terça-feira, 23 de julho de 2024

faça parte da Comunidade RT1

ANAC ratifica protocolo sanitário a ser adotado à bordo e aeroportos

ANAC divulga novas medidas sanitárias para a aviação civil brasileira, com o reforço da necessidade de uso de máscara pelos passageiros e pela tripulação.
COMPARTILHE
ANAC ratifica protocolo sanitário

Nesta semana, foram publicadas as novas medidas sanitárias para a aviação civil brasileira. Reforço na necessidade de uso de máscara pelos passageiros e pela tripulação, durante toda a viagem. Além de regras para o serviço de bordo e a manutenção do distanciamento social, de pelo menos dois metros, nos aeroportos.

A atualização do protocolo sanitário foi publicada pela Agência Nacional de Vigilância Sanitária (ANVISA) para trazer mais segurança a todos que ainda precisam se deslocar no atual cenário de pandemia de Covid-19. 

Se você está nesse grupo e tem algum receio. Fique tranquilo, de acordo com a ANAC, as aeronaves da frota brasileira contam com um sistema de filtragem que renova o ar a cada 3 minutos. Mas, por segurança, é fundamental que o passageiro uso máscara durante todo o voo. 

As orientações atuais, que já preveem o distanciamento de pessoas nos aeroportos, a higienização de aeroportos e aeronaves e o uso dos equipamentos de proteção individual seguem vigentes. Acontece desde janeiro, antes da confirmação de casos de Covid-19 no Brasil.

Agora, o embarque e o desembarque são as etapas da viagem que merecem atenção especial para a redução dos riscos de contágio da covid-19. Ccontudo não há indicação para aferir a temperatura dos passageiros.

Receba notícias do RT1 em primeira mão
quero receber no Whataspp
Quero receber no Facebook
Quero receber no Instagram

Em voos curtos, o serviço de bordo foi proibido e quando houver necessidade, os comissários deverão adotar cuidados adicionais com a manipulação de embalagens. De acordo com as novas regras, devem ser priorizados alimentos e bebidas embaladas individualmente e em recipientes fechados, que devem ser higienizados antes do início do serviço de bordo.

Para maiores informações, acesse o guia (clique no link para acessar) publicado pela ANAC. Ele contem orientações aos passageiros que utilizarão o transporte aéreo durante a pandemia.

Impactos do coronavírus no setor

Atualmente, a malha essencial do mês de maio conta com 44 cidades atendidas. Soma apenas 1.254 voos semanais contra os 14.781 previstos para o período, uma redução de 90% para o mercado doméstico. Entretanto, no mercado internacional, a redução é de praticamente 100%, sendo os voos poucos existentes focados em repatriação de brasileiros que estão no exterior e transporte de carga.

A novas medidas sanitárias e a malha aérea essencial buscam proteger os passageiros e profissionais. No entanto, elas visam todos os que precisam se deslocar, além de preparar o setor aéreo para o momento de retomada da demanda pelo transporte. Em abril a demanda por voos domésticos recuou 93,1% em abril e oferta foi reduzida em 91,6%. No mercado internacional, a redução de demanda chegou a 96,1% e a oferta está 91,1% menor do que no mesmo período do ano passado.

COMPARTILHE