segunda-feira, 15 de julho de 2024

faça parte da Comunidade RT1

COMUNICAÇÃO

13 agências disputam contratos para publicidade do governo do Amazonas

Nove empresas do Amazonas disputam o certamente e concorrem com quatro empresas de fora do estado
COMPARTILHE
central de mídias

Treze agências de publicidade participam, nesta segunda-feira (18/09), de concorrência pública para atender a Secretaria de Estado de Comunicação Social (Secom). A última licitação foi realizada há cinco anos.

Nove empresas de publicidade do Amazonas disputam o certamente e concorrem com quatro empresas de fora do estado, cujo critério de escolha será melhor técnica e preço.

Do Amazonas participam as empresas Kintaw Publicidade, AG Publicidade,Thera Publicidade, Digital Comunicação, Sacada Publicidade, Mene e Portella, View 360, Tape Publicidade e Duet Comunicação.  

Participam também da concorrência a paulista E3 Comunicação, as empresas Ampla e CC&P, de Recife; e a Namastê Publicidade, de Tocantins.

A licitação – de número 008/2023 – prevê a contratação de quatro empresas de publicidade para realizar serviços que envolvem estudo, planejamento, conceituação, concepção, criação, execução interna, intermediação e supervisão da execução externa e distribuição de ações publicitárias junto a públicos de interesse da administração pública direta do estado do Amazonas.

Receba notícias do RT1 em primeira mão
quero receber no Whataspp
Quero receber no Facebook
Quero receber no Instagram

Também integram o objeto da concorrência serviços especializados de planejamento e execução de pesquisas e de outros instrumentos de avaliação e de geração de conhecimento, relacionados à execução dos contratos; criação, produção e execução de peças, materiais e projetos publicitários, de mídia e não mídia, criados no âmbito dos contratos; criação, implementação e desenvolvimento de formas inovadoras de comunicação publicitária, destinadas a expandir os efeitos das mensagens e das ações publicitárias, em consonância com novas tecnologias.

O valor global da contratação está estimado em R$ 133 milhões, pelo período de 12 (doze) meses. No entanto, a Secretaria de Estado da Comunicação reserva-se o direito de, “a seu juízo, executar, ou não, a totalidade do valor contratual.”

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

COMPARTILHE