fbpx

domingo, 01 de agosto de 2021

Primeiro webinário RealTime1+1 analisa novos desafios do jornalismo

Caio Túlio Costa, fundador e diretor-geral do portal UOL, citou as crises enfrentadas pela imprensa e debateu o tema "Opinião x Informação" na produção de conteúdo.

8 de junho de 2021

Compartilhe

Primeiro ombudsman da imprensa brasileira disse que jornalistas precisam usar a tecnologia (Foto: Reprodução)

Na abertura da série de webinários RealTime1+1, nesta terça-feira (8), organizada para celebrar o aniversário de um ano do portal RealTime1, o jornalista convidado Caio Túlio Costa, fundador e diretor-geral do portal UOL e primeiro ombudsman da imprensa brasileira, levantou questões pertinentes sobre como exercer profissionalmente o ofício do jornalismo em sincronia com as novas tecnologias e as redes sociais. 

Com o tema “OPINIÃO X INFORMAÇÃO | A produção de conteúdo e o jornalismo profissional”, o primeiro de uma série de quatro webinários, que serão transmitidos todas as terças-feiras do mês de junho, a partir das 15h, no YouTube, teve também as análises das jornalistas e professoras universitárias Ivânia Vieira, da Ufam, e Leila Ronize, do Ceuni-Fametro e das Faculdades Martha Falcão (FMF). Jornalista do RealTime1, Gerson Severo Dantas foi o mediador do debate de hoje, assistido por muitos profissionais, professores e acadêmicos de jornalismo.

“Para ser bem desempenhado [o jornalismo profissional] requer uma formação [acadêmica], requer método, requer capacidade criativa, requer investigação, requer a verdade factual e requer ouvir os vários lados. E pressupõe resiliência e fundamentalmente independência de todos os tipos de poderes, sejam políticos ou econômicos”, explicou Caio Túlio.

Ainda conforme o experiente jornalista, a imprensa enfrenta atualmente seis crises simultâneas: crise sistêmica do modelo de negócio; crise econômica nacional e internacional; crise da perda do papel como protagonista da informação; crise geracional [nativos analógicos x nativos digitais]; crise tópica de credibilidade; e a crise sanitária causada pela pandemia da Covid-19. 

E o webinário desta terça também trouxe muitas reflexões dos convidados sobre os desafios para os profissionais da geração pré-Tecnologia da Informação (TI) e a atual geração, conforme destacou Caio Túlio ao elencar três pontos.

“Não tem saída que independa de desenvolvimento tecnológico. Os produtos jornalísticos precisam desenvolver tecnologia. Não tem saída que independa da captura, análise e do processamento de dados. E o terceiro ponto é que não há saída que independa do abraço às redes sociais”, disse.  

Pontos de vistas

Em seu discurso, a professora Ivânia Vieira citou o imediatismo pelo furo da notícia, que muitas vezes é exercido por pessoas sem experiência ou formação na área, que trazem informações incompletas e vazias e ganham até mais credibilidade do público que o jornalismo ético e profissional. 

Um exemplo citado pela mestra em Linguística Aplicada da Ufam foram as informações repassadas por supostos grupos de WhatsApp de narcotraficantes sobre as motivações para os atos de vandalismo ocorridos em Manaus e em outros municípios do Estado, desde o último domingo, por uma facção criminosa. 

Na sua apresentação, a professora Leila Ronize relembrou o mito da neutralidade/imparcialidade na prática do jornalismo e também questionou o convidado Túlio Costa sobre como saber a medida certa de opinião em um texto jornalístico. 

“Muitos alunos me falam que a opinião está sendo muito mais forte que a informação”, disse Leila, que ministra as disciplinas Multimídia e Comunicação Digital, Técnicas de Reportagem e Ética na Comunicação. 

Próximo debate

Na próxima terça-feira (15), o tema será “POLÍTICA X FAKE NEWS | O desafio da cobertura jornalística”, às 15h, com a jornalista Eliane Cantanhêde, colunista do jornal O Estado de São Paulo e comentarista do telejornal Globonews Em Pauta, das Rádios Eldorado (SP) e Jornal (PE).

Confira o webinário na íntegra:

Texto: Diogo Rocha

Leia Mais:

Leia mais Dia a Dia

DPE-AM leva atendimento jurídico gratuito a Rio Preto da Eva

Atendimento jurídico gratuito da Defensoria Pública do Amazonas ocorreu durante três dias e alcançou 505 pessoas com atendimento nas áreas de Família e Registros Públicos.

31 de julho de 2021

Campanha Nota Premiada realiza mais um sorteio nesta segunda-feira

Para esta edição do sorteio foram gerados mais de 430 mil bilhetes de aproximadamente 11,6 mil contribuintes que solicitaram seus CPFs nas suas Notas Fiscais de Serviços.

31 de julho de 2021

BR-174 vai ganhar balança de fiscalização no quilômetro 8

Em 2021, a Sefaz-AM reativou o posto fiscal da BR-174 e o posto fiscal de Humaitá para evitar a evasão de divisas.

30 de julho de 2021

Faar visita sete municípios do AM para impulsionamento do esporte

Além de projetar novas estratégias, a Fundação Amazonas de Alto Rendimento anunciou um investimento de R$50 mil destinado a sete municípios do Amazonas.

30 de julho de 2021

Produtores serão beneficiados com pavimentação do ramal do Porto do Açaí em Guajará

O município de Guajará está situado na calha do Juruá, na região sudoeste do Amazonas, na fronteira com o Estado do Acre. Sua população, segundo dados do IBGE.

30 de julho de 2021

Profissionais do setor cultural têm até amanhã para solicitar auxílio

O benefício, assim como o prazo de solicitação, também se estende aos trabalhadores do Turismo e Esporte. Cada profissional receberá três parcelas de R$ 200.

30 de julho de 2021

Pescadores de Autazes recebem mais de 1,7 mil cestas básicas

Cada cesta contém 10 quilos de arroz, 4 quilos de feijão, 2 quilos de farinha de mandioca; 2 quilos de açúcar; e um quilo de flocos de milho, macarrão e leite em pó.

30 de julho de 2021

Pacientes com sequelas da hanseníase ganham sapatos adaptados no AM

A Fundação Alfredo da Matta vai iniciar a entrega dos calçados adaptados e personalizados na próxima semana; ação vai alcançar 300 pessoas.

29 de julho de 2021