas avalia 22 processos nesta terça-feira

Entre os processos da pauta está a prestação de contas da então secretária de Assistência Social do Estado (Seas) em 2019, Maria Joseilda Pinheiro.

19 de abril de 2021

Instituto intensifica atendimento ao produtor em Itacoatiara

O Idam realizou atendimento a 150 pequenos produtores de oito comunidades de Itacoatiara, incluindo cadastramento para emissão do Cartão do Produtor Primário.

19 de abril de 2021

Fundação inicia ‘Semana dos Povos Indígenas’ nesta segunda-feira

Fundação Estadual do Índio lança a Semana dos Povos Indígenas, com programação que inicia nesta segunda-feira e vai até dia 23,

19 de abril de 2021

Sine retorna aos atendimentos presenciais no shopping Phelippe Daou

Os atendimentos ao público externo serão realizados mediante agendamento prévio no site do Sine, mas os serviços permancem em funcionamento pelo Whatsapp.

18 de abril de 2021

Mural de 34 metros recupera memória indígena no Centro Histórico

A Praça Dom Pedro II foi escolhida para receber a exposição por ser um antigo cemitério indígena de Manaus. O mural será inaugurado amanhã para comemorar o Dia do Índio.

18 de abril de 2021

Governo lança edital para criação da identidade visual de 125 anos do Teatro Amazonas

Podem participar pessoas físicas e jurídicas, maiores de 18 anos, artistas locais, profissionais e estudantes de artes, designer e publicidade. Inscrições vão até 31 de maio.

17 de abril de 2021